usuários online
 
 
 
Fashion Import
 
http://trendytwins.com.br/img/imagens/tit_girls.jpg
Faça parte desse grupo

Dicas de Buenos Aires - Parte I  

Categoria(s)

por Vivi




((Atualização - Várias pessoas comentaram que o calor de janeiro atrapalhou o passeio. Fica registrado, valeu!))


Meninas que vão pra Bue na Páscoa escreveram pedindo dicas.Vou fazer um guia/relato/memórias em partes, tá, pra não enjoar...


Melhor época para ir
Janeiro, além de ser o mês das liquidações, também diminui o fluxo de portenhos por lá, já que aproveitam o verão e saem a procura das praias do Uruguai e do Brasil. Não digo isso pela rixa ridícula (que existe e você vai sentir) entre brasileiros e los hermanos. É que isso faz uma diferença enorme em um fator crucial de Buenos Aires: o TRÂNSITO. Imaginem São Paulo ou o Rio de Janeiro sem Código de Trânsito, uma terra sem lei. É assim, ou pouco pior.

Você entra no taxi/remi/van sem saber se chegará com todas as partes do corpo ao destino final. Que, sério, se envolver pegar uma auto estrada pode ser seu destino final mesmo. Tenham medo, muito medo. Usem apenas os taxis oficiais (pretos com teto amarelo). Taxi lá é bem em conta, mas os remises também (eles não têm taximetros, são carros alugados com chofer) compensam muito, você negocia se quer pagar por dia ou por hora. Peça indicações no hotel.

O metrô (subte) funciona e dá conta de te levar a todos os pontos do microcentro - Buenos Aires é cercada de províncias. Se preferir, vá de trem.

Os ônibus são uma piada, até bonitinhos de tão antigos e pitorescos. Acho que não compensa a economia, tire fotos de alguns e garanta sua segurança em carros melhorzinhos. Andei muito a pé mesmo, sempre que possível. E no Centro é bem possível.

Refeições

desayuno - entre 7 e 11 horas
almoço - entre 12 e 15 horas
merienda - ente 16 e 18 horas (minha refeição preferida)
jantar - após 21 horas. E nem pense em ir jantar antes disso. Vai encontrar tudo vazio, micão. Que eu paguei no primeiro dia, lógico.

Dindim
Peso.
Meu conselho é "encomendar" a quantidade que pretende gastar e já fazer o câmbio de seus pesos aqui no Brasil, mesmo. Mas precisa pedir antes na casa de câmbio, porque não têm pesos disponíveis a qualquer hora.

Claro que você também pode cambiar lá, mas a taxa nunca bate com a nossa, sabem... Eles também aceitam Reais e Dólares, mas o preço final acaba sempre sofrendo uma inflacionada. E eles também aceitam cartões de crédito internacionais, of course.
Leve seus pesos e compre feliz!

Compras
Todo mundo sabe que Buenos Aires virou a 25 de março deluxe dos brasileiros, né. É mais barato mesmo, sem dúvidas. E não faltam lugares pros seus olhinhos brilharem:

Fazendo a Fyna:

Shopping Abasto

Galerias Pacífico

Pátio Bullrich

Alto Palermo

El Solar de la Abadia

Lugar imperdível e sem frescura pra quem quem gastar sabiamente seu dinheirinho:

Shopping Unicenter

Compras no centro
Todos os guias (dispenso!) vão te empurrar pra Calle Florida. Vá para conhecer, mas não se engane. Corra pra Avenida Santa Fé (Maipú até Scalabrini Ortiz) e, lá sim, se esbalde. Peças muito mais modernas e com preços incríveis. Compre sua jaquetinha de couro, amigha!

Só não gostei dos sapatos. Nada mesmo.

Se o que você procura é luxo & poder: Av. Alvear
Quer outlets: Av. Córdoba
Decoração: Calle Arenales
Antiquários: Cale Arroyo
Populares: Distrito Del Once
Achados: Bairro Palermo Viejo (Palermo Soho)


Outro conselho: não compre no freeshop da ida para Buenos Aires. O da volta é uma loucuuuuuura!

