usuários online
 
 
 
Fashion Import
 
http://trendytwins.com.br/img/imagens/tit_girls.jpg
Faça parte desse grupo

Twin da Moda: Compras Conscientes  

Categoria(s) ,

por Ana Farias




É fato, todo mundo adora uma liquidação, uma queima de estoque, uma novidade. Mas como saber se esse objeto de adoração é realmente um bom negócio? Foi o que uma reportagem da revista Elle do mês de junho propôs, com dicas para nos ajudar a comprar bem sem se dar mal em compras na web e no cartão. Agosto tá chegando e é mês de liquidação de inverno, então vale a pena ficar atenta às dicas pra não gastar no que não precisa e se arrepender depois.

Cuidado com o saldo de descontos que as marcas propõem. Não é porque a peça é linda e que tem 5% de desconto que você necessita dela. Procure similares em outras marcas, pesquise mesmo antes de fechar negócio. Isso ajuda não só a economizar, como dá um tempo pra você analisar se esse produto é realmente indispensável na sua vida. Principalmente nós, mulheres, compramos por impulso, e essa é uma dica boa pra ninguém ficar no vermelho sem necessidade, e ainda odiar o que comprou depois.

Nem sempre pagar muito é sinônimo de pagar por qualidade e durabilidade, e vice e versa. Uma calça de R$800,00 pode ser um item de luxo, indispensável se você gosta de ostentar marcas, mas uma outra calça de R$200,00 (o que, na minha opinião, ainda é caro) pode cumprir o mesmo papel e ainda te vestir melhor. Analise o custo benefício!

Uma coisa que todo mundo precisa prestar atenção quando vai comprar uma roupa, tanto nas marcas famosas quanto nas mais populares, é reparar no tipo de tecido, na composição dele (olhe na etiqueta interna da roupa), no acabamento e no caimento que ela tem no corpo. Quanto mais sintético o tecido for, mais “fajuto” ele pode parecer no seu corpo, além de esquentar muito, não deixar seu corpo transpirar e deformar fácil.

A costura tem que ser o mais bem acabada possível e em hipótese alguma coçar ou incomodar na hora que você vestir. Se depois desse confronto com a peça sua opinião for “mais ou menos”, desista, o produto está muito caro pelo que ele se dispõe a ser. Certifique-se que a peça ficou des-lum-bran-te no seu corpo, sem nenhum defeito ao vestir.

Se rolar um “mas...” quando estiver provando, tipo “se diminuiu o bumbum MAS deixou as pernas curtas”, “se ficou lindo no peito MAS pega na cava”, nem leve, porque uma engordadinha básica ou um movimento em falso vão te deixar incomodada - e, por mais que você ame o produto, ele vai ser sempre sua segunda opção.

Se a intenção é realmente comprar um artigo grifado, prefira os modelos mais clássicos, sejam em bolsas, roupas ou sapatos, pois eles sobreviverão por muito tempo no seu armário. Peças estampadas ou que tenham uma modelagem característica podem ser compras furadas, pois vão durar uma só estação sem parecerem datadas. Prefira os neutros, sempre. Se o preço ainda estiver pesando, uma continha também é válida nessa hora: divida o preço do produto pela quantidade de vezes que você irá usar a peça. Mesmo que ele seja caro, se você usar demais o custo vai ser bem aproveitado pelo tanto que você usa o que comprou.

Outra dica IMPORTANTÍSSIMA pra aproveitar ao máximo as ofertas é analisar seu acervo antes de ir ao shopping. Ver o que você precisa e já pensar no que combina com o que facilita muuuuuuito a variedade de combinações que você poderá ter, e evita aquele problema de roupa entulhada sem possibilidades de combinações - além de abolir o NÃO TENHO ROUPA PRA SAIR da sua vida.

Agora é época de investir em casacos e botas, nem tanto em jeans e blusinhas, pois são artigos que são constantes em qualquer coleção, seja de verão ou inverno. Já no verão, é legal pensar em comprar biquínis, saias, shorts...

Falando em conter gastos, as meninas fofas do Economoda, a Julia e a Vivian, sempre dão dicas muito úteis na hora de gastar nosso rico dinheirinho, e o lema do blog é ficar bonita com economia. Entre os posts didáticos que elas fazem, existem dicas sobre como montar uma planilha de gastos no Exel, o que raios são aquelas mil taxas em cima dos nossos produtos, além de achados imbatíveis. Vale muito a visita pra aprender!

Na reportagem da Elle, ainda há dicas pra comprar a make certa sem desperdiçar seu dinheirinho, como adquirir novas tecnologias sem que elas fiquem ultrapassadas logo, os truques pra se comprar na web e pra segurar as contas do cartão pra não ficar devendo. Como a revista já saiu das bancas, a matéria fica todinha pra vocês aqui, pra estudarem tudo direitinho e pensarem mais antes de se renderem ao consumismo desenfreado! É só clicar no arquivo abaixo:



Beijos!

Correspondente (Gêmea) Especial Marina

13 comentários

Dicas valiosas pra gente não se perder nas compras, e acabar entulhando o armário!!! E fazendo um rombo na conta ou no cartão!!!


