usuários online
 
 
 
Fashion Import
 
http://trendytwins.com.br/img/imagens/tit_girls.jpg
Faça parte desse grupo

Sobre Atendimento: Tenso!  

Categoria(s)

por Ana Farias




Minhas lindas, acabei de chegar em casa, tô tendo uma semana treva, e parei pra ver Hare Baba, ler os comentários do dia, tão cansada que nem entrei no banho ainda - devo confessar que hoje me vesti de vítima da moda: bermudinha jeans, meia-calça xadrez grafite e bota de saltinho fino.

Mas o que vim escrever aqui é que tô bege com alguns comentários sobre o atendimento nas lojas da MAC. Aliás, tô é nude!

Gente, que papo é esse de "se preparar psicologicamente" pra entrar em loja? Ter medo e/ou vergonha de vendedora?

Que isso, mulherada gata? NINGUÉM tem o direito de fazer vocês se sentirem pequenas, muito menos alguém que está sendo PAGO pra atender. Que PRECISA da comissão da venda.

Vendedor existe pra servir, da melhor maneira possível, quem entra no estabelecimento. Seja o cliente quem for, com cara de pobre (sem blush) ou com cara de phyna (com blush) - o dinheiro é o mesmo, o que varia é a quantidade. Seja cliente gente boa ou vodu de boutique, esteja ela de salto ou de havaianas, a OBRIGAÇÃO de todo vendedor é sorrir e dizer sim senhora, porque cliente tem sempre razão.

Pra quem trabalha com atendimento ao público: não estou defendendo mal comportamento de cliente, não. Gente sem educação é uó, de qualquer lado do balcão! E faço idéia do tipo de cliente que existe nesse mundo. Mas ó: vendedor tem que estar preparado pra tu-do. Rolando ofensa, o cliente perde a razão, e o gerente taí pra ser juiz. Caso contrário, cliente quer é comprar, e se é antipático ou não o problema é dele - vai ser seu problema só por uns minutos. Mas vendedor nenhum, NENHUM tem direito de ser antipático. Afinal de contas, quem é que tá pagando?

Pras clientes de uma forma geral: entrem na loja com a seguinte frase escrita na testa: "exijo ser bem atendida". Não é necessário ser nojentinha, nem entrar numas de mostrar atitude, ou de realmente se sentir superior. É entrar na loja disposta a ser simpática - alo-ou, gentileza gera gentileza, antipatia atrai antipatia. - e, se for mal recebida, deixar bem claro quem é quem ali. Eu sou a cliente, você é a vendedora, tira esse sorrisinho sarcástico da cara mal maquiada e me atende direito, ou então dá licença que eu vou procurar outra pessoa que entenda do babado, porque você não serve.

Sou adepta do tratar os outros como gostaria de ser tratada. Mas tem um limite, né.

Recebeu uma checada de cima a baixo? Espere a pessoa fazer contato visual novamente, e faça o mesmo com ela. Foi recebida com desdém ou grosseria? Pergunte se tem outra pessoa pra te atender. Foi ofendida? Diga que quer falar com a gerente. A pessoa tá abusante? Em último caso, rode a baiana, minha filha. Levar desaforo pra casa, ficar remoendo humilhação, isso é que não pode, hein.

E tem mais: você é dona do seu dinheiro. Tem poder de decisão sobre onde gastar. Já fui esnobada na Victor Hugo quando entrei pra comprar, e saí de lá de mãos vazias (não voltei nunca mais); já tive um atendimento meia boca no Boticário (eterno campeão do mal atendimento), e saí de lá com o que queria mesmo assim; já fui semi-ignorada na MAC de Ipanema, e só não comprei nada porque não tinha dinheiro no dia. Porque tem dias que você sabe o quer, e tem coisas que você sabe que não precisa. Aliás, a gente brinca muito com o verbo precisar, mas a gente não vive é sem água, sem comida e sem banho. Ficar sem um blush não vai tirar meu bom humor. Mas se eu quiser comprar, compro mesmo. Vou ficar sem o blush por causa de cara feia dos outros? Cara feia é fome.

Tudo bem que já me senti muito incomodada nessas situações, mas hoje o que sinto quando vejo uma vendedora me tratando mal, é pena. Pena do tipo de pessoa que está ali na minha frente, e não do fato de se tratar de uma vendedora, vejam bem. Parto do seguinte princípio: eu não sou um anjo, mas faço o possível pra ser cordial com as pessoas ao meu redor. Se eu sou capaz, todo mundo pode ser também. E se não quiser ser, ha, ser humano menor. Next!

Então, MANUAL DO BOM ATENDIMENTO:

O que é significa ser bem atendida?

1 - Antes de tudo, ser recebida na loja com respeito e ser tratada com interesse. Afinal, a pessoa de uniforme não sabe o alcance do seu cartão. Se não te der atenção, pode estar perdendo uma makeup addicted disposta a levar tudo o que não precisa pra casa. E voltar. Então, procure alguém disposto a te ouvir.