Depois eu continuo, poque Buenos Aires não é apenas compras; é muito mais que isso. Mas que tem muito ainda pra falar a respeito, tem...

Vivi

36 comentários

Dependendo do tempo que vc vai ficar lá, vale MTO a pena alugar um apartamento!!! Eu fiquei uma semana e fiz isso... Meu cunhado tbm, uma amiga tb... todos deram certo!

Sai bem mais barato... Por exemplo, eu gastei 300 dolares por uma semana em um apê a duas quadras da Florida. Uma diária de hotel dificilmente sai por mto menos de 100 dólares... Isso pra 3 pessoas!
O site do que aluguei é esse: http://www.4rentargentina.com/... Mas minha amiga encontrou um outro na internet e arriscou, deu certo tbm! Claro que vc perde a mordomia de camas feitas e quarto arrumado qdo vc voltar, café da manhã, etc etc etc... Mas eu gostei da economia!

Buenos Aires é tudo de bom! Queria mto voltar!!! Tenho o endereço de algumas lojas outlet, como a Prune... loja de bolsas maravilhosa! Vii, vou procurar aqui e dps te mando, se quiser divulgar!

Bjos!

ADOREI!!!
Meu namorado esta doido para ir mais pro meio do ano, ou depois... Vou guardar esse guia para usa-lo sabiamente depois. =D

Beijos

Oi Vivi
Sobre o dindim, tem que ser feita alguma declaração do valor que se está levando, ou é só esconder pelas malas. rsrs?
bjao

Eu fui em princípio de Junho, Dafne :)

Manda, sim, Lê. Eu coloco na parte 2!

Vah, eu me lembro vagamente de preencher alguma coisa no avião e entregar na chegada. Mas não lembro se há limite... Pôe na mala, amigha! rs

Bjus

Ótimo! Brigadaaa!
Eu já li várias coisas tb sobre troca de notas, que é comum e tal. E o que fazer se tentam te lograr e tu percebe na hora? Arma um barraco? Dizem que as falsificações são bem toscas...

Vivi, irei imprimir esse roteiro. hahaha

Então, não coloca na mala não porque é arriscado amighas.
É na bagagem de mão e olhe lá.

Bjo

Vah, não aconteceu comigo isso das notas, ma teve uma situação em que me venderam um coisa (um jantar romântico VIP) e depois queriam me convencer de que o jantar VIP era realmente servido em mesas coletivas, cheias de estranhos VIP. Eu não dei barraco, mas fui muito firme e argumentei com o metre. Consegui minha mesa romântica :)

Isso, Nina, na bagagem de mão! Inclusive é legal gastar 10 real e embalar as malas em plástico no aeroporto também.

Bjuuus

bom post.
eu vou pra lá duas vezes por ano há muito tempo já e, com base numa experiência um pouco mais longa, discordo um pouco de algumas coisinhas: o inverno é bem mais bacana de aproveitar do que o verão; não acho que o trânsito seja essa loucura toda (embora os motoristas sejam, de fato, hiper sem noção); fazer o câmbio lá, em dólares, é bem mais vantajoso do que reais (fazer o câmbio aqui sempre foi, para mim, a pior opção).
No mais, tudo é questão de gosto mesmo. Particularmente, detesto o Unicenter. (rs)
De resto, assino embaixo.

