usuários online
 
 
 
Fashion Import
 
http://trendytwins.com.br/img/imagens/tit_girls.jpg
Faça parte desse grupo

Leiturinha de Domingo: os "Enta"  

Categoria(s) ,

por Ana Farias




"Já faz três anos que isso aconteceu comigo, quero dizer, que eu entrei nos 'enta'.

Num primeiro momento foi estranho, por que me lembrava do ponto de vista que tinha quando olhava para a minha mãe nesta mesma fase da vida, e tudo ficou um pouco confuso…

E quando comecei a receber cantada de coroa, com idade para ser meu pai, e ser chamada de senhora por rapazes que não me pareciam tããããoooo distantes assim!!!! Que horror!!

Não foi muito bacana não, ganhar este status de uma hora para outra…

E ai, não vou ficar fazendo de conta que um monte de coisas não passaram pela minha cabeça, como passam pela cabeça de toda mulher que chega nesta fase da vida e começa a perceber o tempo imprimindo suas marcas em seu corpo.

É assim. Ainda mais nesse mundo em que uma banca tem oitenta por cento de suas revistas focadas em temas estéticos, um inferno!!!!

Não sou uma gatinha, claro! Mas não estou e nem me sinto velha! Como me vestir então?!"

Esse texto podia até quase ser meu, mas não é não. :)

É o comecinho do último post da Chris Nicklas, que eu achava linda quando tinha 16, e continuo achando agora que passou dos 40. É que o último Tamanho Único, programa (e blog) do GNT que eu adoro, foi sobre as mulheres maduras, e foi ótimo.

Como meu aniversário tá chegando, e, se o mundo não acabar em 2012, estarei fazendo 40 no 27 de abril seguinte, o assunto muito me interessou.

Eu costumava encarar a data com horror, tal qual a personagem de Meg Ryan em Harry&Sally. Mas é aquilo, né, gente. O monstro dentro do armário nunca é tão feio quanto parece (a não ser que o monstro seja um palhaço, porque aí é apavorante, sim).

Meus 40 estão logo ali, e a verdade é que nunca vi tanta mulher linda depois de ter chegado lá. Não sei se é uma mudança minha de olhar, não sei se é real, só sei que é assim que tenho percebido o mundo à minha volta. Lindas, essas mulheres nos enta.

No programa, além da Chris, aparece outra enta que arrasa com muita garotinha por aí (inclusive comigo, que não sou mais garotinha há uns dois anos):



A Patrícia Koslinski (invejona da Vivi, que almoçou com ela!) entrevistou a Angela Vieira, maravilhosa aos 58 anos!

E a minha deusa Chiara recebeu a Margareth Reis, que também entrou arrasando nos enta. Os looks que elas montaram estão AQUI e AQUI.

Não sei se esse programa repete de novo (foi ao ar na quarta e no sábado), mas vale a pena ficar de olho na grade do GNT.

Parece que a moda está se voltando um pouco pras 40+, né?

Aproveito pra perguntar pra vocês: quem ainda não chegou lá, como se vê aos 40? E quem já chegou, como foi a experiência?

Ana

25 comentários

amiga
le eu rs.estamos na mesma vibe.
http://agordinhaficoudoida.blogspot.com/2010/03/tempo-o-senhor-da-vida.html
bjk

Quando eu cheguei ao 40, não me senti mal, nem entrei em crise, continuei me achando a mesma de 25/30 anos, mas engraçado que agora que entrei há pouco tempo nos 44, me senti estranha sim, nada sobrenatural, mas minha pele do rosto mudou (manchinhas), o brilho dos cabelos diminuiu, aumentou meu colesterol, a pré menopausa tá dando sinal de vida, minha pele do corpo ficou mas ressecada, foram coisinhas físicas que super notei, mas por dentro não me sinto nada velha e na verdade nem por fora porque essas mudanças só eu percebo, as pessoas à minha volta ou algum lugar que eu vá, nunca acreditam que eu já tenho 44 anos. Num outro dia eu desmaiei no hotel onde estava fazendo um curso e quando chamaram a ambulância disseram que era uma moça de sexo feminino com uns 35 anos, quando acordei o médico falou: vc é a moça de 35 anos que desmaiou porque ficou horas em jejum? eu disse: sou eu a moça sim, mas de 44 anos, ele e a enfermeira não acreditaram e super me elogiaram, até esqueci que tinha desmaiado e fiquei super lisonjeada. Acho que estou no caminho certo, não me preocupar com números, idade cronológica, mas sim com meu bem estar físico e mental. Faço meditação e isso me ajuda horrores e continuo mais vaidosa ainda. Não vou dizer que é uma delícia estar a caminho dos 50, meio século assusta, mas se a cabeça estiver boa, dá pra tirar de letra, mas me disseram que quando a menopausa chegar mesmo, aí vou sentir que estou envelhecendo rsrsrs Mas tudo bem, os anos passam pra todos, ruim seria se eu fosse a única rsrsr
Bjobjo