2 - Não ter que lidar com vendedora bancando a sabichona, desmerecendo sua opinião sobre os produtos. A gente lê, pesquisa, recebe dicas de todos os lados, de consumidoras tão interessadas quanto a gente. Internet é poder, gals. Somos compradoras bem informadas. Deixem isso bem claro na próxima vez que tentarem empurrar alguma coisa - e confiem no poder miguxo dos blogs e fóruns de belê, porque aqui ninguém vai ganhar nada em troca de uma dica. É conselho sem comissão.

3 - Ser atendida por pessoas que saibam que a primeira impressão é a que fica, e que cliente satisfeito sempre volta. E sempre indica. E que cliente é um ser volúvel: se for bem tratado hoje e maltratado amanhã, a primeira impressão vai pras cucuias. Já dizia um sabio amigo meu: "não tenho culpa da vida ruim de ninguém". Tá de mau humor? Pra tpm, maracujina. Pra todo o resto, terapia. Enfim, cliente merece sorriso, sempre (dente tem poder de desarmar cara feia, fica a dica - pra vendedoras e compradoras!).

...

Enfim, meninas, a gente costuma brincar dizendo que mulher que não usa rímel não tem dignidade, mas indigno de verdade é quem tem o hábito de medir com o olhar e tratar as pessoas pela etiqueta que ela (não) ostenta. Isso que é vergonhoso.

E um último toque, amigas da net: não se deixem afetar por essas pessoas. POR FAVOR não levem essas coisas pequenas pro lado pessoal, não dêem mais importância do que elas merecem. Não deixem que uma vendedora despreparada arrase com o dia de vocês.

Pra vendedora esnobe, estampem na testa: TE IGNORO!

45 comentários

Bom demais esse post! Mandou muito bem, só falta mandar para o SAC de todas as lojas de cosméticos do Brasil... Beijos e parabéns pelo blog!

Adorei o post! Não tem nada que me faça entender a onda das vendedoras antipáticas... mas é aquela coisa né? Educação não tem meio termo: ou a pessoa tem ou não tem!!

Fiquei curiosa com essas tantas experiências ruins, vou já ler os comentários do post!

bjooo

p.s. não esquece do nosso papo não! Quero ir pro Rio em agosto sim!!

Quando entro no Boticário pra comprar até que sou bem tratada. O problema é que fui deixar um currículo esses dias e teve vendedora que me mediu de cima a baixo e falou pra eu enviar pra um e-mail que eles tem. Veja só, na mesma semana entrei lá pra comprar um shampoo! Já trabalhei até em multinacional e ser medida por uma vendedora do Boticário porque queria entregar um currículo foi o cúmulo. Qual é o problema dessas pessoas? É tão dificil assim tratar uma pessoa bem?

O MELHOR post! Adorei!
Bjss

Má, Boa e afins,
confesso que não li muito os comentários sobre o post da MAC por um motivo simples, eu não estou nem "tchuns" pra marca!
Depois de ler seu belo post fui lá por comentários e pelo que pude analizar rapidamente, acredito que além das pessoas não se intimidarem ao entrar em uma loja dessas, em qualquer loja que seja, acredito que também valha a pena tentar conhecer outros produtos.
Como vc disse muito bem, precisamos de água, banho e comida, completo pedindo afeto, e do mais, todo o resto pode ser substituível.
Já deixei de gastar muito pouco por deslizes de atendimento, já troquei de ginecologista no meio da gravidez por conta da recepcionista que sempre dava bola fora, ou seja, da mais irrelevante para o mais relevante, eu jamais me prenderia por maquiagem.
Acho que produtos e serviços sobrevivem por conta da relãção "oferta e procura". O primeiro movimento que é esse do "panelaço" nos blogs está bastante forte, o segundo talvez poderia ser a não aquisição dos produtos da marca. Da forma que a brasileira consome, eles perceberiam algo de errado e talvez fossem atrás do problema.
Mas como disse, sou suspeita pra falar porque além de não curtir os produtos da MAC, gosto é super pessoal!
Mas... vale a pena pensar no que falei, produtos são substituíves, pessoas não. Faça negócio com quem vê você antes do seu bolso!
Beijos!

Ai ai ...amei o post!!!! Penso exatamente como você!!!!
Beijinhos....

aMÁda!Tô contigo e não abro!!!rsrs
Adorei o post!
Bjinhus

Genial esse post!

Beijos!!!

www.futilegirls.blogspot.com

É uma vergonha, mas infelizmente quando entramos numa loja de grife, somos medidas de cima a baixo. E aí, se a vendedora achar q vc tem grana, te atende bem; do contrário não vai sentir falta se vc for embora. Uma idéia muito equivocada pq vc não sabe quem tem e quem não tem grana simplesmente pela roupa ou por "outras" características.

