usuários online
 
 
 
Fashion Import
 
http://trendytwins.com.br/img/imagens/tit_girls.jpg
Faça parte desse grupo

Babado Forte NYX: agora só em lojas oficiais  

Categoria(s)

por Vivi




Oi, meninas!

Recebi uma mensagem de uma amiga, que como muitas outras, tem uma lojinha virtual, onde vende os produtinhos que nós tanto amamos por um preço mais camarada (comprados em viagens) do que os praticados em lojas oficiais, já que essas têm as questões que tanto debatemos: custos de instalação, impostos e operacionais.

A marca entrou em contato com essa pessoa e transcrevo aqui parte de nossa conversa:

"fui notificada pela Nyx Cosméticos - Brasil, que meu blog pratica comércio ilegal de vendas dos produtos, " que o comércio de produtos cosméticos precisa de registro e autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA , e que o registro para a marca NYX Cosmetics no Brasil, pertence exclusivamente para NYX Comércio de Cosméticos Ltda" e que os produtos comercializados no blog não são distribuídos pela empresa deles e que a origem é desconhecida e os mesmos não tem registro legal que permitam sua venda.

Ao final do email solicitam a suspensão imediata das vendas e o uso de qualquer imagem ou logomarca da Nyx."

Aí está a questão, amighas. Em algum momento isso aconteceria. Lembram-se que em abril desse ano o site .com da NYX já redirecionava para o nacional? Estava ali o indício de que as coisas estavam mudando.

A Lei está completamente a favor da empresa, sem dúvidas. Mas nosso ponto de vista, enquanto consumidoras, é outro.

Será que o comércio de nossas amighas que vendem o que compram em viagens movimenta um volume tão grande de $$ que chega a ponto de afetar os negócios da NYX Brasil? Eu particularmente não duvido. Os preços da NYX Brasil são absurdos.

Mas daí a justificar a carteirada e dizer que os produtos são de origem desconhecida é forçar a barra, né, empresa? Estamos falando de meninas que trazem uma dúzia de produtos na mala, não dos containers que entram nas fuças de todo mundo, pelos portos; esses, sim, com produtos altamente duvidosos, que são vendidos em camelódromos "legalizados".

Porque NYX é NYX.
MAC é MAC.
Lancôme é Lancôme e Kerastase é Kerastase.
Desde que original, qual o prejuízo da empresa na venda do produto?

No exterior, no free shop ou na loja oficial brasileira, é produto original e, em algum momento, teve todas as suas taxas devidamente pagas. O que incomoda muita gente é se essa taxa foi paga lá e também aqui ou somente lá fora.

Todo mundo aqui sabe as quantidades gigantescas de produtos dessas e outras marcas que são negociadas tanto no ebay quanto no Mercado Livre.

E então, vamos correr atrás de todas as lojinhas virtuais brasileiras ou vamos sentar com o Governo e negociar uma reforma Tributária decente?

Nem precisa responder, Empresa. A gente já sabe de que lado a corda vai arrebentar.

Só lamentamos a oportunidade que vocês perdem de fazer a coisa certa. Muito mais difícil e demorada, mas a coisa certa.

É um setor inteiro, Empresa. Chame seus concorrentes; chamem Os Homens pra conversar! Vai ser uma luta de foice, demorada e burocrática, mas certamente teria um final muito mais satisfatório para todos.

Pros consumidores, inclusive.

Vivi

Estou tirando do ar a página de links de Lojinhas Amigas, pra evitar maiores transtornos pra todas as vendedoras.

91 comentários

Cara, na boa?
Revoltante. =/
Só isso que tenho a dizer. Daqui a pouco vão querer o que? Nos proibir de comprar na Cherry Culture?
Bjos!

Que absurdo mesmo, os comerciantes brasileiros são uns preguiçosos que só querem saber de lucros e a gente que paga o pato!
UM VIVA AS VENDEDORES ALTERNATIVAS! \o/
Agora que não compro MESMO da NYX Brasil.

ilegal uma ova..ilegal é cobrar 60% do valor do produto em imposto...
para que vou dar sei lá.. 60 reais um potinho de pigmento da marca aqui sendo que lá fora ele custa 1,50 dolares (se o dolar estivar a 2 reais sai por 3 reais cada potinho) ai SUPONDO que nossa amada alfandega tribute noso potinho.. + 60% do valor dele... fica uns 4,80 .... aham NYX vamos MESMO preferir comprar aqui...aham aham.. senta lá

meu deus ..q sacanagem..eles estão faturando de qualquer forma..p eles conseguirem acabar com esse comércio virtual só se baixarem os valores.. a rede é muito grande

Que tenso gente...
E os produtos vendidos não foram comprados da Empresa??? Eles ganharam $$ mesmo assim, mas continuam reclamando... que t-e-n-s-o...

