usuários online
 
 
 
Fashion Import
 
http://trendytwins.com.br/img/imagens/tit_girls.jpg
Faça parte desse grupo

Os Modos da Moda (e da Beleza)  

Categoria(s)

por Vivi




Como vocês podem ver, instalamos na coluna ao lado o botão da GNT, que está fazendo a cobertura completíssima de tudo que está rolando na temporada da Fashion Rio e também nos manterá em cima das notícias, no desenrolar da SPFW.

Fiquem de olho na caixinha sempre, porque as atualizações são frenéticas! Parabéns pra ela (GNT), que conversa olho no olho com vocês.

Mas tem uma coisinha aqui, estrangulando meu pescoço e preciso desabafar.

Na temporada passada da SPFW, no delicioso almoço que a GNT organizou para blogs, a conversa rolou solta justamente sobre a questão da tão difundida "democratização da moda" e da importância que as mídias sociais tiveram na construção desse fenômeno; já que hoje a opinião da correspondente francesa tem o mesmo alcance daquela que observa os lançamentos nas boutiques de Manaus.

O que foi que observamos desde então?

O movimento contrário. De uma hora para outra, blogs começaram a entrar para a "lista negra" das assessorias. Não foi o nosso caso, mas não nos sentimos completamente à vontade sabendo que muita gente boa (e gabaritada) não consegue cadastramento para a cobertura dos eventos.

O que está acontecendo?

É verdade que houve uma explosão de blogs, centenas, milhares. Mas não cumpre a nós, blogueiros em geral, nos dividir em castas. Golden, Platinum e Copper. Não faz sentido.

Assim como não faz sentido vetar a participação da maioria, só porque alguns iniciantes também têm interesse em participar dos eventos. Gente, é triste demais ver as pessoas na porta, implorando convite. :(

Como é que alguém pode afiar o olhar e crescer no ramo se não tem por onde começar?

E mais. Na Hair Brasil ouvi pessoalmente, da boca de uma assessora, a afirmação mais revoltante desde que blogueira sou:

"Nós estamos com o pé atrás com essa história de blogs, porque a maioria só quer brinde."

Tá? Isso quer dizer, moda e beleza estão juntas no apartheid de mídias sociais.

Não sei vocês, mas eu me ofendo quando alguém joga o trabalho de um nicho inteiro no mesmo balaio de quem, eventualmente, aparece lá para pegar um sachet de shampoo. Me poupe. Aliás, exploda!

Fica nosso toque então para as marcas: analisem bem o trabalho das assessorias contratadas por vocês. A grande maioria cumpre bem o seu trabalho, principalmente aquelas que já têm setores específicos para atender mídias sociais.

Mas tem muita gente com mentalidade jurássica, que não quer fazer a lição de casa e tem preguiça de descobrir, no mar de blogs, aqueles que têm potencial para difundir informações diretamente para aquele que ocupa o lugar de honra, no topo da cadeia produtiva (de moda, beleza, alimentação, serviços...):

Vossa Majestade, o Consumidor.

Vivi

36 comentários

Nossa, Vivi, falou tuuuuudo que muitas vezes fica trancado aqui dentro de mim. Assino embaixo de cada palavra tua!

Beijos

Marina Campos   says 2 de junho de 2010 11:06

Clap, clap, clap!

melhor texto EVERRRRRRRRRRRRRRRRR!

Meu Deus, cheguei ficar emocionada com esse texto! Pois descreve a pura realidade em que nós blogueiras vivemos hoje. Eu mesma passei um "perrengue" tentando conseguir convite p/ Hair Brasil e não consegui. Escrevo o Tintanocabelo desde 2006 e são poucos blogs tão específicos. Ainda não entendo o pq de me deixar de fora. Mas atenção, não fui na porta, nem implorei nada pra ninguém acho que são eles que perdem.
E sobre as assessorias, affff! Tem gente muito bacana que sabe dar valor para nosso trabalho mas em compensação... Tem gente que não merece nem o tempo gasto com o primeiro contato.
Mas fica aqui meu agradecimento por um texto tão sincero e que relata tão bem nossa realidade. E eu fico aqui torcendo por assessorias mais "modernas" e conscientes do mundo em que vivemos.
BJs Gatas! Sempre acompanhando o trabalho de vcs.
;)
ADORO!