Ana, muito bacana seu post!!!
Vou confessar que ai no Rio, as vezes evitava entrar em certas loja onde a vendendora se acha mais "importante" que o cliente. Aqui o problema e'ser mais "confident" with my english e nao falar alguma besteira e ficar com cara de boba.
Mas meninas da mac daqui sao bem legais e pacientes comigo. :)

Eu já fui "scaneada" por vendedoras nas mais diversas situações. Uma das mais marcantes - e engraçadas - foi numa loja que vendia Melissa no Shopping Tijuca. Cheguei depois de um dia de aula, de All Star velho no pé e cabelo num coque daqueles desleixados e perguntei o preço de uma sapatilha. A vendedora me olhou de cima abaixo, quase deu de ombros e me disse o preço com aquela cara de "o que claramente você não pode pagar". Agradeci educadamente, como mamãe ensinou e voltei meia hora depois com o cartão de crédito reluzente recém-recebido e realizei a compra - com outra vendedora, que foi um amor e teve toda a paciência do mundo enquanto eu experimentava o modelo escolhido.

O que aumenta muito as "scaneadas" é o fato de que eu pareço bem mais nova do que sou. Como sou baixinha, se estiver sem salto então, é pior ainda. Acho que as vendedoras não vêem uma consumidora em potencial, mas uma garotinha que só está fazendo com que elas percam o tempo e uma possível venda.

Na loja da Contém 1G aqui da Tijuca é a mesma coisa. É como se elas estivessem esperando que você roubasse alguma coisa. Mas é orientação da gerência, porque eu já vi mais de uma vez a gerente da loja apontar para uma fregueza que não tinha sido abordada ainda e apontar para o olho e depois para a pessoa em questão. Você se sente um pedaço de carne podre cercado de abutres: "isso é um blush", "isso é uma sombra mousse", "isso é um batom".

Nunca comprei nada na MAC, mas nas duas vezes que entrei na loja do Barrashopping para perguntar preço de mercadorias (estava procurando uma base que não lembro quem me recomendou e na outra vez estava vendo sombras), fui bem atendida - ainda que brevemente.

Nossa, o blog de vocês é MUITO bom. Não só pelas dicas mas por levantar essas questões que incomodam e muito!

Beijinhos!

Aqui as vendedoras já são umas CAQUINHAS até em lojinha no Centro, imagina uma MAC aqui.

Ia abrir uma hoje.. mais engraçado? Muitas n sabiam NEM QUE shopping era o tal comentado no jornal.Começou bem então...

MAC? Tô fora! DA-LHE VULLLLLLTTTTTTTT!

BATO PALMAS DE PÉ PRA ESSA POST SUPER ESCLARECEDOR!

Beijos para todas do Trendy Twins! :*

Perdi as contas de quantas vezes fui envergonhada por vendedoras, agora eu entro nas lojas como dondoca e nunca entro numa loja se estiver mal vestida por que eles te medem pela pose, já entro dando órdens, me odeio por isso mas já estou calejada.
Também não tive um atendimento digno na MAC do Barra Shopping mas dei de ombros, entre MAC e Dior, Givenchy, Shiseido.... nem preciso falar a minha escolha, não entendo o mito em cima da MAC (?)

A solução para esse tipo de mal atendimento é reclamar, reclamei de uma vendedora do Boticário pelo site e em 1 semana o SAC e a gerente da loja me ligaram pedindo desculpas.

Não pode deixar passar!

Beijocas...

Eu fiquei trege come ste post!

Não sabia q a coisa andava tão ruim!

E daí li o outro post e os comments, e digo, q papo é ésse de "veio olhar pra comprar na net"??? E se for??? O q vc tem com isso, beesha???

Nunca tinha entrado numa loja da MAC no Brasil, até q fui na de Campinas. Era um meio metro por meio metro, muito pequena, e estava muito cheia. Entrei, saí e ninguém me dirigiu a palavra, mesmo quando fiquei parada esperando ser atendida, qdo fiquei olhando as coisas, enfim. Ok q o lugar tava cheio, mas um "só um minuto" caberia bem.

Boticário, o problema é q elas não conhecem os produtos e não sabem usar.

Vendedor q se acha, seja em loja física, seja em internet, não dá! Aliás, tá aí algo em q os proprietários deveriam investir: preparo das monas pq, qdo elas antendem mal, o dono pode nem saber, mas é a imagem do estabelecimento dele q está em jogo.

Reclamem sempre. De preferência no canal mais alto daquela instituição. Uma instituição q é bem uózinha e gera muita reclamação, é banco.

A opinião do cliente é ouro, é pesquisa gratuita, a propaganda boca a boca é diamante, é propaganda q gera confiança (ser da área de marketing q analisa o q o cliente quer mode on).

Assim não pode, assim não dá!

Bjs.

Ana,
Ótimo post!(só para variar, né? rsrsrs Vcs são power-rangers meninas!)
Se sou mal atendida não compro mesmo.
beijos!

O pior é q o gerente não está aí pra ser juiz... o cliente tem sempre razão, nao importa o que for!! isso q é ruim de ser vendedora.. eu era.. e pra nunca mais! a gente tem q tratar bem até gnt sem educação! é o ó!! tem vendedor q ta até calejado de tanta patada.. por isso q aje dessa forma! grande abraço.. blog mt bom.