Ana,
Tô em completa negação, amiga...kkk
Faço 40 em dezembro de 2012, mas sei que é claro que é melhor chegar aos 40 do que o mundo acabar antes.
Mas é esquisito mesmo, pq não me sinto (de verdade!) com 30, muito menos com quase 40!!!
beijos,

Oi Ana!! Bem, acho que vou responder pela minha mãe. Ela é o caso típico da mulher que fica mais bonita a cada ano que passa. Incrível como a maturidade fez bem a ela! Acho que um dos fatores principais foi a troca de experiências com as filhas sobre cremes, maquiagens, cabelo...

Tanto que ganho muita, mas muita roupa que era da minha mãe, shopaholic assumida que não mede esforços para comprar o que gosta. E enjoa na mesma velocidade...hehe!

Acho que é de família: minha vó, aos 78 anos, era distinta e elegante, e só se vestia na Leeloo, Cantão, Ecletic, Oh Boy, New Order...às vezes ela entrava numa loja mais "senhora' tipo Sacada e Rouge.

Não tem nada a ver essa de "vestir roupa de velha". A pessoa já tende a conhecer mais seu corpo e saber como deve e como gosta de se vestir, mesmo nas lojas em que as netas também compravam roupas. É ter noção e senso. Estilo e vaidade independem da idade e isso aprendi com ela. :)

Beijos!!!

Ana, eu tbm vi este programa ontem. Achei tudo de bom ver essas mulheres incriveis na casa dos "enta", e super elegantes.

Notei que elas investem em poucas peças, mas todas tradicionais e de boa qualidade. Vcs repararam?

Tem tempo que quero fazer uma limpa aqui no armario, pq tem muita coisa que nao rola mais (ou pq já nao serve em mim, ou pq já nao condiz com a minha fase trezoitão).

Concordo que não tem essa de "roupa de senhora", acho que essa mudança é resultado dos 30 e poucos anos que a gente leva até "polir" definitivamente nosso visual, imprimir nele nosso estilo.

Com raras exceções [meninas que já nascem chiques na alma, tipo Glorinha Kalil e Constança Pascolato, hahaha], acho que esse "polimento" vem aos poucos e leva 30 anos para maturar.

Aos 15 a gente imita feito papagaio o que vê nas revistas. Fiz cada atrocidade, chamalote e mangas bufantes com saia rodada nas festas de debutantes, afff...

Aos 20, era só saia curta e decote. Tudo quanto era saia eu mandava encurtar (santa ingenuidade, hoje vejo as fotos e sei que ficava um horror!).

Aos 30 já começamos a ter bom senso e nos 40 vem finalmente o polimento do estilo.

Pelo menos comigo tá sendo assim. E vcs?

Bjs, Re.

Oi Ana!
Eu ainda estou nos 32, mas confesso que quando fiz 30 entrei em pânico. Como 30 se ontem mesmo eu tinha acabado de entrar na maioridade???
E pra mim dos 20 aos 30 demorou muito pra chegar, já dos 30 aos 40 parece que está chegando mais rápido do que eu gostaria.
Mas graças a Deus temos a sorte de ter hj em dia creminhos, tratamentos estéticos e tudo o mais para continuarmos bonitas, sempre!
Beijos, adorei o post!

Fernanda Trench   says 15 de março de 2010 10:36

Dia 27 de abril é um dia especial para nós duas, estou indo pros 2.9 já.Medinho de virar trintona!