Infelizmente, no Brasil, onde se diz ser um país democrático : TODO O PODER EMANA DO POVO, QUE O EXERCE POR MEIO DE REPRESENTANTES..., isto está muito longe de ser real e efetivo. É um absurdo, mas nos acostumamos ao errado, à falta de caráter,à impunidade, então o governo faz o que quer e nos trata como um rebanho submisso a ser conduzido a seu bel prazer.

Palhaçada....aff..
Carol Leão

Babado forte e muito polêmico! aiai

Assino embaixo.

Independentemente da questão legal, a postura da NYX se mostrou moralmente duvidosa e só queima o filme com as consumidoras.
Todo mundo sabe que tratar o sintoma não resolve o problema. Da mesma forma, todo mundo sabe que as lojinhas dos blogs só existem porque os preços por aqui são absurdos (isso quando a marca traz os produtos para o mercado).

Lamentável a atitude da empresa.
Mais ainda messe caso, se levarmos em conta que boa parte dos itens comercializados pelas meninas sequer existe na NYX brasileira, que só trouxe a linha básica (pois, mesmo com redirecionamento do site americano, não deve ter ocorrido que nós temos como saber sobre os lançamentos).

Me irrita um pouco ver que o consumidor ainda é tratado como idiota.

Era óbvio que iam acabar com a nossa festa! Agora muita covardia atacar os micro empresários, né? Aqueles que nem fazem cócegas neles...

Acho que esta notificação que fizeram ao blog da menina é um tiro no pé. Não vemos marcas como a MAC por exemplo, fazendo terrorismo com quem vende sua marca em blogs. Pq? Pq eles são inteligentes, sabem que é um marketing ótimo pra eles, que a marca é difundida assim.
Se a Nyx estiver realmente fazendo isso, é realmente muita burrice grada pela ganância...
bjo

Putz que assunto triste e complicado! Como que nós, consumidoras finais poderíamos interferir de alguma forma para que isso fosse ao menos discutido em nosso país?

Ta ficando complicado.
Não sei se vocs viram, mas lá fora algumas marcas também estão partindo para cima dos blogs...Teve um post no Lacquerized.com ha pouco tempo, contando de uma marca que esta ameaçando processar um blog por ter feito comparação de seus produtos com outros de uma marca mais barata...

As marcas precisam aprender que atacar as consumidoras é dar tiro no próprio pé.

Perfeito o texto, assino embaixo!
Um absurdo!
Bjs.
Bianca Pascale.

Jesus !
Não acredito nisso!
Aff!
Como todas as amigas já falaram..o produto vem de lá mesmo!Qual o problema nisso??
Não altera em N-A-D-A o lucro deles!!
Pelo contrário,graças á nós que eles ganham tanta famosidade!

Fiquei besta agora!

Fala sério!!!Essa é pra rir né?? O que eles querem com isso? Ganhar clientela para as lojas do Brasil?Se isso acontecer com todas as lojinhas virtuais eu simplesmente não compro mais NYX. Estão achando que as consumidoras brasileiras são ignorantes, que não sabem calcular a diferença de preço entre o vendido lá e o do Brasil. Pois bem empresa eu não vou gastar nem um centavo suado na sua loja de "comércio legal".
Gente os cosméticos são uns dos produtos com o imposto mais caro do país...produtos alimentícios, combustível eu não posso escolher onde comprar, mas em relação aos cosméticos vou economizar e fazer umas viagens para nossos vizinhos argentinos, uruguaios ou pedir para conhecidos trazerem para mim pq assim não dá mais! Agente trabalha pra ganhar nosso dinheirinho e pagar imposto (claro!) e na hora de comprar uns mimos temos que aguentar essa. Só falta as outras marcas aderirem a essa "moda"!!