Realmente, o número de blogs cresceu muito nesses últimos dois anos. Acho que essas assessorias não sabem filtrar direito, sabe? Porque pra saber se um blog é bom, é só ler e acompanhar, né? Dá pra ver quem "quer brinde" e quem posta um conteúdo de qualidade. Eu fico um pouco engasgada também, por exemplo. Agora eu vou desengasgar também: tenho meu blog há mais de um ano, no qual posto um conteúdo legal de moda. Sou formada em Moda, entendo do assunto, já trabalhei com isso, sou fotógrafa.. E cadê que alguém prestou atenção no meu blog? E olha que faço contatos no twitter, divulgo. Mas não fico implorando atenção não... Vejo blogs com conteúdo e layout bem ruinzinhos que ganharam atenção de mídias e realmente não entendo. Está uma bagunça, na verdade... rs Mas a culpa não é nossa, né...

Beijo grande!

Concordo plenamente com o texto. É só ter o mínimo de boa vontade para saber separar um blog muito bom, do bom, do medíocre. Nós, leitoras, que nem ganhamos para isso, fazemos nossa "seleção pessoal", então porque as assessorias não podem fazer?

E sendo bem radical, começo a pensar em boicote às marcas que prejudicam o acesso à informação.
Querem vender ou não, oras?!

Ps: Como leitora assídua, sei que raramente acontece por aqui, mas hoje o texto precisa de uma revisão básica. ;)

Falou tudo, chefa. Assino embaixo como colega blogueira! Love you's!

Viii amora <3

Concordo com cada palavra dita no post. Mas ao mesmo tempo, confesso que houve uma "banalização" no sentido das blogueiras serem mimadas. As blogueiras mais novas não entendem que, querendo ou não, os blogs são divididos em castas e não é por mal, é só por uma questão de relevância, organização, merecimento. Apesar dessa divisão, existem coisas que nós que estamos no meio há muito tempo, sabemos diferenciar. Participar de um evento, conhecer uma marca nova, receber releases... tudo isso faz parte do nosso universo numa coisa quase que jornalistica. Qts vezes vms em eventos desses e saimos sem brindes? Para mim, mais vale as informações, a experiência, os contatos...

Todos os dias recebo vááááários e-mails de meninas perguntando como podem fazer pro blog ser mais acessado, para ganhar brindes e etc etc. Vejo muita vontade de aprender, mas ao mesmo tempo, algumas deixam bem claro o "fato de estar fazendo blog para ganhar coisas", como se fosse fácil. E tem as blogueiras que se colocam acima do bem e do mal enquanto estão apenas no purgatório. Infelizmente algumas assessorias acabam não medindo isso e agradando de todos os meios -e quando não agradam, elas caem em cima. Outro dia até tirei o sarro, que o "sou blogueira, sou formadora de opinião e mereço atenção" é o novo "vô procurá meus direito" rs.

No fim quem paga o pato de tudo isso são as blogueiras novatas que estão dispostas a aprenderem sem ganhar nada além do conhecimento em troca e a gente, blogueiras da velha guarda.

Em resumo, acredito que td mundo deveria blogar por amor, por gostar de escrever, para compartilhar experiências, descobertas, enfim... ganhar mimos, dinheiro é ótimo, mas anda disso adianta se vc não faz por prazer. E enquanto as blogueiras iniciantes e as assessorias perdidas não entenderem isso, situações como essa vão continuar acontecendo.

=*

concordo em genero numero e grau com tudo o que foi dito!

Vivi, eu fui chamada de "puta nega folgada" por entrar em contato com a empresa By Samia (aromaterapia) e solciitar colaboração em produtos para o encontrinho de blogueiras e leitoras que teremos em julho.
Fiquei indignadíssima.
Folgada?
Eu iria falar da marca, sortear produtos deles, fazer a marca ser mais conhecida e eu sou uma "puta nega folgada"?
Postei o email que me chamaram disso lá no blog.
Seu texto veio super a calhar para esse meu momento.