Nossa, assino embaixo. Um dia desses minha irmã estava comentando que foi comprar uma máquina fotográfica e a vendedora ignorou ela na loja, quando ela foi (mal) atendida levou um lançamento. A vendedora ficou com cara de pastel... acontece

beijoooos! *;

Amei o post, perfeito.

Uma das coisas mais burras que existe é medir o poder aquisitivo da pessoa pela aparência, muitas vezes vc cai do cavalo. Até porque, muita gente que tem de verdade não gosta de sair ostentando. E mais, muita gente que não anda numa pose que convence quem não conhece, aqui em Santos é a grande maioria.

Bjsss

Má!!! Tô com as meninas... amei o post!!! Eu fui uma das que teve experiência péssima com a MAC que abriu aqui em POA... não me deram a mínima, respondiam minhas perguntas sobre cores e dicas super vagamente, e mal me olhavam... Resultado: Saí de fininho, e nunca mais voltei... e quando passo na frente e dou uma olhada, ainda sinto o mesmo clima - que não me chama nem um pouquinho a vontade de entrar e comprar!!! No Boticario, varia... geralmente as meninas daqui do Iguatemi POA, são bem simpáticas, super atenciosas!!! Outra experiência bacana (pra não falar só das ruins, pq isso deve ser abstraído) foi numa loja de roupas de grifes como Morena Rosa, Cavalera, a LOve, também no Iguatemi, onde cheguei super tímida (envergonhada mesmo) porque estava saindo do trabalho, naquele bagaço e com a cara mais cansada do mundo, mas o rapaz que me atendeu foi super gentil, me fez experimentar tudo o que tinha de novidade, e mesmo eu avisando que não poderia gastar muito, ele só me mostrou produtos super novidade, isso que o maridão estava junto. Resultado: gastamos um pouco mais do combinado, saí com duas peças lindas e muito queridas até hoje do meu guarda-roupa, e ainda ganhei uma Melissa de brinde pela compra - Isso sim é atendimento VIP, independente das suas características, condições, tamanho do limite do cartão de crédito e tal... rsrsrs. Na Zoomp foi igualzinho, qd comprei jeans de liquidação (e geralmente em liquidação de grifes já te olham pensando: só entrou por que tá em liquidação), mas também me surpreendi!!!

Ainda bem que existem meios-termos!!!

Parabéns pelo post, Má... Acho que já falei demais aqui.

Beijooooo

Ótimo post!

Mesmo a gente tendo auto-estima de sobra, é bom sempre sermos lembradas de que há gente idiota no mundo, mas que a gente não tem obrigação de aturar. Estive em algumas lojas nesses ultimos dias (aqui em Fortaleza), pesquisando preço dos produtinhos pra, quem sabe, comprar. Era um shopping de meio-luxo (Iguatemi, sabe, hoje é multiplo, não tem só loja "chique").

Fui bem atendida em todas as lojas que passei, até mesmo numa que a vendedora me "scaneou". O nome não lembro, ela fica perto da Renner (oi, alguem de Fortal sabe o nome?). A vendedora me olhou de cima a baixo, logo eu, que estava toda elegante: de bolsa de pano comprada no Centro da cidade, blusa velha (mas limpinha), jeans surrado, chinela "de dedo", nem maquiagem eu usava. Parece a cena do inferno, mas eu não tava tão feia quanto estou pintando aqui, estava só simples.

Ainda assim, depois da scaneada ela me tratou super bem, me ofereceu bons produtos (nem tão caros - para esnobar -, nem tão baratos - pra humilhar -, mas bons). Não me tratou como uma ignorante sobre o assunto (apesar de eu admitir publicamente que sei quase nada - estou aprendendo). Também não me tratou como expert. Ela conversou comigo. Quis saber o que eu procurava. Acabei não levando nada, e ela foi super gentil ao se despedir.

Eu juro que quando entrei na loja e a vi, pensei que talvez fosse ser traumatizante, a experiencia. Que nada. Foi uma surpresa.

Vendedor tem que ser assim. Mesmo dando a "scaneada", não tem que julgar o cliente. Ele é que "tá paganu!".

na Mensagem do Dia do programa Mais Você, o tema era EU SOU O CLIENTE.
clientes mal-tratados, mal-recebidos e etc são os clientes que podem demitir desde a vendedora até o superintendente... indo gastar seu fofo dinheirinho em outros lugares...
o link pra msg é esse
http://anamariabraga.globo.com/home/mensagem/mensagem.php?id_not=2509
Thaís Lustoza
São Luís - MA

Oi Ana,
é por essas e outras q eu A-M-O este blog ... concordo plenamente com o q vc disse ... td bem q gente sem vontade de trabalhar e com cara de nojo é uó ... maasss nós não temos q deixar essas "criaturas" acabarem com o nosso glamour de mulheres phynas que se cuidam e se gostam acima de td ... rumo ao movimento "BOM ATENDIMENTO JÁ" afinal todos merecem ...
bjsssssssss

Muito bem falado!
Isso é realmente um absuuuuurdo! A MAC precisa ser informada disso para repassar as franqueadores. Aposto que eles não sabem que rola isso aqui.