Só para meter o bedelho, como disse a Lê, a melhor opção de estadia é mesmo alugar um apartamento. Nunca me hospedei de outra forma lá e a maioria dos sites de aluguel de temporada é confiável sim. Já utilizei os serviços de pelo menos meia duzia e nunca tive problemas.

beijocas,
Tati

Oie, nunca comentei, mas gostei do post ^^
Minha família inteira mora lá, por isso vou sempre.
Eu recomendo qq data menos Janeiro, lá faz um calor insuportável, vc já sai grudenta do banho e os maravilhosos sorvetes derretem em segundos.
As roupas que eles lançam no verão são de qualidade muito inferior...
Quem quer comprar coisas boas, casacos estilosos e botas legais é melhor ir no inverno...todas as vezes que eu fui voltei com coisas maravilhosas de lá.
Ah! e as sorveterias não fecham no inverno! Prestem atenção na sorveteria Munche´s, é a mais cara, mas tem o melhor sorvete! O Super Chocolate e o Super Dulce de Leche são os melhores!
A Avenida Santa Fé é maravilhosa!! tem lojinhas lindas e mais alternativas! Já a Av. Córdoba tem outlets mesmo, mas o preço não é tão bom assim e as peças possuem muitos defeitos, tipo buracos mesmo...
E a melhor MAC das redondezas com certeza fica no free shop da volta!
Bom, espero que tenha acrescentado algo e quero ver os seus outros posts, me dá muita saudadinha de Buenos Aires ^^
Besitos!

Fui pra Bue em set/2009 e simplesmente amei. Voltarei n vezes...
Só tenho q discordar de um ponto: em cinco dias na cidade, em nenhum momento rolou qq menção à rixa entre brasileiros e argentinos. Muito pelo contrário! Fui tão bem tratada em todos os lugares (lojas, restaurantes, hotel, taxis, museus, etc, etc) que voltei pro Brasil prometendo que jamais faço qq piadinha com nossos hermanos novamente. Rixa com a Argentina agora, só no futebol!
E a Prune é realmente tudo de bom, especialmente a outlet.
Bjs!

Acho que, por ter ido várias vezes, você se acostumou com o trânsito, Tati rsrsrsrs Porque eu achei o pior dos absurdos, me senti, tipo, na India, só que sem as vacas na rua. E eles fazem buzinaço o tempo todo, achei super falta de respeito.

Eu levei um cartão Confidence, daqueles que 'carregamos' um valor,em dólares. Acabei voltando com dólares, porque comprar a vista e em peso sempre saía mais barato. Enfim, experiências, né.

Menina, o Unicenter é vida! Aquela Falabela enoooormeeee. Achei o atendimento (em geral) bem antipático, mas isso nós temos aqui também. Mas, felizmente, é exceção rs

bjim

Minha dica:
Troque os pesos no Banco de la Nacion (do lado da casa rosada). Lá é o lugar mais barato ever!
Eu fui com umas amigas em outubro do ano passado, elas trocaram os pesos aqui por 60 a 70 centavos. Eu (e minha mania de deixar tudo para ultima hora), arrisquei trocar lá e fiz a conversão por 48 centavos!!
Valeu muito a pena!!
Bjos

Andreza, sabe que sou faladeira demais. Quando vejo estou tagarelando com todo mundo, daí acho que o povo pegou confiança e resolveu se abrir, né... Teve um remisero que chegou a dizer que não aguenta mais ver Buenos Aires transbordando brasileiros e chilenos. E coisas de futebol, então, af... perdi a conta das ironias.

Mas hoje a Argentina enfrenta uma crise muito mais grave do que quando fui, então, acredito que estejam valorizando bastante os turistas brasileiros.

Paola, que inveja rosa de vc! Eu tb queria ter parentes por lá rsrsrs

Olha, fui em junho, mas os viajantes de carteirinha me disseram que em janeiro era melhor pelo trânsito e pelas iquidações.

Claro que nós preferimos o friozinho, né... casacos e mais casacos!!!

bjks!

meu amor, doce menina, os porteños nao procuramos as praias uruguaias e brasileiras, ja temos as nossas praias super bonitas e charmosas, como Mar del Plata, Pinamar, Villa Gesell, Mar de las Pampas, Cariló, San Bernardo, Necochea, e muito mais, cada uma com seu propio encanto. Ha argentinos que viaja ao exterior, e entre eles ha quem procura distintos paises, entre eles o uruguai e brasil e entre eles as praias.