Vivi,
Desculpe o desabafo, mas não me senti bem com o post.
Concordo plenamente que as assessorias e marcas devem estudar, descobrir os blogs que atendem seu público e investir forte na mídia social. Torço por blogs como o Trendy e o Sweetest.

Mas existe o outro lado dos blogs: o meu!!! Onde o espaço virtual tem o mero objetivo de diversão. Onde um brinde é bem vindo e não há interesse maior. Quero aprender, conhecer pessoas (como a Ana Má), etc. E parece que todo mundo está exigindo a profissionalização dos blogs.
Me sinto triste com essa corrente. Onde fica a liberdade?
bjks
Mel

Vivi...muito bom o texto..Tenho o louca por cosméticos desde 2008 e nunca pedi brinde a empresa nenhuma (pelo contrário, elas vem com propostas ás vezes ridículas) mas na The Beauty, feira que aconteceu aqui em Poa eu tbm vi e senti isso...a palavra BLOGUEIRA era maldita lá dentro, precisa ver a cara que olhavam a gente.

Também acho que não devemos dividir em classes ou castas..Mas é fato que muitas meninas criam blogs com a "esperança" de ganhar brindes, convites e até $$(hahah eu morro rindo qd me perg se eu vivo só do blog!)..Enfim, cabe mesmo as empresas saber direito o que é FOGO DE PALHA e quem realmente se dedica e ama seu blog!

Beijos e parabens pelo trabalho de vcs

Muito bem Vivi!!!!
Dai, que absuuuuuuurdo isso!!! mesmo que fosse uma pessoa que só quisesse brindes, falar isto na cara da pessoa é de uma falta de profissionalismo incrível. E burrice! E que palavreado mais chulo.
Eu nunca mais compro essa marca.

Sabemos que tem gente que só quer ganhar...e tals...mas a empresa"marca" negar uma porcaria de amostra...tbm é de cair o c...da bunda neh?
Vc faz um post legal da marca e tals...agora nós deveriamos meter a boca na acessoria dessas empresas...te garanto que na gaveta do banheiro dessa aceesora deve estar cheia dos brindes que ela deveria estar distribuindo para os clientes...

hehehehe
Beijos
BaLaLa

Boa, Vivi! Fiquei passada com a história da Dai!!!
bjs Jó

Meninas, obrigada por esse post. Sou uma blogueira recém-nascida e precisava muito de que uma das blogueiras que sigo e admiro tivesse uma postura contra os abusos das empresas de beleza, moda e afins que tanto atrapalham o nosso crescimento na blogsfera.
Sempre grata.
Bjuxxx
@PriscilaCaldas

Então... Eu ia falar sobre zilhões de coisas que acontecem, mas sabe que deu preguiça? A Roberta do Maria Vai Comigo comentou esses dias o que aconteceu na The Beauty, duas situações do tipo "blogueira só quer brinde". É tão fácil enfiar todo mundo no mesmo saco...

Ótimo post, Vivi! Xará de apelido... :D

Comecei com blog de beleza em abril, sendo que eu queria ter começado há um tempo já, mas consegui só agora mesmo. Adoooro maquiagem e cosméticos. Sou jornalista, então eu adoro postar resenhas e novidades de cosméticos lá também - espalhar informação, como minha profissão pede.

Visito vários blogs bons, bem famosões. O Trendy está no topo, porque é super bem cuidado. Mas me permito dizer que vejo blogs pequenos com maior potencial do que alguns que estão na moda, que é só copy+paste e envolvidos em panelinhas. E na maioria das vezes, são esses blogs copy+paste que ganham convites a eventos e brindes para resenhar.