Uma coisa é verdade: com o tempo, de tanto ser maltratada, a gente passa a ser mal educada também.

Tipo, não sou fresca com roupa, mas gosto de calça jeans só da Zoomp ou Forum e pronto. Parei de comprar na Forum porque uma das vendedoras entrou e me disse: nós não temos calça jeans pra você.

Saí de lá no mesmo pé. Esperei o meu vendedor de sempre chegar e abri o verbo. De raiva, fiz uma compra gigaaante e a babaca ficou olhando.

Quando chego numa loja assim, por mais mal vestida que eu chego, já chego falando: eu quero ver isso, no numero tal, de todas as cores e rápido que eu to com pressa.

Infelizmente, a nossa cultura brasileira é assim, eles pensam que as pessoas mal educadas tem grana. Atendem um mal educado feliz da vida, e a gente chega sorrindo e é menosprezada.

Tive vontade de dizer pra atendente da mac de Buenos Aires que fez aquela palhaçada que contei no outro post:

Filha, baixa tua bolinha, por que a compra que eu to fazendo aqui é maior que o teu salário de 1 mês, que ainda recebes em peso, o que é pior. E só usamos a mesma marca (ex:mac) porque tu recebes de graça pra poder trabalhar, enquanto eu pago com gosto. Então cala a boca!

Pra mim, atendente assim, além de burra (perder clientes) é mal amada. Mulher de cara feia pra mim é falta de sexo. prontofalei.

Gente, esse negócio de olhar de cima a baixo é relativo.
Eu tenho "cara de rica e antipática" ( oi!), se estiver de óculos escuros então... Fora meu tamanho, mas sou mega dócil, acho que isso evita esse tipo de comportamento, fora que eu vou falando como se fizesse parte do staff, ofereço bala, faço graça de mim, já chego desarmando.
Claro que já sai de loja sem comprar dizendo que "eu não devo ser publico deles" em tom alto mais educado, e já deixei de comprar em outras lojas pois como eu sou graaaande, nem sempre toda loja serve pra mim, mas eu dou presentes né, só que sou radical: pergunto pelo maior tmanho, se a resposta é M, balanço a cabeça num "é né", e vou embora.
Uma vez ia comprar um presente pra minha prima ( P ), entrei na loja, comecei a perguntar e a moça logo me informou que "achava difícil" ter a paça no meu tamanho, prontamente respondi que era presente e que lá eu não compraria nem brinco.
Já trabalhei em loja, cliente pra mim era amigo e as vendedoras que me atendem sempre são minhas amigas.
Bato na tecla das Twins e vou além, ninguém precisa de MAC pra ser linda, precisa de respeito e educação.
A gente releva maquiagem mal feita mas não esquece desfeita que fazem conosco!
Bejinhos

Ma', com essas vendedoras a gente tem que ser EVIL mesmo...

Voce ta certa sobre a obrigacao das vendedoras oferecerem um bom atendimento, e nao e' so'pelo "eu tenho dinheiro e voce precisa da comissao", mas porque a infeliz tem que ser profissional, seja uma vendedora, balconista, ou um medico, ou uma advogada.

Porque mesmo de mau-humor, eu trato meus clientes, meu chefe, fornecedores e etc com educacao, independente de estar feliz ou de TPM. E exijo o mesmo tratamento profissional de quem for.

Pras meninas com medo de entrar na MAC ou em outras lojas com mocreias: BARRACO nelas, que elas so' podem ser discretamente grossas, mas a gente pode fazer barulho e deixar ELAS com medo da gente!

Meninas,
Semanas atrás passei por um "stress" na Boticário. Meu esposo comprou por dois meses na loja e todas as duas vezes como o valor foi relativamente alto foi super bem atendido. Em uma dessas oportunidades comprei o curso de maquiagem, porém na data não pude comparecer. Retornei a loja para trocar um produto que meu esposo tinha comprado e aproveitei para remarcar a data do curso. Troquei por três batons e perguntei se poderia adquirir novo curso. E ai recebi a primeira perola: "Não porque vc não comprou maquiagem,está trocando por maquiagem" Não entendi qual era a diferença pq de qualquer forma paguei o mesmo valor e estava levando a maquiagem,inclusive com pagamento da diferença, e deixando o outro produto. Até ai permaneci de bom humor e segui adiante. Entreguei o meu cartão e o comprovante do curso para que a atendente remarcasse. Ela entrou em contato com a supervisora (pois o prazo de remarcação tinha passado) soube da informação, desligou,passou meu cartão, pediu para digitar a senha para depois informar gentilmente que não poderia remarcar o curso e nem devolver o dinheiro. Pode? Ela garantiu a venda para depois prestar a informação da supervisora. Maquiavélica! O mais engraçado foi ver a vendedora informar a supervisora que eu estava comprando três batons quando nos meses anteriores eu gastei tubos na loja.
Percebi que a supervisora poderia ter devolvido, mas não o fez porque a compra do dia era os tais batons. Resolução: Meu dinheirinho essa loja não vê nunca mais! Bjs