Faço 40 em 2013 e já estou com vários planos pra comemorar a data. Não vou fazer festa pq prefiro gastar comigo, rsrs, mas já pensei em várias coisas legais que quero fazer no mês de aniversário. Vai ser uma comemoração como anos não faço.
Não me importo de não ter mais o corpitcho de antes, de sofrer mais pra emagrecer, de ter manchinhas no rosto e todas essas coisas físicas, a única coisa que mexe um pouco comigo é qdo penso que algo faz 20 anos que aconteceu e me dou conta que foi logo ali. Lembro de tudo, que diabos, 20 anos de distância sempre me pareceu taaanto tempo!!! Agora não é mais. Mas isso não me deprime, mexe comigo pq nessas horas paro pra avaliar essa noção de tempo.
E não escondo minha idade não. Se me pergunto falo sem problemas!

Já aceitei que não existe "enta" sem uma certa decrepitude, mas não é justificativa para me abandonar.
Por isso, continuo nos meus cuidadinhos, porque já estou nos "inta" e a hora passa rápido esses dias.
Logo, logo estou quarentona e aí já viu. Não quero ficar paranóica. Mas faço questão de me cuidar.
Oh, e a moda, eu semrpe achei que era coisa de gente mais velha. Meninas novinhas vestem tendências, roupas conceituais, tudo muito lindo e exótico, mas aquelas roupas imponentes e com estilo, só uma mulher mais madura consegue carregar.

Caramba, Ana. Tenho pensado muito nisso. Entro nos "enta" em 2013. E sinto que não sou mais a mesma. As costas doem por qualquer coisa, demoro séculos pra emagrecer 1 quilinho e meu corpo mudou. Ganhei quadril e odeio isso. As pessoas dizem que eu não aparento minha idade mas eu SINTO que tenho quase 37 anos.
Por outro lado, nunca fui tão vaidosa, tão feminina e tão segura das minhas qualidades como mulher, profissional etc. Eu acho que o amadurecimneto tem suas perdas e seus ganhos. Ainda sinto que a balança pende mais pro lado dos ganhos.
Tenho mil planos, mil sonhos pra realizar e espero continuar assim aos 40, 50, 60.
Meu manequim aumentou um número? Paciência. Às vezes, pra ganhar, a gente tem que perder também. Bjs.

Oi Ana,
Eu já vou pros 45!!! É inacreditável como o tempo passa rápido,mas eu tb não escondo minha idade de ninguém!
Não está sendo nada fácil pra mim.Apesar de eu estar bem fisicamente,tudo fica mais difícil.Emagrecer é difícil,ganhar um pouquinho só de músculos é difícil,ter a pele lisinha por mais cuidados que eu tome é missão impossível.As vzs quero usar algumas coisas que ficam bem no corpo mas não combinam mais com o rosto(bom senso nesta idade é fundamental),e por aí vai...
Ao mesmo tempo que o corpo se ressente demais,a cabeça melhora....os planos continuam,o "pique" é tão bom que as vzs não condiz com a idade cronológica.Eu sinto que tenho milhões de coisas pra fazer ainda....mas é uma pena que o corpo e o rosto já não sejam mais os mesmos.Tudo bem que cada idade tem a sua beleza.Eu procuro me manter bem,saudável e ativa.Procuro conviver com pessoas jovens...acho que é uma boa maneira de nos mantermos atualizadas,e assim vou tentando driblar esta sensação que,confesso,não é muito boa não....
É engraçado tentar definir.Ao mesmo tempo que é péssimo,por outro lado é muito bom...tem os dois lados,mas que eu preferiria estar fazendo ainda meus 30 anos....isso eu preferia,rs!
Mas não tem jeito,né....então vamos lá....fazer o melhor possível!
Bjs.