Per supuesto que si!

:)

Vivi, adorei as dicas!

Só discordo que a melhor época para ir seja janeiro...eu já fui em janeiro e achei MUITO quente, tipo insuportável mesmo. Fiquei cheia de marcas das regatas de andar naquele calorão, a maquiagem derretia, tudo derretia...achei que atrapalhou um pouco o passeio porque ficávamos exauitos muito rapidamente. Não recomendo esta época do ano, não!

Vivi querida, achei este site por acaso + adorei as dicas, vou p/ Buenos Aires em abril e qualquer dica é valiosa, obrigada. bjos.

O verdade toda nessa história eu não vi . Quanto se gasta numa viagem dessa, estou falando de tudo no final das contas quanto em reais??

Fabiane fabimguedes1@hotmail.com   says 10 de março de 2010 16:37

Oiee Meninas,

Já fui no frio e no calor para Buenos Aires, acabei de voltar de lá, o calor tava demais, é muito abafado e vc derrete, mas foi otimooooo . Como fui fazer intercambio fiquei em casa de familia, o que saiu em conta a hospedagem.
Eu adorava fazer compras de produtinhos de beleza na Farmacity, é super em conta e tem de tudo lá. Adoro..
Eu levei pesos daqui, e não tive que declarar o quanto eu levei, colocquei um pouco no bolsos da calça rss e na bolsa.
Eu conseguia sacar pesos pelo caixa eletronico. Se o seu cartão for de conta corrente e aceitar a Rede Plus , você consegue sacar sem problemas e o preço sai em conta mesmo com a taxa do saque que se não me engano são 11 pesos RS5,50.

Tô combinando com o amor de ir no inverno, eu prefiroo frio. Saindo aqui do Rio Grande sai até mais barato que de outros lugares. Quero ir de ônibus pra ir conhecendo tudo, apesar de ser mais confortável ir de avião. =) Espero que a minha experiência seja boa. Beijos e obrigada pelas dicas. =)

Muito bom o post, e me deixou com uma vontade incrível de ir à buenos!!!

Comprar lá é muito bom!!!!

Fui pra BA em julho de 2007, um amigo foi coisa de um ano depois e nem eu nem ele sentimos qualquer tipo de hostilidade por sermos brasileiros.

Nas (poucas) viagens que fiz, sempre levo um pouco de dinheiro, mas faço o gasto grande no cartão de crédito - acho mais seguro e anoto todas as despesas em um caderninho, para não me perder.

Mas a verdade é que quando fui pra BA eu conhecia muito mal esse maravilhoso mundo da beleza e só comprei livros lá. Lembro de ter visto algumas lojas de sapato e tê-los achado bem cafoninhas...

Beijinhos!

Adorei o post Vivi, estou com viagem marcada para o dia 26/3 e estou super ansiosa! Até lá espero que você faça mais posts e depois eu venho aqui para dar uns pitacos, rsrsrs.

Queria tanto ir fazer compreeeenhas em Buenos! Dizem que melhor que lá, só os states mesmo né? Ou China hauhsuha
Quando puder, certeza que vou usar esse post como referência!
Bjusss

Buenos Aires é T-U-D-O!

Confesso que não fiz muitas compras, mas me esbaldei na culinária! :p

Fui em Outubro e foi ótimo, peguei finalzinho de inverno, um clima adorável!!

Quanto a rixa... bem, não sei se tive 'sorte', mas não senti isso em momento algum! Pelo contrário, me senti super acolhida e eles faziam a maior festa ao saber que era brasileira!

Tive o prazer de conhecer La Bombonera, sou fanática por futebol, e fui com a camisa da nossa seleção, eles amaram!!

Super recomendo a viagem e super recomendo curtir a noite hermana... os homens são... *suspiro looooooooooongo*

Beijos!

Muito bom o post!
Mas fiquei com uma dúvida:
o melhor freeshop é no embarque de
Buenos Aires pra cá?
Ou na chegada aqui?