Definitivamente vcs deviam enviar esses comentários não só p/ MAC, mas para todas as lojas do OBoticário, Contém 1G, Renner.....
Acho o fim esse mal atendimento!
Qdo fui casar, eu e meu marido fomos olhar as alianças. Saí da faculdade cansada, levemente descabelada, de rasteirinha, roupa simples, cheia de cadernos na mão... e fui no shopping mais banbanban de Goiânia. Fui em várias joalherias para ver o preço da aliança: na 1ª loja (Ricardo Arantes), a vendedora veio até simpática, mas qdo viu que eu só queria ver o preço, e não comprar, logo se desanimou e me ignorou. Na 2ª loja (Omega Dornier), as 3 vendedoras fingiram que não tinha ninguém ali. Fui até uma delas, pedi p/ ver a aliança e ela com muuuuuuuita falta de paciência me mostrou. Saí de lá e fui na 3ª loja (H. Stern). Pensei: essa, que é a mais cara do shopping, a vendedora vai me colocar p/ fora! huehehueh Mas que nada, foi onde fui mais bem atendida! Ninguém ficou me scaneando, mostratam todas as alianças da loja, me serviram café, água.... e a vendedora hiper simpática! Foi lá que comprei minhas alianças!

Eu fico de cara é com a Renner do shopping flamboyant: TODAS as vezes que fui olhar maquiagem, em TODAS elas eu fui mal atendida ou totalmente ignorada.
Vou lá hoje novamente. huehuehuehue Definitivamente, eu não tenho medo de cara feia!

esse post disse tudo que sempre acontece comigo aqui em aracaju,as vendedoras aqui batem o record de antipatia,nariz empinado,e falta de informacao.ja encostei no quiosque da contem 1g duas vezes e se quer a atendente olhou pra mim para saber se eu precisava de ajuda e olha que nesse dia meu marido estava disposto a me presentear,mas como nao tive atencao alguma optei por uma blusinha mesmo.eu nao entendo essas vendedora ja fui atendente,sub-gerente,gerente ate que hoje sou dona da minha propria farmacia,mesmo assim continuo dando a mesma atencao aos meus clientespois sem eles nao teria chegado aqui

É incrível como a forma que uma pessoa está vestida influencia no comportamento das vendedoras... Elas te julgam assim que vc entra na loja.

Mas não são todas né? Adoro algumas vendedoras da loja do Boticário que tem no centro da minha cidade, já as do shopping são péssimas. Se você não comprar nada elas parecem querer te fuzilar, terrível.

Má, que lindas as suas palavras! Não vou nunca, jamais, esquecer dessas palavras! Simplesmente arrasou, e sem mais comentários!

Ai eu me sinto mal, não consigo evitar. Quero aprender a ser assim.

Mari, evite sim! Não é nenhum bicho de sete cabeças. Em se tratando de postura e atitude, as pessoas vêem a gente da mesma forma que a gente se vê e se mostra. Não se sinta mal por vc não. No máximo, se sinta mal pela pessoa na sua frente.

Mas ó: foram anos pra incorporar o "te ignoro". Eu te compreendo. Mas te dou um conselho: quanto mais cedo vc aprender a não levar desaforo pra casa, melhor pra vc. E não falo de rodar baiana (acho que nunca cheguei nesse ponto), tô falando de não deixar que ninguém te desrespeite.

Um beijo e força nessa peruca loira, hein!

Sozinha eu não tenho preparo psicologico pra entrar na MAC hahaha, eu sou muito mestre em ser mal atendida.

Mas estou reclamando, Ana.
Sobre o acontecido comigo no Beleza Natural, mandei um e-mail esculhambando (com classe), e logo a gerente me ligou e estamos resolvendo o problema.

Vou mandar um e-mail pra Granado também, poxa, eu preciso ser bem tratada! Emprego tudo o que ganho com meu desemprego nesses lugaes e ó o que eu ganho!

Mas preciso da MAC! Preciso saber qual é minha cor!

Olha, esse negócio de ser péssimamente atendida é horrível msm.Eu sou da máxima que se tá com cara feia ou não atende bem, não compro e não volto mais.
Até hj não entrei em loja da MAC, mesmo porque aqui em Londrina- PR, não sei se tem.
Mas qdo morava em Bertioga, litoral de SP,e fazia faculdade em Santos, resolvi experimentar. Num belo dia resolvi entrar numa das lojas que vendem importados do shopping Praiamar e fui direto no mostruário da ARTDECO. A vendedora foi super bacana e a maquiadora estava com uma cliente e me pediu pra esperar que logo me atendia. Enquanto isso a vendedora foi me dando amostras de perfumes, deliciosos por sinal.
Enfim, a maquiadora fez uma make maravilhosa em mim,indicou produtos ideais pra minha pele e no fim gastei uns tufinhos por lá.
Nada me foi empurrado, mas gostei tanto do atendimento que resolvi comprar.
Vendedoras assim, só ganham pontos.
Bjs Meninas