Ana,
Eu ainda nem aceito que cheguei aos 30 e já vou fazer 33 no dia 31 de março!!
O mais estranho é fazer comparação com a minha mãe. Aos trinta ela era absolutamente linda depois de três filhos e dois casamentos. Não dá! (só se for pra me jogar da ponte)
É tanta coisa que eu resolvi mudar de vida esse ano. Tá difícil, mas espero vir aqui no final do ano e poder dizer: eu tenho 33 e sou realizada!
bjks
Mel

Em agosto faço 33 e apesar das pessoas em geral não acreditarem que eu tenho essa idade (sempre me dão 20 e poucos, adoroooo) comecei a me preocupar mais com a saúde e a aparência, afinal os fiozinhos brancos já deram o ar da graça, apesar de eu arrancá-los sem dó; percebi que demoro mais para perder peso e se não prestar atenção no que como sei que a celulite vai dominar tudo rsrsrsr... Mas o que me incomoda às vezes não está na aparência, é uma certa nostalgia que eu sinto das coisas que aconteceram, saudade de uma época que não vai mais voltar, será que isso piora com o passar do tempo????

Amiga, fique feliz, pois os 40 são os novos 20...hahaha frase roubada da Sony ET... Quero ver sua identidade viu, nunca que eu ia imaginar que vc tem 40... aff! Eu estou passando pela crise dos 30 (fiz no dia 6/3)tá bem difícil, espero com certeza encarar meus futuros quarenta melhor e linda com cara de 20 e poucos como vc... bjoo

Tenho 38 anos e a maioria diz que não parece, farei 39 em junho,pois sou magra, porém com quadris largos. Gosto de me maquiar levemente todos os dias, cuidar do corpo, mente e ainda não passei por nenhuma crise de idade. Acredito que o que me deixa mais feliz é acompanhar meu filho com 7 anos. Enquanto ele está no futebol, estou fazendo algo no clube também. Trabalho e meus horários são flexíveis, o que me dá ainda a oportunidade de cursar minha segunda universidade. Saudades? Sim, da adolescência, do primeiro beijo, mas sou feliz junto ao meu esposo, muito feliz.
Minha mãe que possui 78 anos também não aparenta a idade que tem, dizem que ela tem 62. Te uma pele clarinha e nunca fez botox. Também ama maquiagens, colônias, e modinha como nós.
Super beijos ...
Eliana.

Nossa, este post me fez pensar... amanhã eu faço 29 anos. É meu último aniversário na casa dos 20!!! Dá um medinho... eu sei que não é algo que tenha q me preocupar, afinal ainda falta um tempinho pros 40 mas o que me agonia é perceber que ainda não tenho a vida que eu imaginava ter aos 30.
.
.
.
Sabe aquelas brincadeiras de criança, onde a gente escolhe a idade que vai casar, ter filhos, ter $$$ sobrando.... pois é, minha meta era 25. E essa idade já passou e eu ainda não fiz nada disso. Espero sinceramente que aos 40 as coisas estejam mais calmas... ai, ai.

Ana, eu estou encucada com isso há um tempo. tento não encucar, mas é difícil. Farei 40 ano que vem e te digo que não me sinto tão "adulta". me olho no espelho e não me vejo uma mulher perto dos 40. Eu acho que deposi que a data passa deve tudo ficar normal e acho que a gente sofre à toa. Eu tenho tentando não sofrer e nem fazer dramas. E estou com um post sobre isso cozinhando na minha cabeça. Logo eu coloco lá no meu blog!

Beijos e adorei o post! feito pra mim! :)

OI Ana
Eu faço 48 anos dia 18 e não troco o que sou hoje pelo que eu era aos 20,mesmo com a diferença de corpo. Hoje me sinto muito mais segura,mais confiante.Faço coisas que eu só sonhava em fazer, aos 20. Meu rosto está muito bem. Uso creminhos desde os 16... rsrsr Engordei um pouco e pretendo emagrecer uns 3 quilos, a menopausa já chegou e foi embora, não tenho filhos ainda, mas sempre simpatizei com a adoção.
Como convivo com muita gente jovem as vezes é estranho quando lembro de algo e comento e eles nem sabem do que se trata, pois aconteceu antes deles nascerem. Tenho boas amigas cujas mães tem a mesma idade que eu. Tambem tenho muitos amigos da minha idade.
Convivo bem com os jovens porque me mantenho atualizada sobre os assuntos que eles gostam. Não quer dizer que eu goste das mesmas coisas. Nem sempre.
Acho interessante ve-los passando por dilemas que eu passei e tambem sei que, assim como aconteceu comigo, não vai adiantar eu dizer qual a solução. Eles vão aprender como eu aprendi, errando e acertando.
Quando fiz 40 anos comemorei muito porque representava um marco na minha vida. Quando era criança achava que 40 anos era o fim da vida. Hoje ultrapassei os 40 e vou comemorar muito os 48. Estou cheia de planos, para o futuro. Tem muita coisa que eu quero ver e fazer ainda.
E não escondo de ninguem a idade que tenho. Me sinto bem com ela.