Adoooro o blog, mas hj discordo de alguns pontos tb!! =)
Eu tb tive muito mais vantagens trocando pesos lá do que aqui (principalmente no Nacion - é realmente absuuurda a diferença, tudo de bom!), alguns lugares que aceitavam dólares tinham cotação muito melhor que em casas de câmbio próximas...
E os ônibus, apesar de pitorescos, isso é bem verdade rsrsrs são maravilhosos!! Pelo menos todos os que peguei, por fora eram "aquela coisa" ^^ e por dentro com ar condicionado, o sistema de moedas muuuito mais inteligente do q qualquer ônibus sem cobrador aqui no Rio, e muitississimo mais confortáveis que os daqui!! Depois de andar no 179 então, ahhahahahaha! Os de lá são carro de luxo!

=***

João, é o freeshop argentino, no embarque de lá pra cá. Maravilhoso.


Nina,e como são paqueradores, não?! Eles não se intimidam com namorado/marido do lado, não... rss

Bu, como eu não andei no 179, fui de taxi e remi mesmo, porque é tão baratinho rsrsr Tirei uma foto de m ônibus hilário, com um daqueles ventiladores de 1950 apontado pro motorista! rs

Thaís, olha é muito gostoso mesmo :)

Já estou providenciando outros posts e, inclusive com dicas enviadas por leitoras.

bjks!

Eu amo BA, é um lugar onde come-se bem e compra-se melhor ainda hehe.
Fiquei perto da Av. Santa Fé e foi uma tentação!
Beijos,
Gabi
http://www.gabrielamizarela.com.br/blog

Oi Vivi! Tb estou vivendo ressaca de Buenos Aires! Acabo de chegar de lá.
O que + não gostei da viagem: os portenhos. E nem acho que é rixa c/ brasileiros, é que são mal-educados mesmo! dizem que em outras cidades os argentinos são + simpáticos. Digo issio comparando com a acolhida dos chilenos que é suuuuuper diferente!
Tb não gostei de viajar no verãozão, a gente cansa rápido e os passeios ficam sofridos (coisa de véia!).
E não concordo tb com o câmbio. Hoje a melhor opção é trocar seus reaisinhos por peso lá. O banco de La Nacion de Ezeiza costuma ter um preço justo. E nos lugares que fui não aceitavam reais não! E tb em vááários lugares não aceitavam cartão de crédito, o que achei um pé no saco.
Enfim, como recentemente fui pra Santiago e as comparações são inevitáveis, meu gosto por Buenos Aires ficou bem prejudicado!
Mas em matéria de consumismo desenfreado, Bs. As. é a meca!

Outra dica, é comprar um cartão na banca de jornal para falar no telefone, você pode usar no hotel e paga baratinho, melhor que celular.
Bjs

Quem mais tá indo pra lá na Semana Santa? Eu tô!!! E tô amando a quantidade de posts sobre lá que estão saindo em vários blogs. Já saíram pelo menos uns 10 de janeiro pra cá nos blogs que leio. Amo!

HUmm....Quando for À Buenos Aires..vou dar uma olhadinha nessas dicas aqui, ein! Parecem boas..rsrs

Já estive em Bue duas vezes e acho q os argentinos são bem atenciosos com os brasileiros. A primeira vez q fui, trabalhava na Varig do Galeão e confesso q achava os argentinos um pouco chatos. Mas qdo fui lá, percebi q estava enganada e eles são carinhosos e muitas vezes admiram bastante o Brasil. Claro q sempre rola um espírito de porco, mas isso em qq lugar.
Beijinhos

http://raquelcomblog.blogspot.com/2008/09/1001-destinos-1.html

Postei algums dicas sobre Bs As tb.

Espero que ajude.

esse post teve parte 2?
procurei e não achei...

Postar um comentário

2010 Trendy Twins - todos os direitos reservados Desenvolvido por Projecto Comunicação