Jamile Dionisio   says 9 de julho de 2009 14:49

Acho que todos os blogs deveriam começar uma campanha por bom atendimento, como aconteceu com o post sobre marketing e blogs no blog da Alê Garatoni.
Uma vez fui a uma loja no Rio de Janeiro e eu, com essa cara de gringa (branquela e mal vestida no Rio? Gringa excêntrica) e uma vendedora já veio correndo me atender em inglês. Quando falei que podia falar em português mesmo, o atendimento mudou completamente. Já começou a me olhar com atenção, como se fosse roubar alguma coisa da loja.
Em compensação, quando sou bem atendida, não resisto e gasto mais do que deveria. Se os vendedores fossem mais espertos... Às vezes até penso durante a compra: "Poxa, não preciso disso... mas o vendedor foi tão gracinha que vou levar".
O outro lado da moeda também irrita... quando o vendedor não desgruda da gente. Sinto isso nas lojas da Contém 1g. Nem consigo ver o produto direito, por a vendedora já começa a rezar a ladainha decorada sobre o produto, oferece uma maquiagem grátis e eu nem tenho tempo de ver se aquele produto é da cor que quero, se é bom ou não... Eu gosto dos produtos C1g, já fui revendedora e tudo. Mas não consigo comprar mais lá porque é sufocante!!

Enfim... parabéns pelo post. Acompanho o blog diariamente... dentre os blogs de beleza, é o meu favorito!

Acho que todos os blogs deveriam começar uma campanha por bom atendimento, como aconteceu com o post sobre marketing e blogs no blog da Alê Garatoni.
Uma vez fui a uma loja no Rio de Janeiro e eu, com essa cara de gringa (branquela e mal vestida no Rio? Gringa excêntrica) e uma vendedora já veio correndo me atender em inglês. Quando falei que podia falar em português mesmo, o atendimento mudou completamente. Já começou a me olhar com atenção, como se fosse roubar alguma coisa da loja.
Em compensação, quando sou bem atendida, não resisto e gasto mais do que deveria. Se os vendedores fossem mais espertos... Às vezes até penso durante a compra: "Poxa, não preciso disso... mas o vendedor foi tão gracinha que vou levar".
O outro lado da moeda também irrita... quando o vendedor não desgruda da gente. Sinto isso nas lojas da Contém 1g. Nem consigo ver o produto direito, por a vendedora já começa a rezar a ladainha decorada sobre o produto, oferece uma maquiagem grátis e eu nem tenho tempo de ver se aquele produto é da cor que quero, se é bom ou não... Eu gosto dos produtos C1g, já fui revendedora e tudo. Mas não consigo comprar mais lá porque é sufocante!!

Enfim... parabéns pelo post. Acompanho o blog diariamente... dentre os blogs de beleza, é o meu favorito!

Jamyle.
São Paulo-SP

Também fiquei bege com o poder que essa vulgo vendedoras tem de intimidar as meninas aff...elas tem mais é que exigir serem bem tratadas mesmo.. e dependendo da grosseria, reclamar sim. com gerente ou o que for.

Essas vendedoras queimam total o filme da loja.

Adorei a iniciativa de vcs, e sou totalmente a favor de mandarem aqueles comentarios com experiencias daa meninas para os gerentes das loja.

Duvido q algum gerente com o minimo de inteligencia aprove essas atitudes.

Gurias...
sou atendente em uma beatyshop, minha mãe é gerente e também faço externa. Sempre trato as clietes mt bem, independentemente se ela estiver de chinelos, sem blush, uma roupa megabrega, qualquer coisa... trato sempre igual explico td, tintin por tintin... dou super atenção, testo nelas, respondo as perguntas e dou mts opções de qualidade e preço. A maioria fica satisfeita e até compram mais do que foram comprar.
Agora, tem gente q se aproveita disso, E EU SEI QUEM SÃO, e vão lá, pedem 1000e trossentas coisas, tomam meu tempo e olham com cara de q está me tirando pra palhaça, e depois diz que vai pensar e compra numa concorrente. É mais q uó! Não dá, eu tento mas as vezes n consigo. Meu problema é q eu sou extremamente sincera, e assim como posso dizer q é bom, eu falo na cara quando não me agrada! Aí não sou a favor de 'o clente sempre tem razão' pq SEI q ela vai na lojinhalí comprar... por 10 cents mais barato. Pior que ser pobre é ser ignorante, e isso não é questão financeira.
O pior ainda são aquelas nojentinha do interior que vão lá e fazem pouco caso de TUDO q vc vende, e quando ofereço os 'best of', elas dizem: "ai, já usei e odiei!" Ou pior... "ah, eu peço pro meu pai trazer de Riveira ou SP"... se-fu-dÊÊÊ
É pq eu tenho um estilo meio excêntrico, cabelo sempre com um penteado meio crazy, make... aí essas pessoas da sociedade se acham, tanto que deixam isso bem claro, fazendo total pouco caso do meu belo atendimento. Td bem, sou sempre simpatica, SEMPRE, mesmo q essas pessoa voltarem lá um tempo depois... mas né? Magoa. Nem só isso, vc tem vontade de enfiar as unhas na cara dessas pessoas ou pegar pelos cabelos e bater umas 10 vezes contra parede... pq falta de humildade e respeito não dá! Vc não é obrigada a vender um produto pra uma pessoa q não dá valor pro seu trabalho se tem outra que vai comprar igual, e sem pedir desconto (hahahha, eu peço desconto, e daí?)... por isso belas, as vezes se perdemos a paciencia, deve ser pq o cliente vacilou muito... tipo, comprar e nunca pagar! Né?

