usuários online
 
 
 
Fashion Import
 
http://trendytwins.com.br/img/imagens/tit_girls.jpg
Faça parte desse grupo

Desencravando as Dúvidas: A Unha  

Categoria(s)

por Vivi




Dizem que declinar elogio é feio, falta de educação. Então, quando vocês elogiam minhas unhas nos posts com swatches de esmaltes, eu agradeço com sinceridade e fico muito orgulhosa. Não por mim, mas pela herança genética, que me deu unhas assim, no mesmo formato que as de mamãe. Assim como minhas sobrancelhas são originais de fábrica, mas aí já foi mistura mamãe+papai. Presentes, né, que a gente carrega para sempre :)

Então vamos falar sobre unhas. O que são as unhas, dá para melhorar, elas ficam doentes? Veremos.

Ungula
Nossas unhas são lâminas duras de ceratina semi-transparente, que revestem a extremidade dos dedos dos pés e das mãos. Elas funcionam como proteção para as pontas dos dedos, facilitando os movimentos e nossa habilidade de agarrar (ui!) coisas.

A forma e tipo de unhas (e também dos cabelos) são definidos por células matrizes, aquilo que chamamos de herança genética. Com um tipo de "memória" essas células têm "gravadas" as informações de cada pessoa. Como tudo nessa vida, nada é definitivo. Essa "memória" genética pode ser alterada, seja por traumas - como quando prendemos o dedo na porta e a unha passa a crescer "torta". Outras vezes, as células matrizes não são atingidas pelo trauma e a deformação vai se deslocando até chegar na ponta da unha e ser cortada.

Outros fatores, como características genéticas específicas a algumas raças, ou alterações (ou padrões) hormonais também definem o formato das unhas. E, mais recentemente, alguns procedimentos mais invasivos, como pequenas cirurgias, também podem ser utilizados, mas apenas em casos extremos.

Quem já perdeu uma unha sabe da dolorosa verdade: uma unha da mão leva até seis meses para crescer completamente, da raiz até a ponta. Já as unhas dos pés levam de oito meses a um ano!!! Confesso, quebrei minha unha do pé bem no meio e fiquei ar-ra-sa-da. Porque, pôxa, fica feio, heim, gente, um dedão sem unha. Eu até considerei a possibilidade de usar uma unha postiça, mas graças às vitaminas e sais minerais, minha unha cresceu rapidinho.

Para manter a beleza e a saúde, existem quatro fatores que precisam ser observados: comprimento e formato, textura da superfície, cor e integridade da pele ao redor das unhas.



Formatos
Essa ilustração foi retirada do site da Fing'rs, que trabalha com todo tipo de produtos para unhas, principalmente postiças. Mas ela serve para demonstrar as opções na hora de lixar as suas unhas.



Sempre levando em consideração a curvatura natural das unhas (característica herdada, isso não dá para mudar, por isso algumas pessoas têm unhas mais chatinhas, enquanto outras mais definidas, como telhinhas), o ideal é escolher um formato que favoreça as características atuais das suas unhas (se estão duras ou molinhas; fortinhas; fraquinhas).

Para as mãos, pega bem o formato arredondado, mas não pontudo. Uma ponta pronunciada, como vimos as garotas usando na Europa há pouco tempo, facilita a quebra. E nem é bonito, néam...

O formato oval é bacana para unhas fracas, porque dificulta a quebra.

Unhas quadradinhas exigem movimentos retos da lixa. E cuidado para não arranhar as pessoas depois.

Para ter unhas arredondadas, a lixa deve ser utilizada na diagonal.

Dica: uma vez ao mês, lixe a superfície das unhas, com a parte mais fina da lixa, para retirar as impurezas e as células mortas. (Adoro!) Use um óleo vitaminado para facilitar a tarefa e não passe esmalte nesse dia.

Para evitar que as unhas dos pés encravem, o ideal é que sejam lixadas em formato quadrado.

Pra ficar fortinha
Unhas fracas e quebradiças são causadas, geralmente, por falta de vitaminas A, C, E e minerais como zinco, ferro e cálcio. Nada que uma alimentação caprichada não consiga corrigir. Não consegue se alimentar direito? Só um médico pode receitar o suplemento ideal para seu caso. Marque uma consulta.

Na tabelinha abaixo (cliquem para ampliar), podemos ver algumas mudanças na coloração das unhas que podem indicar probleminhas de saúde e merecem uma visita ao médico:



Fique de olho
Em artigo da nutricionista Vanessa Pimentel, especializada em Obesidade e Fisiologia do Exercício pela UNIFESP, ela mostra como identificar as possíveis problemas e usar a alimentação a favor da sua beleza e saúde.

Pequenos sinais hemorrágicos
Falta de vitamina C. A deficiência deste nutriente, que também é oxidante, é a principal causa do escorbuto. Boas fontes são as frutas cítricas e as folhas de cor verde escuro. Para que sejam devidamente absorvidos pelo organismo, estes alimentos devem ser consumidos frescos e crus.