Beijoooo

post bem legal e consciente. posso usar esse espaço aqui pra uma reclamação (mesmo sabendo que voces não são do procon)?

costumo cavucar roupas na c&a e riachuelo mesmo, porque na minha cidade não temos tantas opções de coisa de qualidade a preço razoável. eu precisava (de verdade!) de uma bolsa grande pra ir à universidade. depois de uns TRÊS meses (veja que procurei, procurei e ponderei) na saga de encontrar a bolsa, achei um modelo lindo na c&a: básica, preta, grande, sem brilhos e frufrus. basicão para o dia-a-dia. preço razoável (R$80).
comprei.
depois de usar duas vezes, a bolsa estava com rasgos nas costuras de sustentação.
costurei.
dois dias depois, a alça arrebentou em outro lugar.
sinceramente, né??? me senti ofendida e a pessoa mais idiota do mundo, no mínimo.
sei que a maioria das bolsas boas são muito mais caras que isso, mas R$80 não se consegue fazendo nada. e agora não posso nem trocar a bendita (maldita), óbvio. eu acho que se uma loja que pretende ser bem vista pelos clientes se propõe a vender uma coisa, que seja algo com o mínimo de qualidade. ou, simplesmente, não vende bolsa! vende só roupa, oras.
isso já aconteceu com vocês?

suzi

Muito bom, aliás, a gente sempre fica meio perdida em época de liquidação, sai querendo comprar tudo o que vê pela frente! Hehehe

Ahh, to de blog agora, até falei lá do Trendy Twins... da uma olhadjénha: www.batomnovo.blogspot.com

beijoooos! *;

ADOREI o post e as dicas, afinal quem não gosta de uma liquida, né?
Mas é sempre bom analisar bem pra não se arrepender depois e o barato acabar saindo caro...

E, gente, alguém sabe de algum esmalte dessa cor da modelo da Elle??? Acho essa cor tão linda, mas nunca encontrei nenhuma parecida.

Realmente nós mulheres somos terriveis quando vemos uma promoção! Os olhinhos brilhaam. Só que muitas vezes acabamos fazendo mau negocio!!
Beijoos

Marina,

Brigada por citas a gente!!! E suas dicas tb foram ótemas!!!
Bjinhos
Vi

Má e Boa,
hj tô comenando só p/ dizer q amo vcs e leio todo dia! Vcs estão na minha barra de favoritos!
Prontofalei.

Bjosss

AMEI as dicas da Marina!!! Depois dos encontros com a Claudinha Pimenta, estou bem mais consciente na hora de gastar meu rico dinheirinho!!
Não canso de dizer: Esse blog é indispensável para minha vida!!
Bjssss meninas :)

Meninas q ótimas dicas! ontem quase comprei por impulso. Achei uma calça dolce gabbana linda na Promoção custando 250,00 reaizinhos rs... me empolguei né, mas acabei não levando. Ficou larga na cintura...achei q tinha q ficar perfeita pelo valor, ao invés disso comprei um óculos e uns creminhos tudo de bom...Dessa eu escapei!! :)

eu sou looouca por promoção, mas felizmente mamis me criou à ferro e fogo, daí eu aprendi a ser consciente. cometo uns deslizes aqui e acolá às vezes, mas nem tudo é perfeito, néam.

Marina Campos - Twin da Moda   says 11 de julho de 2009 22:24

Amadinhas queridas!!!

Que bom que gostaram do post! E isso mesmo, bora pensar mais na hora de comprar, sendo uma calça D&G ou uma do Bom Retiro...Não é pq é barato que nosso dinheirinho não deve ser bem gasto.

Suzy, acho que vc tem todo direito de reclamar! O blog é feito pra expor nossas opniões e compartilhar - pq não - revoltas! R$80 não é barato MESMO pra uma bolsa, e da C&A ainda. Já comprei ótimas bolsas lá, de couro legítimo [olhe bem na etiqueta] e que estão durando até hoje depois de muito batente... Mas sei que nessas lojas de departamento tem mto produto vagabundo misturado aos de alguma qualidade. O segredo é prestar MUITA atenção à tudo, principalmente ao material pra saber o quanto é resistente. Quer um conselho? Procura mesmo o Procon pra saber dos seus direitos, alguma orientação eles podem te dar em relação ao caso.

Bjinho girls!

Ótemo post, é preciso consumir com consciência e não sair gastando feito LOUCA! O que as vezes é tentador, mas precisamos encarar a realidade e em tempos de crise o melhor mesmo é PONDERAR!!! Bjks

Mari...amei o post!!!!
Super válido em tempos de crise!!!!
Graças a Deus sou comedida...trabalho com adm financeira, nada mais justo do que ser chata até pra gastar o meu...rs
Sempre me valho das 5 perguntinhas:
Eu quero?
Eu preciso?
Eu devo?
Eu posso?
Eu mereço?
Se conseguir dizer sim a todas elas, e, ainda achar que o ítem ME merece, eu me jogo.
Claro que, nem sempre consigo conter o impulso, mas, com suas dicas aliadas à minha velha estratégia me sinto imbatível!
beijão

Postar um comentário

2010 Trendy Twins - todos os direitos reservados Desenvolvido por Projecto Comunicação