usuários online
 
 
 
Fashion Import
 
http://trendytwins.com.br/img/imagens/tit_girls.jpg
Faça parte desse grupo

Preço e durabilidade – Falando sobre Maquiagem  

Categoria(s) ,

por Vivi




Antes de qualquer palavra, queria deixar claro para todas vocês que de maneira nenhuma esta minha coluna pretende moldar os comportamentos de alguém, ou ditar o que deve ser feito, o que é certo e errado e etc. Muito menos julgar alguém por nenhuma de suas características. Estou aqui apenas para dividir minhas experiências e torcer para que elas ajudem alguém!

Fico muito triste quando vejo meninas (e mulheres!) enlouquecidas por um produto só porque alguma celeb usou, ou porque alguém indicou e disse ser milagroso, ou ainda somente porque está na moda. Sim, você pode achar legal e se interessar por algum produto de celeb, que alguma amiga ou formadora de opinião indicou e também porque está na moda. Mas nunca consumir somente por este motivo.

Cada produto foi desenvolvido para um tipo de pele/cabelo/cor/etnia/etc. E muitas vezes aquele produto importado que você cobiça pode ter muito óleo na composição e não ser tudo o que você sonhava, pois não foi desenvolvido para seu tipo de pele/estilo de vida.

Há também é possibilidade de, simplesmente, ele não ficar bem em você (uma cor de batom, de sombra, uma peça de roupa, um modelo de sapato).

Aprender a experimentar sempre que possível e prestar mais atenção ao benefício do que à embalagem dos cosméticos em geral é um exercício, e, se você quiser melhorar, deve praticar.

Mulher é bicho bobo (heh) e disso todas vocês sabem; compramos pela beleza, porque é bonito, agradável. Mas podemos também nos colocar um limite, cada um tem o seu. Eu não posso definir até onde você pode ir, somente você, e é claro, se você quiser.

Mas aonde será que eu quero chegar?

Vemos o mundo falar sobre sustentabilidade, em economizar recursos, e você amiga, tá aí, acabando com todos os seus recursos por um Blush Chanel. Não estou dizendo que não vale a pena, de maneira nenhuma, é apenas um exemplo.

Vamos por partes:

Devemos analisar friamente a necessidade daquele produto. Podemos aplicar isso a qualquer produto, não somente maquiagem. Faça um inventário das maquiagens (ou roupas/sapatos/bolsas/lingeries), isso te ajudará – e muito! – a ter um maior controle sobre as compras de impulso, evitando gastos desnecessários e o pior: desperdício.

Se você detecta a necessidade real daquele produto, inicia-se então a fase do “namoro”. A pesquisa de marcas, cores e tipos disponíveis no mercado. Essa é a fase para descobrir o produto que melhor se adequa às suas necessidades e possibilidades.

É muito importante se conhecer bem para fazer uma boa compra. Conhecer sua personalidade, seu estilo de vida, seu tipo de pele, suas preferências, etc. Fuja da “auto-sabotagem”, aquela de comprar um iluminador lindo que está em oferta sendo que você não gosta de brilho e sabe que não vai usar.

Uma técnica que eu utilizo bastante é iniciar pela pesquisa na web, em blogs de confiança, sites de marcas e comparadores de preços. Também comento com amigas que tem o mesmo perfil que eu, para comparar produtos.

Depois vem a fase da experimentação. Raramente compro algo sem experimentar. Aqui em São Paulo, a facilidade de encontrar lojas físicas para testar produtos é grande, por isso vou até o bairro da Liberdade, onde há várias lojas grandes de cosméticos e tiro todas as minhas dúvidas. Se o preço valer a pena, compro por lá mesmo (ou em uma loja específica de um shopping). Se não, volto para casa e compro pela internet.

Taí outra grande virtude do bom comprador: a paciência. A ansiedade de ter um produto a qualquer custo pode te trazer muito prejuízo.

Ah, mais! Se o produto for muito caro e tiver similares mais baratos, ou analiso os similares, para decidir se vale a pena comprar o similar, se a qualidade é justa pelo preço.

Existem casos nos quais a durabilidade do produto é grande, como é o caso de uma sombra, por exemplo. Se a mais cara tiver qualidade muito superior à similar, vale a pena o investimento, pois é algo que vai durar mais. Ou se aquele batom tiver uma cor incrível que você não consegue encontrar em outro lugar (como é o meu caso de amor com o Ruby Woo da MAC).

Lembre-se que tudo depende da freqüência que você utiliza os produtos, ok? A base da minha mãe dura bem menos que a minha, já que ela usa todos os dias.

Se você conhece um produto importado de quegosta e tem a oportunidade de comprar no exterior ou pedir para algum parente ou amigo trazer, faça isso! Mesmo sendo considerado coisa de “emergente” (rs) comprar em viagens vale muito a pena, pois são descontados os quase 40% de impostos que pagamos aqui em terras tupiniquins.

Agora, muito cuidado se você não conhece o produto: Você pode se decepcionar bastante, perder dinheiro e ainda deixar encostado com dó de dar para alguém.

Assim, a prática de desapego é fundamental se você quer se sentir mais leve e responsável. Se você não está usando no momento e nem pretende usar no futuro, porquê guardar? Para estragar (no caso da maquiagem) e ter que jogar fora? Ou no caso de roupas e sapatos para ficar mofando no armário. O desapego de coisas inúteis pra nosso momento atual traz libertação e organiza melhor a vida, faz a energia fluir.


Um grande beijo e até mais!