Não desmereço o trabalho de ninguém, mas o que digo é que essas assessorias não dão importância para quem está começando e não enxergam o potencial dessas pessoas; dão valor para quem já é conhecido e parece que limitou a isso. Eu entrei em contato com algumas marcas para, ao menos, mandarem releases e informações de eventos para eu comparecer. O que recebi de resposta, da maioria, foi "entre em nosso site e acesse por lá as novidades". Uma falta de respeito, ao meu ver! Ainda mais porque também fui assessora e nunca desmereci nenhuma mídia que me contatava! O trabalho da assessoria é divulgar informações a qualquer tipo de mídia, principalmente quando solicitada. Senão, para quê ter uma assessoria de imprensa? Está mais para assessoria do capeta, né? rs

Vou odiar se um dia eu aparecer num evento que vários blogs vão estar, e eu receber um não. Aliás, nem vou me arriscar a fazer isso, porque sei que vou passar raiva e isso VAI acontecer, porque ainda não sou conhecida neste meio.

O que deveríamos fazer é nos unir mais, divulgar mais os blogs relacionados ao nosso assunto, porque tem espaço para todas. Eu, por exemplo, quando vejo que um blog é legal, adiciono - e tenho inúmeros do mesm oassunto, e não tenho limite para adicionar mais! E infelizmente vejo que a Trendy Twins é uma das poucas a valorizar isso, porque de resto, é só panelinha. E isso atrapalha muito quem quer crescer neste meio também!

Desabafei, ufa! rs

Beijão!

Eu já contei aqui que sou apenas leitora desses blogs. E não entendi a ofensa com o comentário da assessora, porque ela não está errada. Blog bom é blog com conteúdo gerado pelos próprios autores. A maioria é copia/cola. A maioria fala a mesma coisa. Muitos só falam em brinde. Esses dias eu estava pesquisando sobre produtos da Granado, queria ler resenhas antes de comprar, e fiquei impressionada. Li cada bobagem, de pessoas que não tinham a MENOR noção do produto que estavam falando. Comprei mesmo assim, amei tudo e comprovei as bobagens que eu li. Por isso as marcas têm o pé atrás, eu também teria. Vou gastar meu dinheiro e minha imagem com quem não sabe o que está falando? Além disso, a questão dos blogs é coisa recente, todo mundo já quer um processo que flua a contento. Há blogs sérios, com autores sérios. Mas temos de entender sim que é minoria. E meu Google Reader me diz isso todo dia.

Dai, fui lá conferir o email. Estou cho-ca-da!

Tanto assessor podre de tudo e eu aqui desempregada, super sabendo o valor que os blogs tem pra uma empresa.

Claro que tem gente que só quer ter blog pra ganhar brindes, que vendem até as mães das leitoras pra isso. E cabe ao bom assessor filtrar isso.
O dificil é achar um bom.

Vivi,
Excelente texto,eles não podem e nem devem banalizar geral...cada blog é um blog.
Devem sim saber escolher quais se encaixam no perfil de divulgação que querem fazer para seus produtos...
E,principalmente tratar com 'respeito' as blogueiras que estão começando..
Beijos!!!

Vivi, minha querida, eu super assino embaixo. Blogar não é vender opinião em troca de meia dúzia de cacarecos,embora para alguns pareça isso. Como a colega que comentou acima, blog tem sentido jornalístico, mas do ponto de vista de uma consumidora comum, que divide experiências,conversa e aprende. Eu sou assim, a cada dia aprendo coisas novas na troca de experiência com minhas leitoras.
Beijos e parabéns pelo post,amoreca.
Em agosto, te vejo pessoalmente,hein!

Vivi,
Concordo com você. A preguiça e o desconhecimento das assessorias no poder dos blogs acaba interferindo no trabalho de quem é sério. Existem os blogs profissionais, como vocês, que pelo alcance social viram formadores de opinião, criam consumo e atraem marcas. Se ganha com isso? Ganha sim, mas é uma atividade honesta, como outra qualquer que é levada a sério.
Já outros, são de fim de semana, não são levados com a responsabilidade indispensável a quem se dirige ao público. No final, cada um recebe o reconhecimento que merece. Valeu o post manifesto!