Manchas brancas

Sugere quadro de deficiência em selênio e zinco. A falta de selênio pode aumentar o colesterol e causar problemas cardíacos. Ele é amplamente encontrado no gérmen de trigo, tomate, tominho e milho, entre outros cereais. Já a falta do zinco é muito mais séria para o organismo. Doenças como câncer, diabetes, obesidade e retardamento do crescimento estão relacionadas a esta deficiência.


Manchas vermelhas

Remete ao excesso de selênio, que pode causar dermatites, fadiga muscular, quadro pulmonar e lesão no sistema nervoso central.


Unhas grossas e espessas/Unhas pequenas e com estrias

São resultado de uma dieta pobre em vitamina A. Ela é essencial para a formação dos tecidos epiteliais, estruturação óssea e queritinização. É encontrada em folhas de cor verde escuro, legumes alaranjados e alguns derivados animais.


Unhas quebradiças (associadas à queda de cabelo, palidez e cansaço)

Possível deficiência de ferro, que pode levar à anemia.


Unhas frágeis (associadas à pele seca com descamação e queda de cabelos)

Pode identificar uma deficiência em cálcio. O cálcio é o maior responsável pela constituição dos ossos e sua maior fonte é o leite.


Pregas transversais

Baixa ingestão protéica, que pode resultar em subnutrição ou anemia. As carnes são as maiores fontes de proteína.
Os cosméticos podem camuflar essas diferenças e melhorar a aparência das unhas – mas devem ser utilizados com cautela e bom senso. Sempre que necessário, porém, um dermatologista deve ser consultado: antes de camuflar a lesão, é preciso saber se há alguma causa para estas alterações e tratá-la.

Unhas dos pés



1 - Normal - As unhas dos pés com este formato devem ser cortadas somente a borda livre (parte branca). As laterais não devem ser cortadas em curvas arredondadas.

2 - Normal com corte incorreto - Esta unha foi cortada de maneira incorreta, com a retirada da lateral. Quando houver necessidade de arrumar este corte, só um profissional, ou seja, o podólogo é quem deve fazê-lo.

3 -Involuta - Neste formato de unha, as laterais são arredondadas. O ideal é não aprofundar o corte das laterais.

4 -Telha - Tipo de formato onde a unha tem as laterais levemente pontiagudas. Ao fazer o corte, acompanhar a parte branca da unha sem retirar as laterais.

5 -Funil - Neste formato, as laterais já são bem mais profundas. O ideal é que um profissional faça o corte uma vez por mês. Nas semanas após o corte, usar uma lixa caso haja necessidade.

6 -Gancho

7 -Torquês

8- Caracol - Estes três tipos de unha (6,7 e 8) exigem muita habilidade para cortá-las. O recomendado é que apenas o podólogo faça o corte.

9 -Cunha - Este formato de unha é pouco comum. É semelhante ao formato funil, só que as laterais são bem mais livres. Com muito cuidado deve ser cortada somente a parte branca (borda dianteira livre).


Não tem di$ponibilidade para consultar um podólogo? Não corte as unhas, apenas use a lixa - com vontade! - para não fazer bobagem.

Cosmeticamente falando
Os cosméticos podem ajudar a melhorar a aparência das unhas com problemas e, no caso dos dermocosméticos, fazem parte do tratamento tópico(aplicado).

Existem várias opções no mercado, desde bases vitaminadas, produtos para cutículas e muito mais. Vou linkar aqui uma linha que NÃO É BARATA, mas tem resultados garantidíssimos e tratam as unhas. Já falamos muito dela por aqui e vamos continuar a falar, já que, em cuidados com mãos e unhas, a suiça Mavala é rainha:


Proteção Mecânica para Unhas
Uniformizador para Unhas Estriadas
Clareador Ótico para Unhas

Depois dos cuidados é só escolher o esmalte da semana e desfilar toda gatha por aí!

Boa

Fontes de consulta:
soares ribeiro, lucia helena - a unha: estudo da anatomia,
fisiologia e alterações da cor. tese de mestrado
www.dramariadefatimagarbero.site.med.br
www.dicafeminina.com

7 comentários

Boa, adorei as dicas! Eu tenho as unhas mais quebradiças desse mundo e agora meu cabelo tb. está caindo aos montes. Li o quadrinho e já marquei mediquinho pra fazer check up anual!
Beijinhos, Cris Yumi
Ps. : tô viciada nesse blog!

Atitude perfeita, Cris! Provavelmente é só uma carência alimentar, mas não custa ver como anda a saúde como um todo, tá de parabéns :)

Bjk, nós tb somos viciadas em vcs rsrsrs

noooossa, Vivi, nunca vi um post tão completo!
show de bola;)

Vivi, post perfeito! Amei as informações. Só senti falta das unhas que "desfolham" nas pontas. Bjs, lindona, tá de parabéns!!!

Beleza de post! tks!

tenho uma deficiencia nas unhas,meu dedo tem o formato das unhas,mas elas nao nascen nem crescen o que eu devo fazer?

Parabéns as informações estão bem claras!

Postar um comentário

2010 Trendy Twins - todos os direitos reservados Desenvolvido por Projecto Comunicação