A Nyx do Brasil é ridícula. Já trabalhei lá, eles são assim quanto a importação, mas na hora de ver os funcionários não é nada disso. Me demiti depois de uma semana em um shopping (tinha ficado 20 dias como temporária em outra Nyx)e olha que lindas as condições: 15 minutos de intervalo, no dia que alguém folgasse e você ficasse sozinha eram 6 horas sem poder sair do stand, e é proibido comer nele, ou seja, nada de banheiro nem comida. Primeiro tinham me mandado fazer entrevista na Nyx do Morumbi, na qual me vieram com a linda proposta de trabalhar uma semana sem receber nada, nem vale transporte, como "teste". Depois fui pro Ibirapuera e fiquei uma semana só. Nada contra os produtos, eu gosto muito de algumas coisas aliás, mas a administração da Nyx no Brasil é ridícula.

Esse é mais um momento em que as consumidoras têm que se unir. A empresa tá sacaneando a gente? Ótimo, então não compramos mais nada deles, têm um monte de marcas por aí, não vou gastar meu dinheiro com empresa que não me trata bem. Se todo mundo fizer isso aí sim eles vão ver a diferença no bolso deles.

Sinceramente, creioq eu tudo isso seria FACILMENTE resolvido com apenas uma coisa chamada COMPREENSÃO, claro sabemos que no Brasil o salario minimo é de 510 reais, e mesmo assim é um paises que mais gasta dinheiro seja com maquiagem, cosmeticos, etc...

E esse tipo de aviso é uma total falta de compreensção da empresa para com seus consumidores diretos, isso gera um marketing negativo e nós sabemos ne?!

Ao invés de incentivar as blogueiras/vendedoras a comprar/vender, para difundir o produto e assim aumentar as vendas, eles fazem o contrario, "barram" uma comerciaçização que nao deixa de ser legal, direita e direta.

Serio isso só faz aumentar o despreso de algumas pessoas por marcas boas, que nao respeitam seus clientes.

Nossa Vi, é revoltante mesmo!!Nós amamos NYX, mas é claro que quem paga 30 e pagar 15 qual vc prefere?nós preferimos 15...heheh. Sei lá, mas o imposto no Brasil é demais, né?

Bjs das gurias

O negocio é deixar de comprar nyx e ponto final.

Que coisa bem ridicula essa posutra da NYX, pode ter certeza que vou pensar 20 vezes antes de comprar algum produto da marca, e pode ter certeza que nao os comparei no Brasil.
Só acho estranho pq estudei em Propriedade Industrial q é legal comprar um produto e depois revende-lo, afinal, ja pagastes as taxas pelo produto no momento da compra e se quiseres vende-lo depois é um direito que a pessoa tem.
Talvez a excessao seja por ser essa exigencia da ANVISA, mas mesmo assim, vários pontos negativos para a NYX.
beijos
Débora
http://itsallaboutmake.blogspot.com

Gente...em primeiro lugar temos que admitir que vender produtos cosméticos sem a "participação" da anvisa é no minimo irregular (eu não ligo, pq se ta todo mudo usando é porque algum orgão competente em algum país do mundo disse que tá bacana)...

além disso, tudo bem que o imposto é absurdo e bla bla bla (eu concordo plenamente), mas tenho total consciência que quem vende deixa de pagar imposto tá "errado"! o valor da alíquota pode ate ser imoral, mas infelizmente é legal...enfim...a gente tem que se preparar pra isso!!! temos é que achar outros meios, porque apesar de ser vantajoso tá longe de ser regular!

outra coisa...a pessoa que pagou pela franquia da marca aqui teve um custo! quem ta reclamando pela cessação do comercio paralelo não é a NYX propriamente dita, é a empresa brasileira que pagou pela venda da marca no brasil que não é a mesma empresa que a NYX. Dá pra sacar? aqui a gente tem que ver os dois lados...da pessoa que fez um investimento enorme pra ser a representante da marca no brasil e que tem seu direito desrespeitado por quem lucra, mesmo que pouco, com uma coisa que ela pagou (alto)pra ter e do outro lado das consumidoras que ficam à mercê desse "monopólio", o que também não é tão justo assim.

por isso eu, apesar de saber que a dona da empresa que possui a representação no Brasil tem toooodo o direito de fazer isso e fechar toooodas as lojas que vendam o produto que ela pagou mutcho caro pra vender legalmente (ou vc acha que ela não paga essa mesma alíquota escrota?), continuo sendo canguinha (aka mão-de-vaca) e comprando na cherry!