E como se brindes não revertessem na maioria das vezes em propaganda quase gratuita para as marcas! Povinho pobre de espírito! Vc está certíssima e compartilhod e sua indignação! bj

Não sou blogueira, mas entro todos os dias em muitos blogs pra saber a respeito de produtos e novidades. E o que não entendo é esses acessores que tem uma idéia totalmente errada de divulgação, de marketing... Como podem não entender que dar amostras aos responsáveis pelos blogs é o meio mais barato de propaganda? Praticamente uma pechincha se comparado à qualquer outra forma de divulgação...

Meninas,
Sou Rejane Medeiros, diretora da Espaço Mídia Comunicação, agência que está há cinco anos no mercado, e há 13 atuo no segmento de assessoria de imprensa, especialmente na área de beleza.
Caminhei junto com a tendência e criei um novo braço dentro da agência: gerenciamento e produção de conteúdo para mídias sociais. E isso só foi possível porque acompanhamos a blogosfera e o excelente trabalho realizado por diversas blogueiras. Percebemos que muitas marcas prestigiam e acreditam no papel que os blogs exercem junto à empresa e, claro, junto às consumidoras.
Atualmente, a Espaço Mídia tem parceria com mais de 200 blogueiras com as marcas "Com Qual Roupa", Akakia Cosméticos Rio de Janeiro, Dra. Mônica Linhares (Dermatologista), Salão da Praia, Márcia Cosméticos e Hidran Cosméticos, além dos portais Pimenta Chic, Beleza Chic e Casa Chic. Trabalhamos junto aos clientes a importância de selar parceria com blogueiras, como elas exercem relevante papel na divulgação do produto que, sabemos, é bem mais do que uma simples postagem: acreditamos no olhar crítico dessas potenciais clientes e posts positivos e negativos ajudam, ainda mais, a melhorar o "nosso trabalho" (da agência e do cliente).
Portanto, vestimos a camisa em prol das blogueiras e também fazemos parte desse enorme e precioso universo.

Um abraço,
Rejane Medeiros
www.espacomidia.com
espacomidiacomunicacao.blogspot.com

Vivi,

Lembro muito bem da nossa conversa no almoço. O srta fez um ano, e com este um ano, muita coisa eu vi e não acredito.

Acho que existem muitos blogs hoje, muitos muito parecidos com os outros, e todo mundo atrás de sucesso rápido.

É ótimo ser mimada. Claro, quem não gosta? Mas o numero de blogs aumentando + carência gera uma "prostituição" do mercado. As pessoas se vendem por qualquer amostra de perfume, sem que aquilo tenha realmente a ver com o blog dela.

Recebo pautas todos os dias no email do srta. Recuso a maioria, pois as assessorias tem que ententer que blog é uma ferramente autoral (o meu é), e dificilmente vou falar de algo seja distante de mim.

Outra coisa é que blog não é mídia gratuita. Canso de receber emails para divulgação de produtos de grandes empresas, quando falo que desoconheço o produto, se a assessoria acredita que o blog tem a ver, que vale a pena, por que não mandar produtos para teste? Eu não vou me rebaixar e pedir.

Falta postura profissional dos blogs, querem glamour e pouco trabalho. Ninguém começa um blog num mês e senta na primeira fila de um desfile...

Desabafei.

Acredito que tem dois lados q devem ser levados em consideração.

Bom, concordo com vc no ponto em que os blogs são hoje um tipo de midia importantissima, e qualquer empresa que tenha uma area comercial ou de marketing sabe disso...
Eu não tenho blog, mas hoje dou muito mais importancia a resenha de uma blogueira (confiavel) a por exemplo algo q sai numa revista.