Bjs.

Ai esse assunto é meio difícil pra mim kkkkkkkkk
E faço 3.0 no fim do mês e tô freaking out!!!

Queria ter parado de fazer níver qdo cheguei nos 22-23 rs


bjs girls!!

Ainda estou um pouco distante dos "enta" (tenho 27), mas espero q eu não entre em crise qnd chegar lá... rsrss... pq qnd completei 25 (sim.. isso msm.. 25) eu entrei em crise. De lá pra cá, cada aniversário é uma tortura. Acho q pelo mesmo motivo da Ana Santanoli (nos meus planos de criança minha meta tb era 25).
Mas, tenho fortes esperanças de entrar nos "enta" bem conservada e se Deus quiser realizada.
Minha mãe tem 64 anos e não tem quem diga, aparenta ter muuuiiito menos. E olhe q ela não se cuida, no sentido de passar cremes anti-idade, ter a rotina lavar-tonificar-hidratar. Já cansei de comprar cremes para ela e dps ter q jogar fora pq venceu e ela mal usou. Ela foi sortuda e espero ter puxado a ela nesse aspecto, pq apesar de fisicamente ter puxado a família do meu pai não aparento a idade q tenho. Sempre q digo minha idade as pessoas não acreditam, duvidam bastante, dizem q tenho cara de "menina" rrrsrsrs.. ADORO =)
Ah, e Ana concordo totalmente com a Carol Monteiro viu... nunca imaginaria q vc já está nos enta.. não parece mesmo =)
Bjs

Quando fiz 30 anos fiquei deprê,depois amei!!! Por mim teria ficado nos 33 para sempre.
Fiz 40 e voltei a ficar deprê e passei a mentir idade, rs. To esperando chegar o momento em que irei amar tb, mas tá demorando...rs
Em relação à maturidade, isso não se discute. Neste sentido não queria ter 25 outra vez. Me sinto totalmente plena, me faz muito bem saber o qt estou mais sábia hoje. Mas a insegurança em relação ao corpo de qd eu tinha 12 anos voltou. Não por não gostar de mim, pelo contrário, me amo mais hoje. Porém a ditadura da beleza parece aquela menina conhecida invejosa que adora te alfinetar , lembrando seus defeitos. Ela é chata pra karai, rs
Adorei o tema.
Beijos, meninas :***

40's are the new 30's

;)

Vou ser curta e específica...não to gostando!!! (tenho 46)

Glorinha, vou lá ver (tô atrasada na leitura)!

Celina, às vezes tenho essa sensação tb em relação às pessoas. Acho que se eu fosse magrinha, ninguém me daria mais de 30. ;)

Shirley, é o que eu tava falando. A gente não se vê, né, os outros é que vêem a gente. Então nossa sensação de tempo passando é diferente.

Ana, eu acho que a gente tem que pensar em muita coisa na hora de se vestir além do "idade apropriada", né. É estilo, é formato do corpo. Tem gente mais velha que fica linda em roupa de menina de 20. Acho que é muito pessoal. E vc tem uma mega herança genética boa, hein. Sortuda! rs

Rê, concordo com tudo que vc disse! O tempo vai apurando o estilo e as compras mesmo. Eu ainda compro muita coisa "divertida", mas sou atraída mesmo é por cores lisas, formas clássicas e qualidade.

Rô, as meninas de hoje têm muita coisa à disposição pra entrar nos 40 com rostinho de 20, e isso é muita sorte. É só se cuidar, né. Quando eu fiz 30 foi meio dolorido, pq tanta coisa que eu achava que já teria acontecido não aconteceu. Aí o tempo foi passando, aconteceram algumas coisas, outras continuaram sem rolar, e... sei lá, chega uma hora que a gente deixa de se cobrar tanto. Acho que a entrada nos 40 será bem mais tranquila, mesmo com certa frustração a respeito de experiências. É isso, não é a idade em si, o problema são as expectativas.