Pq tipo...a álea do negócio é tooooda dela e eu tenho liberdade de escolher entre as minhas possiblidades! Mas nem por isso acho um absurdo o que ela fez! se eu estivesse no lugar dela provavelmente tomaria a mesma atitude!

então...vamo se estressar tipo...zero e comprar pela cherry! :D

Que sacanagem! Quero saber se fazem o mesmo lá fora, porque eu compro horrores pelo Ebay e sempre tem produto por lá.
Desculpe-me, mas eu preciso falar sobre a NYX aqui no Brasil: o preço é um absurdo de caro para aquela qualidade baixa. Podem mandar quem for para não vender mais, que eu trago de fora para meu consumo e não pago o preço daqui.

A Nyx é rídicula mesmo. Acham que isso é estratégia pra vender "mais"...kkkkk...coitados...
Vendem um trio de sombra a R$60,00 me poupe.
E eu compro o que eu quiser de quem eu quiser....
Tão com medo de falir...

Vamos parar de comprar NYX com eles!

Simples assim!

Vamos ver quem sobrevive melhor!

Nós sem eles ou eles sem nós?

Bjks Ro

#revolta

AH que horror :S

Nossa que notícia triste! Infelizmente td negócio no Brasil acaba se tornando inviável. Eles realmente estão querendo perder clientela pq nas lojas do Brasil praticam preços abusivos , enquanto lá fora os mesmos produtos podem ser comprados por uma bagatela!

Temos que espalhar essa notícia pelos blogs brasileiros!!! nunca compraria nyx pelo preço praticado no brasil!!! Só compro pela internet!!!
Se falirem no brasil poderemos comprar livremente pela internet!!! Ridiculos vamos falir a nyx brasil

Nunca comprei nada dessa marca, mas agora faço QUESTAO de nao experimentar. Tem coisas melhores a precos mais camaradas e sem ser advindo de gente sem nocao! problema deles. sou a favor de um boicotizinho... bando de idiotas... querem ganhar pra tudo que e lado. como se vcs, que coompram fora, roubassem os produtos... ahhhhh vai se catar!

Priscilla.

os preços da nyx sao realmente abusivos, mas q é ilegal isso é ne, é contrabando nao te jeito. Uma hora isso ia acontecer, as vendas vao e devem continar mas vai ter q ser meio por debaixo dos panos, e dai ne???

Eu já esperava isso da empresa, e é uma pena, pq eu adoro a Nyx, mas não acho que os produtos valem o preço praticado no Brasil. Tenho muita coisa deles, mas tudo vindo dos EUA, simplesmente não pago o valor cobrado nas lojas brasileiras.

Se querem agir assim, o melhor que fazemos é deixar de comprar, quem sabe assim voltam a ter os pés no chão.

Eu fico pensando no que passa na cabeça da diretoria pra tomar uma atitude dessas, será que ninguem pensou que isso só causaria revolta nas consumidoras daqui??

Beijos,
Laura

Uma pena mesmo! Essa é uma das marcas que mais gosto. Vou procurar outra marca, menos interesseira para gostar

Gente, vamos boicotar essa marca aqui no Brasil! Se as vendas deles cairem,eles tb cairão na Real!!!
Comprar de blogueiras é muito inteligente e quem dá $$$ para a NYX Brasil está fazendo péssimo negócio. Nem vamos dar ouvidos para essa polemica, pois nem vale a pena! E se boicotarem mesmo,vamos comprar só MAC que vai continuar sendo economico comprar de blogueiras,e a empresa não tem esse pensamento Quadrado que a NYX tem.

p/ mim o lance e bem simples.: divulgar para todo mundo. e depois disso, cada um faz a sua opção. a minha é: beijotchauNÃOmeliga NYX brasil, que até a natura (que já tá super de manguinha de fora com os preços) é mais minha amiga que você, rs...

o consumidor só precisa exercer o poder que TEM: parar de comprar em lojas que, por mais coisas lindas e cuticuti e mimimi que tenham, não respeitem a inteligência e a capacidade de fazer cálculos e escolhas que cada um de nós tem...