Gabriella Squizato - Colaboradora de Beleza

13 comentários

Concordo em gênero, número e grau...

parabéns pelo post!
]
bj

Oi Gabriela, amei seu post, acho que vou tentar guardar ele comigo. Muitas vezes já comprei por impulso, mas pelo menos eu não tenho tanta dó para desapegar, de alguns itens lógico. Hoje estava pensando como vou usar todos os batons que tenho, mas também estou tentando encontrar uma pessoa que realmente vá usar. Isso às vezes para mim também é difícil, preciso muito aprender a me controlar, pois sei que já comprei bobagem, só pelo impulso e acabo gastando uma grana que poderia investir em coisas bem mais legais e uteis para minha vida.
Um beijo

uma das coisas mais divertidas que eu acho e conseguir uma make baratinha e se divertir muito com ela principalmente se for so uma crise fashion como os pinks e os laranjas por exemplo.
e depois de alguns aninhos em alguns itens nao da para economizar muito nao tipo bases e corretivos,e uma coisa que se precisa tanto qto pasta de dente.

chega a ser "falta de higiene" rs e de consideracao rsrsrsrs sair
daquele jeito....
ja no batonzinho,a gente compra um power hidratante labial e se diverte brincando com anaconda,fingindo que e LIME CRIME.

Nossa, amei o post.
Faz um tempinho já que parei de comprar por impulso.Gastei muito dinheiro atoa, comprando só prq muitas gurias tinham e eu me sentia injustiçada por não ter. Mas chega uma hora que você olha pra tudo que comprou por impulso, e se pergunta: O que eu vou fazer com tudo isso?
Aí vem o pensamento de que tem tanta criança passando fome, tantas mães catando latinhas nas ruas para dar de comer aos filhos, e eu aqui comprando coisas que nunca vou usar, só porque não quero ficar atrás.

Post muito bom.. eu pratico o desapego 2x ao ano com minhas roupas(inverno/verão) mas sempre tem aquela que fica, dá dó, agente nunca vai usar mas tb não doa, mulher é fogo!!! Comprar por impulso era muito difícil controlar, principalmente esmaltes, é baratinho.. não pesa no bolso, com dez reais eu fazia a festa..e assim ia. Os vidrinhos estavam vencidos e eu só tinha usado uma vez, peguei fungo nas unhas da mão.. 6 meses unha no toco sem esmalte e com remédio,cheguei a comprar 15 vidrinhos mesmo não podendo usar, depois de um tempo sem, vi o quanto eu economizava e passava muito bem com alguns vidrinhos... detalhe: eu tenho caixas para guardar (é esmalte pra caramba!!), depois disso passei a me policiar em relação aos cosméticos em geral pois descobri que é difícil perceber esse comportamento frenético, sempre achamos que é essencial o tal produto sem nem vê-los.
Bjos

Amei o post muito bom e informativo! eu compro muitos importados por conhecer a marca e muitos pela qualidade, e quando nano dar certo algum produto eu passo pra frente rapidinho , não costumo ficar só porque custou um pouco mas caro.
e fim cada um e cada um neam!!
bjssss

O feng shui diz que coisas paradas acumulam energia ruim mas... tem peças que não consigo desapegar, apesar da arrumação, seguida de doação, semestral.
Muito legal o post!
www.viajandonabeaute.wordpress.com

Oii, seu blog é lindo demais, otimas dicas, adoreii conhecer aqui, seguindo, te convido pra visitar meu blog!
http://bloguepeek.blogspot.com/
Beeijo flor, e otimo FDs

Ai, eu não guardo quase nada! Já passei da idade de comprar por impulso, penso muito, mas às vezes faço uma arrumação e passo prá frente mesmo! Tenho duas irmãs mais novas, uma sobrinha adolescente, cunhadas, são minhas ganhadoras. Tenho horror a coisa parada. Muito raramente guardo uma roupa especial, mas é muito raramente mesmo...
E esse lance de make, só gasto mais quando é básico; coloridos são só os baratinhos, a gente enjoa, vou eu lá comprar um batom azul ou sombra amarela da moda com preço lá em cima? Nunquinha!

Olha eu já caí nessa de comprar porque fulana ou sicrana mostrou na TV, e sempre me dei mal. Agora tento experimentar tudo antes. Já cheguei a comprar produtos caros e me arrasar por isso. Agora nada sem experimentar antes.

Olá!
Procuro me desapegar de algumas coisas minhas, mas nem tudo consigo ter esse desprendimento. Já ouvi falar muito sobre energia represada.
Excelente post!! Parabéns.

Bjksss

Meu pecado é comprar coisa de catálogo tipow AVON e depois quase morrer de arrependimento pq não gostei da cor, da textura ou simplesmente pq não fucionou bem na minha pele.
Super relevante seu comentário.

Compartilho contigo de tua opinião no post. Uma coisa que me preocupa é que, muitas garotas e também mulheres, se pegam nessa delícia que é a internet e esses sites sobre produtos cosméticos e maquiagens em geral e usam da forma errada. É o seguinte: isso aqui (e outros sites, blogs) devem ser encarados como ferramentas para nos ajudar a fazer uma compra mais inteligente!!! É pra nos ajudar a conhecer melhor um produto lendo a opinião de outros consumidores. Mas,acontece que o que percebo, é muita gente olhando isso aqui (e os outros sites e blogs)como Ditadores de uma Ditadura Consumista. São meninas querendo brincar de quem tem o maior número de produtos da Wush List da outra. Como a gente fazia na infancia, qdo ganhava aquele brinquedo lançamento suuuper caro da estrela, lembram??? E levavam pra escola e se deliciavam ao ver a carinha boquiaberta e meio invejosinha dos coleguinhas... rsrsrs.
Ótimo, muito bom post!

Ass: Marina Guedes

Postar um comentário

2010 Trendy Twins - todos os direitos reservados Desenvolvido por Projecto Comunicação