Tem menina que pede pelo meu atendimento, e q volta periodicamente...e eu lembro o q elas usaram, pergunto se gostaram, se quer mudar...cor da tinta... TUDO! Então, provavelmente elas confiam em mim e, por maior que seja minha esquisitice e 10cents more q a conco. elas voltam! Isso me deixa muito feliz... até me contam os problemas... queridas amigas! eheheh

Mas ser mal atendida ou ser ignorada só pq vc tá usando uma roupa de brechó com os oxfords da vovó, seu marido parece um punk doido, é novinha e tem um filho, não tem desculpa, perde a cliente na HORA! Mas nunca faço pouco caso das vendedoras, trato todo mundo como gostaria de ser tratada! Tem umas vendedoras que dá vontade de reclamar para os patrões. Por isso me irrito com as 'clientes' que me tratam como se fossem A TAL, tipo, EUPOSSOSOUDASOCIEDADE! 'Sai, sua Vaca' eu penso. hahaha...ok, desabafei, espero q me entendam!

Maaaaaaara esse post! Todos deveriam ler.
Beijos, pretty-twins!

A minha irmã é ótima pra essas coisas! Ela simplesmente ignora cara feia de vendedora e pede pra ver TUDOOOOO na loja! Depois de experimenttar TUDOOOOOO, ela decide se leva ou não, sem o menor contragimento se precisar dizer, ahhh hoje não vou querer nada, obrigada! Com muita educação é claro pra deixar a vendedora mal educada desarmada!

Meninas, amei este post. Tanto que vou colocar um link para ele no meu blog. Acho mesmo que temos todas que bater o pé sobre essa questão. As vendedoras tem que aprender que educação, atenção e gentileza são requisitos BÁSICOS não apenas para qualquer pessoa, mas ainda mais para quem lida com o público. Sou daquelas que se não for bem atendida simplesmente não volta na loja. Não faço escândalo, porém não me sinto bem em saber que além de me tratar mal a fulana ainda vai estar ganhando em cima de mim. Levanto o narizinho e bye bye!!!
Beijossss

Bom, nunca comprei nada na MAC, mas no Boticário (aqui em Sampa) compro sempre...E sempre fui muito bem atendida. Às vezes percebo que a vendedora é uma pessoa simples,ou muito novinha, gente que ainda está se inteirando do tema...Temos q ter um pouco de paciência, a rotatividade é grande nessas lojas, nem sempre pegamos uma vendedora que já tem " a manha". Mas na Boticário sempre me oferecem maquiagem, limpeza de pele -- e não necessariamente quando faço compras! Enfim,um pouco de sorte influencia tb.

Oi querida, AMEI o post!
Eu acho a MAC do Barra Shopping beeeeeem caidinha tb! A menina atende meio que te avaliando, tem uma vendedora la, Letícia o nome dela, de primeira daria nota 2 hoje dou nota 6,5 (pra vc ver a situação!). Ja a boticario, nao existe UMA SEQUER q eu fui bem tratada, absurdamente! Acho que as meninas que vão trabalhar la, elas jas se acham DONAS da loja e ainda por cima casadas com o Eike Batista! So pode, pra tamanho nojo! Enfim... adoreei a materia! Beeijooos Gata!

Má estou apaixonada pelo blog! E esse post me fez super bem, como gostaria q a bruxa q me olhou da cbç aos pes lesse, mas fui medida assim na MAC do Corte Ingles aqui na Espanha, fiquei chateada e sai de mãos abanando por conta da cara abusada da vendedora, já em outro dia fui mt bem atendida na Sephora e sai de lá cheia de comprinhas, a vendedora foi mt atenciosa e simpatica. Ñ tem como esses posts chegarem as lojas daqui?! Seria otimo! Bjs, Juli. Amo o blog!!!

O primeiro comentario fala q seria otimo se fosse possivel enviar o post para os SAC de todas as lojas de cosméticos do Brasil, eu gostaria q fosse pra lojas daqui (Espanha) tbem! Super beijos, obrigada, amo!!! Juli.

Postar um comentário

2010 Trendy Twins - todos os direitos reservados Desenvolvido por Projecto Comunicação