Que absurdo! Daqui a pouco não poderemos nem comparar e fazer reviews nos blogs porque as marcas se sentirão ameaçadas?! De um lado, há muitas marcas querendo parcerias com blogs para divulgação, vendo que isso funciona e movimenta o mercado, e do outro lado vemos atitudes lamentáveis como essa.

nossa, q horror!!! Eles acham que assim é que vão nos convencer a pagar 60 reais num trio de sombras? como todo mundo disse antes: Ahan NYX, senta lá!

O problema é que realmente afeta em algumas lojas...
Mas o preço que vendem aqui é um absurdo!
:/
Bjos Camis NTF

Se eu não puder comprar NYX nas lojinhas, nem em site internacional eu PARO de consumir NYX.

Simples.

Se a fiscalização de contrabando fosse efetiva nem existitia 25 de março, nem camelodromos, nem nada.

Uma opção é continuar com as lojinhas, mencionando desapego, comprou e não gostou e está vendendo barato.
Será que isso tbm é proibido?

Por isso que eu sempre digo que o problema nao é so a carga tributaria, que isso é uma desculpa pra eles cobrarem ainda mais.
Porque se eles ganhassem o mesmo em um batom vendido aqui e um vendido nos EUA eles nao se importariam com esse tipo de comercio.

É óbvio que a dona da marca(aqui no Brasil) tá no direito dela de não querer concorrência,mesmo que de baixa lucratividade...
Só que como alguns leitores disseram é um tiro no pé...tbm concordo,pois EU só conheci a marca Nyx (comprei) através das amigas blogueiras que difundiram a marca ou seja eles estavam ou ainda estão 'ganhando marketing gratuito'...
Pois, muitas meninas que moram nas cidades onde tem lojas Nyx compram lá tbm,pois não precisam esperar ou até se estressar com correios,extravios e etc...
Eu quando me interessei mandei um email pra eles e vi que os preços eram muito mais caros que os das meninas(blog-lojinha) mas,até poderia ter comprado deles, obviamente se tivesse loja na minha cidade,mesmo o preço sendo alto faria no cartão(aka pobre em 4x hahahah) e sairia com meus mimos na hora.
Muita burrice da parte deles fazerem isso...
E,quanto eu como consumidora vou continuar comprando na Cherry ou Nompareil e com as meninas como já fiz.
E outra vão eles é 'brigar com cachorro grande'(impedir que lojas internacionais entreguem produtos Nyx no Brasil) e deixem as meninas das lojnhas em paz.

Beijos!!

É complicado, eu e duas amigas temos uma Loja on line, como temos que comprar grandes quantidades a taxação de 60% é uma constante.
Só vou consertar uma pessoa que falou dos 60%, ás vezes nem é sobre o valor cobrado e sim do que eles acham que vale. Mesmo que eu tenha comprado uma coisa de $10 doletas e eles acharem que é $50 eles taxam sobre os $50 e não querem nem saber, e muitas vezes as compras vem sem nota. É uma burocracia sem fim.
Acho que temos o direito de comprar e vender pelo preço que quisermos, o valor inicial já foi dado, independente de onde ele foi gerado aqui ou no exterior. Se compramos ninguém tem nada a ver com o valor que vendemos. Se o Brasil fosse um país mais justo com seus impostos isso não aconteceria.
Eles tem que lembrar também que não é um carro e sim maquiagens que não agridem o bolso do governo já que não é todo mundo que faz viagens internacionais todo o tempo.

Vamos continuar vendendo e comprando nossas makes meninas.

beijos a todas

Vivi, é um absurdo mesmo, adorei o post, vão atrás dos blogs, pois são menores, porque ninguém vai atrás dos produtos falsificados que são vendidos no Mercado Livre?Ninguém faz nada, Mercado livre tem muitos produots bons , mas a falsificação reina.Duvido que tirem do ML.Revoltada!!!Bjs Va.