Nanda, fazemos aniversário juntas? Nossa, conheço tanta gente de 27 de abril! rs

Nelma, não tenho tanto problema com o corpo ou o rosto, a sensação de tempo escorrendo pesa mesmo é nas relações, nas perdas, enfim.

Badá, não sei se usaria o termo decrepitude, mas entendo o que vc quer falar. Eu já sou capaz de prever o tempo pelas juntas do meu corpo! hahaha

Lu, isso é uma coisa que a gente só percebe na segunda metade da vida, né? Ninguém deixa de ter sonhos, e fazer planos (ou sexo) só porque passou dos 40!

Fernanda, toda moeda tem dois lados. Olhando pra trás, tb não gostaria de passar por tudo que já passsei de novo, entende? Não queria a cabeça que eu tinha com 20, 30 anos...

Mel, não dá pra ficar se comparando com ninguém, não, amoré. Isso só traz infelicidade. E vc não tem nada do q reclamar, toda aí, lindona!

Bia, minha mãe diz que chega uma época que a gente passa a viver de saudade. Acho que isso vai muito da forma como a gente encara a vida, sabe, porque por perdas a gente passa o tempo todo. É triste, mas é a vida... :(

Carol, tenho pouca ruga mesmo, mas as marcas do tempo estão aqui, nas manchinhas, nos vincos. Mas sabe o que me deixa triste mesmo? Flacidez. É tão horrível olhar o rosto e ver que o bigode chinês tá dando as caras, que as pálpebras não são mais as mesmas. :x

Eliana, isso, é tudo uma forma de encarar o tempo, né. E com filhote deve ser mais fácil, criança não dá tempo pra gente pensar em muita coisa! rs

Ana, isso que eu falei lá em cima, o que acaba com a gente é essa quantidade de expectativas. Porque nem sempre as coisas dependem da gente pra acontecer, e nem tudo sai como o planejado. A gente tem que (con)viver com isso.

Marion (Patry quéri), a gente sofre da síndrome de Friends, amiga, não tem jeito! rs

Ana, conviver com gente mais nova sempre deixa o espírito da gente mais leve, mesmo (desde que a gente não comece a encucar, e querer entrar em competição, ser igual, essas coisas).

Elis, é bom não desejar que o tempo pare não, flor, pq só tem uma coisa capaz de fazer isso acontecer. Melhor desejar fazer 30, 40, 50, e mais, sabendo que vc vai ter sempre alguma coisa pra comemorar. ;)

Jis, hahaha, tive que rir agora, viu. ONTEM eu tinha 27! E brigadinha por concordar com a Carol! ;)

Mônica, o lance é dar uma banana pra essas alfinetadas! ;)

Louise, concordo totally!

Valerie, espero que vc faça as pazes com o tempo... beijim!

Ana,nem acrediro que estou teclando para uma blogueira de quase "enta", tenho a mesma idade sua, qdo comecei meu bloguinho pensei, o que vou escrever para garotas de 20 anos?rsrsrsr.Mas Ana, eu não me sinto com quase 4o anos, de verdade, só convivo com jovens, minhas amizades são em torno de 30, apesar de saber meu lugar, é claro que eu olho para o espelho e vejo que meu corpo não responde tão bem aos 60 minutos de exercícios diários, tenho que aumentar a carga de exercícios, e por aí vai, mas fazer o que?A idade chega para todo mundo, sei que tenho que pensar assim, mas não lido muito bem com isso, sou muito vaidosa e apesar de não aparentar a idade que tenho, ela chegará.Aiiiiiii, gostaria de falar tanto sobre isso, mas vou fazer dissertação rsssrsr.Parabéns pelo blog, adoro, qdo der, me visite, já deixei recadinho te convidando, mas deu vontade de comentar aqui.Bjks!!!!!

Postar um comentário

2010 Trendy Twins - todos os direitos reservados Desenvolvido por Projecto Comunicação