Mas tem um porem...eu comecei a trabalhar no departamento comercial (assistente) de uma empresa q lida com produtos de beleza, e é incrivel como todos os dias, muitas blogueiras entram em contato para pedir produtos pra resenhar em blogs ou brindes ou sei lá oq...não imaginava q eram tantas..rs

Não estou dizendo que é errado, mas isso acaba ficando cansativo também para a empresa, tem umas meninas q soam até agressivas e ficam até bravas quando não tem esse possibilidade de parceria. Mas a gente sempre vai e analisa o blog, mas muitas vezes, vê q é um blog q começou ontem e que não vai, no momento, trazer retorno pra empresa já estam querendo parcerias... é o mesmo q investir num homem com uma plaquinha escrito "compre esse produto" q vai ficar numa rua onde passam 10 pessoas por dia.

O nosso departamento comercial já procurou varios blogs onde a empresa achou interessante mandar amostras para resenha ou kits para sorteio, vizualizando um retorno. Eu acredito q quando um blog mostra credibilidade , a propria empresa vai ver o seu potencial e fazer contato como muitas já fazem.

E vão por mim meninas, hoje em dia as empresas sabem o poder de um blog, pelo menos a maioria.

Agora , se eu pudesse dar uma dica , com toda a humildade de consumidora e escra.. ops.. trabalhadora..rs..essa seria: esperem o blog se consolidar antes de fazer contato com uma empresa, pq as empresas não tem obrigação nenhuma com blogs e nem com nenhum tipo de midia, isso não é caridade, tudo tem a ver com retorno q a empresa vai receber fazendo parcerias com blog.... tem meninas q tão fazendo blog com intuito de ganhar brindes, mas não é por ai...

Sei que meu comentario fugiu um pouco do post mas qria expor este ponto de vista tb... realmente é perigoso q os blogs ( q eu adoro) fiquem banalizados...

Pronto.. que venham as pedras...rs

Vivi,
eu não sou muito de ler comentário a comentário de uma postagem, principalmente quando ela tem muitos deles, mas estou acompanhando as opiniões nestes post desde que ele foi ao ar. Me identifiquei sem dúvida nenhuma, com muitos dos relatos que li aqui. Os caminhos que levam uma pessoa à fazer e ter o seu próprio blog de beleza, são muitas vezes semelhantes e eu não sou exceção.

Confesso que o lipstick corner começou - e permanece - sem nenhuma pretenção comercial ou financeira, mas esta foi uma escolha minha. No entanto, o grupo de pessoas que se interessou pelo conteúdo que eu produzo por lá foi aumentando ao longo deste pouco mais de um ano de existência do blog e com isso, vieram as assessorias de imprensa, os eventos e os produtos.

Uma coisa leva à outra. Quando o blog é bem construído, temos o retorno em forma de leitores, comentários e contatos. Infelizmente, algumas meninas ainda acreditam no conto de fadas do sucesso rápido. Estamos em um meio digital onde a informação se propaga em uma velocidade incrível e, do mesmo jeito que o sucesso vem, ele vai.

É um pouco revoltante que de repente, todas nós sejamos etiquetadas da mesma maneira: "blogueiras" no sentido mais pejorativo da palavra. Mas acredito que esta é a mesma razão pela qual se criam estas panelinhas, ou ao menos, a sensação de que elas existem.

Parabéns pelo post!
Beijos!

Gabi
:: http://lipstickcorner.blogspot.com

Viva a Vivi!!! É isso ae gatona, acredito que as empresas tem que buscar analisar com seriedade pessoas que se dedicam a desenvolver artigos para falar de determinado produto, ou que muitas vezes entram em contato com empresas para tirar dúvidas comuns mas que muitas vezes também é dúvida de muita gente.

Uma vez fui mal interpretada em um dos contatos com a Mahogany, marca que até então eu não conhecia e enviei e-mail a fim de conseguir informações sobre a linha comercializada por eles, ao que recebo uma resposta do tipo "Nossa marca não é pequena, dá uma olhada nos melhores shoppings", pode???

Falou tudo gatona... amo esse blog por causa disso kkk, franqueza!