Então, correndo o risco de ser apedrejada... Mas não achei nada absurdo!!!
Claro, acho os preços da NYX Brasil bem abusivos... É revoltante ver o preço cobrado aqui, sabendo que é uma marca super em conta lá fora...
Mas a empresa NYX Brasil, pelo que entendi, é uma licenciada da NYX mãe... Ou seja, paga um valor a eles para ter o direito de vender os produtos da marca aqui. E também tem que arcar com os custos de legalização dos produtos, tipo mandar para a Anvisa e todo esse processo (que é caro e demorado, diz que é por isso que nem tds as coleções da MAC vem pra cá, ou nem todos os tons de base da Maybelline existem aqui, por exempo!).
Então, sério, pensando no lado da NYX BR, que faz tudo direitinho, paga uma baba para poder comercializar aqui e tals, não acho errado eles tentarem barrar outras pessoas que estão vendendo o mesmo produto sem ter que passar o perrengue...!
Talvez seja exagro ir atrás das lojinhas, mas né, estão no direito...
Só acho que eles poderiam repensar a margem de lucro e os preços aqui, que são mesmo totalmente sem noção!!!

Eu NUNCA mais comprarei NYX! Perderam uma cliente!

Caracaaa, que bad!
Vou comprar meu jumbo milk antes que seja tarde! rs

Ué, que coisa estranha. Nunca vi nenhuma marca reclamando com nenhuma lojinha de blog. Canso de ver gente vendendo tudo quanto é marca por aí e tudo bem.
Que rixinha ridícula! Lamentável...

Globalização é bom enquanto enche o bolso das grandes empresas, pra outros casos eles tentam barrar né! Se os tênis Nike que compramos aqui por 300 reais foram produzidos por 3 dólares na Indonésia ninguém liga, mas se usufruímos das facilidades do mundo globalizado pra comprar em outro país mais barato todo mundo começa a chiar.
Francamente...Eu comprei, paguei, é meu. Se vou vender por X ou Y, dar, jogar fora...Isso é problema meu também. Se alguém acha justo pagar 60 reais num corretivo que custa 5 dólares lá fora fique a vontede pra comprar: eu me recuso.

Nossa, mas nem empresas renomadas com mais de 20 ou 30 anos nao tem esse tipo de atitude... Origem duvidosa? Entao a fabricacao dos produtos da NYX p/ mim se tornou duvidosa. Quer saber?? Esse tititi todo so reforcou a minha ideia: Eu ja nao ia dar um misero real a eles comprando no Brasil, ou seja, vou continuar comprando em sites internacionais. Que a proposito, entao, eles tbm deveriam banir. E que a proposito, eles nem sao tao bons assim e a equipe de MKT deles eh bem fraquinha, pois estao tirando a oportunidade de consumidores de saber de novos produtos e falar bem da postura da empresa. Midia social minha gente, tem muito poder hoje, tanto para o lado bom, quanto para o ruim!! Na boa, eu nunca paguei , e nem vou pagar R$50 em um produto que eu posso pagar R$3,00. Isso eh subestimar nossa inteligencia e nos chamar de burra...

Gente, temos de ver a coisa de maneira crítica. É ruim? É. O que a NYX perde com as vendas em blogs? Oras, perde MUITO. Os franqueados brasileiros devem espremer a marca para tomar uma atitude. Deve ter rolado até processo para obrigá-los a fazer alguma coisa já que, contratualmente, apenas o franqueado pode comerciar a marca.

EM TEMPO: NÃO concordo com nossa carga tributária. NÃO gostei da notícia. PORÉM, não vamos confundir o que é ilegal com o que é imoral. A carga tributária É legal, embora seja imoral e extorsiva.

O responsável pelo preço praticado nas lojas não é o lucro, e sim, os impostos. Se o comerciante vender mais barato, quebra. A ÚNICA maneira de melhorar a realidade do preço final no Brasil (não só de maquiagem, mas de qualquer produto) é pressionar o Poder Legislativo para operar uma total mudança na legislação tributária. ÚNICO JEITO.

A NYX tem que aprender que enquanto lá em NY os produtos dela tem preço de Vult, aqui tem preço de Lancôme. Engana trouxa, será? Logo que a marca abriu seus stands no Brasil eu corrí comprar 1 batom, 1 base e 1 kajal, que me custaram cerca de R$150,00 (não me lembro exatamente, mas era por aí). Fui descobrir que o batom que na época eu paguei R$30,00 e pouco, lá nos EUA custa 2 míseros dólares. Isso pra não citar o resto.
Desde então parei de comprar NYX. Não pelo preço em sí, mas pq porque trouxa eu não sou - uma coisa é dobrar ou até mesmo triplicar o preço por causa das taxas. Outra coisa é aumentar até 7x o preço, e isso se vc for calcular com o dólar a 2 reais!
Que a NYX ou tome jeito ou vá pra p...