Bjs
Ara

Oi querida,
Amei o post!
Os brindes, os convites, os presente podem até vir e ser bem vindos, mas com o tempo e o crescimento do blog... Mas jamais aceitaria ser desrespeitada ou destratada por uma marca ou assessor de imprensa!
Foi assim que aconteceu com o Garotas Modernas. As empresas que disponibilizaram presentes para sorteio ou produtos para serem testados sempre nos deram um feedback positivo da parceria.
Se uma empresa quer que eu fale do produto x ou y que não conheço, em geral eles disponibilizam ao menos amostras para teste e acho isto correto: como vou falar de algo que não conheço? No GM só falamos de produtos que conhecemos, testamos e realmente gostamos. Se o produto não nos agrada nos abstemos de falar sobre ele (até porque a avaliação de uma pessoa pode ser subjetiva).
No GM sempre busco deixar TUDO muito transparente, me preocupo, acima de tudo, com a qualidade dos posts e a honestidade ao escrever os mesmos. Afinal são literalmente milhares de pessoas que acessam o blog todos os dias e as quais acho que devo muito respeito.
O Trendy Twins é para mim um dos MELHORES blogs pois consegue lidar com esta questão com equilíbrio, sem ditar regras sobre o que os demais blogs devem ou não fazer, mas mantendo a sua identidade, com classe, sempre!
ADORO VCS!
beijos,

Gente,
Não sou blogueira, e nem twitter ou facebook tenho. Acesso ( diariamente) os blogs de beleza como referência de moda e futuras compras.

Achei o texto da Vivi perfeito, e creio mesmo que (como em qqr outra área) existam blogueiras buscando auto-promoção, com zero de inovação e conteúdo.

No entanto, quando os posts colocam que existem pessoas que vão aos eventos e querem apenas brindes,há de se lembrar que uma parte considerável delas querem o brinde para se tornarem futuras consumidoras. Eu sou uma delas!

Gasto considerável parte do meu salário suadinho em produtos de beleza.Qaunto mais informação eu tiver e mais "testes" eu puder fazer com os brindes, mais chances a marca tem de eu ( e muitas outras) me tornar uma futura consumidora.

Quem trabalha com marketing e afins sabe que o custo destas amostras e brindes é zero perto do retorno que elas proporcionam.

Não sou blogueira e vou a eventos atrás de brindes sim, porque tenho , no mínimo, mais 40 anos de vida de consumidora de cosméticos.Sem contar o número de consumidoras que posso influenciar com minha opinião -- posso influenciar porque sou influenciada...

Os tipos de blog se separam naturalmente, e as assessorias inteligentes sabem que é preciso que a diferença exista porque determinados produtos geram retorno apenas em determinados blogs...

Bjos a tod@s!
Gabi

Acho engraçado dizer que "a blogueira só quer brindes". Afinal, ela vai usar esses brindes e comentar no blog, eu mesma muitas vezes sorteio pras leitoras, e isso gera um monte de comentários.

Acho que as assessorias têm medo dos blogs,. Acreditam que os blogs vão "roubar" o trabalho delas. Não sei, gente.

Só sei que fico super desconfortável com esse rótulo de "pidona" e fico completamente de queixo caído com histórias como a da Dai na TPM moderna...

Vivi, amei o post e acho a solução para isso muito simples: as assesorias tem que parar com o ataque de preguiça e conhecer em profundidade os blogs. Procurar, entrar em contato com a blogueira, sentir o que a blogueira quer, onde ela que chegar. Eles têm as ferramentas e o conhecimento para isso, ou pelo menos deveriam ter.
Dessa forma, eles vão saber quem está na blogosfera por diversão, quem quer só ganhar coisas, quem está por que quer se profissionalizar, etc. Seja qual for a "categoria", todas têm seus merecimentos!
Eu tenho 3 blogs e o último que fiz é sobre moda (O que suas roupas dizem...). Quero me profissionalizar sim,estudo para isso, mas também me divirto fazendo meus blogs e gosto de ganhar coisas. Quem não gosta? Me recuso a ficar implorando qualquer convite ou qualquer coisa de qualquer empresa. Divulgo o meu blog onde acho que ele deva ser divulgado e pronto.
O que falta no fim é falta de respeito das empresas e assessorias. Mas isso é bom para a gente saber com quem está lidando. Se uma coisa dessas acontece comigo, vai direto para minha lista negra!
bjs

Vivi e Ana...
Acho esse assunto mega polemico. Mesmo.
Eu concordo muito com o que vc falou e corro o risco de ser xoxada mas vou falar o que penso.
A internet surge lançndo modas, modinhas e tendencias que são ou na substituidas rapidamente.
Os blogs de beleza surgiram para mim atraves desse, do Trendy Twins. Fui conhecendo outros, visitando varios e hoje praticamente make e cosmeticos e so aqui. Por que?
Pois gosto da linguagem das meninas, porque vejo sinceridade e não babação de ovo pra ganhar produto por aqui, porque existe seriedade sem faltar humor, porque na hora de dizer que não presta isso eh feito com educação, porque a humildade eh constante por aqui...
Por tantas coisas...
Como algumas falaram, os blogs passaram a ser copias uns dos outros, nem foi por mal, mas começou todo mundo a resenhar o mesmo produto, e da-lhe swatch de batom, e 15 mil esmaltes e tutorial... Po... meio que cansei sabe...
Aqui não acho qu efique so nisso, ate mesmo pq a vida vai muito alem daquele esmalte da Chanel ou daquele batom da MAC, usar um ou outro nunca fara alguem uma pessoa melhor, mas isso ja eh outra coisa...
Muito blog parecido com a galera falando sobre a mesma coisa, certa forçada de barra pra usar linguagem trendy, aqueles concursos que nem sempre entregavam os premios pra garantir seguidores, e ainda as que começaram a se achar donas da verdade absoluta... ISSO EH OUT, isso eh tendencinha, fulana nao pode usar um Snob... tipo, muito barulho por nada...
Fora a questão dos encontros... Galera chorando pra conseguir vaga, galera que eh mega pop e hype na web mas eh caidinha toda vida no mundo real, galera que idolatra os outros e vive pra falar de make...
Tipo, isso tudo me cansa muito...
E olha que eu ador me maquiar, me olhar no espelho, me fotografar... MAs acho que nao eh pq uma marca cara tah ai que ela vai ser minah melhor escolha, fora que acho feinho quando galera escreve que podia pagar preço x por um produto sem problema mas nao quer.
Imagino a quantidade de meninas se encalacrando de dividas pra comprar paletas ou cremes que não mudarão suas vidas...
E quando chega nesse ponto, nesse nivel acho que realmente estão jogando o trabalho de um nicho inteiro no balaio... Todo mundo sabe que assim como tem blogueira e seguidora papa-premio e papa-gift bag tem assessora meio preguiços que não vai se dar ao trabalho de ver quem eh quem e vai vetar geral...
Mas acho igualmente feio assessoias delegarem tarefas para blogueiras e dessa forma aumentar sua pseudo condição de todo-poderosas criando as famigeradas panelinhas, deixando o nicho - apenas um cliente fiel- de fora, renegado, tipo primo pobre mesmo...
Tenho um blog pra mim, fui me achando e escrevo nele quando tou a fim e prefiro mesmo nem divulgar...
Resumindo meu pensmento, acho que a galera meio que se perdeu nessa de blog, se sentiu meio celebridade, meio BBB e nisso surgiu a confusao... mas tambem nao eh por isso que as assessorias vão deixar de fazer seu trabalho certinho e trabalhar fazendo parcerias com blogs serios e de conteudo como esse.
Falei muito, desculpe! Mas precisava!
Vivi, Ana, total apoio e admiração por vcs, vcs sabem disso!
Ah, mil desculpas pelo teclado desconfigurado qu e me deixa sem acentos!
Beijos!

Renata Sabino

www.meushumebelisca.blogspot.com

Há muito tempo que não lia algo tão democrático e coerente.
Não é a toa que gosto tanto deste blog! Você faz o serviço completo: traz as novidades e ainda diz o que fica entalado na nossa garganta.
Você é uma fofa de ordem maior! E tenho dito!

Postar um comentário

2010 Trendy Twins - todos os direitos reservados Desenvolvido por Projecto Comunicação