Camila Virillo   says 23 de julho de 2010 01:49

Oi, meninas

Hoje vim excepcionalmente me meter no material da Vivi - e - correndo o risco de desagradar várias de minhas leitoras.
Mas acho que vale a pena comentar algumas coisas com vocês, afinal nem todo mundo conhece o processo de importação cosmética.
Trabalhei algum tempo na área de importação de cosméticos e, sinto muito, mas o buraco é beeeeem mais embaixo.
Primeira coisa: quando uma empresa no Brasil se compromete a representar uma marca por aqui ela é obrigada a assinar alguns termos, o principal deles e cuidar COMPLETAMENTE da comercialização, imagem e distribuição do material. Assim, qualquer venda fora do que foi acordado entre a empresa no Brasil e sua correspondente no exterior, vira responsabilidade de quem esta por aqui e não esta "cuidando" da marca como prometido - o que pode gerar multas e até perda da concessão.
Outra coisa, cada produto que a empresa traz tem que ser registrado na Anvisa, com rótulo traduzido e especificações químicas no mais absoluto rigor. E, meninas, quando eu digo CADA produto, eu quero dizer que se a empresa trouxe 3 tons de base são 3 registros diferentes - e cada um é pago individualmente.
Além disso, o governo coloca taxas absurdas para a entrada destes produtos. Aliás, o que já era caro, ficou ainda mais quando nosso governo resolveu fazer uma retaliação ao governo americano por aumentar no território deles o preço do nosso algodão. Com esta decisão, tudo o que vem dos EUA, desde o começo deste ano, teve impostos dobrados.
E agora, a parte mais importante: quando uma empresa representa uma marca aqui no Brasil, ela dificilmente vai verder direto pro consumidor final. Em geral, eles vão ter outros distribuidores: logistas, distribuidores regionais, salões de beleza que fazem venda de produtos, etc. Estas pessoas, quando adquirem a marca, recebem da empresa representante da marca a garantia de que, naquela região, serão os responsáveis pela comercialização do produto.
Cada vez que aparece um site vendendo os produtos sem que eles tenham saido das mãos dessas pessoas que possuem um contrato com a empresa representante, a coisa fica muito feia.
Estamos falando de contrato. Eles receberam garantia contratual de que isso não aconteceria.
Então, fica claro que, a cada produto vendido em blogs nós estamos: 1 - fazendo com que a empresa representante teoricamente "descumpra" o contrato assumido com a matriz de se responsabilizar pela comercialização, distribuição e controle de meios de veiculação do produto. 2 - fazendo com que a empresa representante seja responsável pela quebra de um contrato com o distribuidor regional ou revendedor aqui do Brasil.
Sendo assim, amigas, eu sei o quanto é chato a gente saber que paga caro por algo que em tese poderíamos pagar menos. Mas achei legal colocar aqui que as coisas não são assim tão simples para quem representa a marca no Brasil. Aliás, nem simples, nem baratas.
Bom, desculpem pelo balde de água fria.
Beijos e prometo tentar me deter só aos assuntos de moda.

Viva a Cherry Culture!!!!

Olá amiga blogueira..
passei pra fazer aquela visitinha, e dizer q esta td ótimo por aqui. ;)
Beijos fica com Deus

Este comentário foi removido pelo autor.

Avaliando os comentários e o excelente texto (Parabéns Vivi)
Tenho um ponto de vista:
Quando uma marca vem para o Brasil, sabemos das leis, impostos, termos e o montão de coisa que a empresa é responsável.
Concordo com os comentários dizendo das obrigações das empresas e concordo com os comentários de revolta.
Não vou entrar no mérito de venda em blog. E se eu comprei, não gostei e quero vender mais barato só para não ter prejuízo? num posso???
Mas como eu tenho uma mente matemática, eu vejo números, então..vamos a eles
Vou começar com o exemplo da MAC:
Lá fora (Site da MAC) uma Studio Fix custa em torno de $26 dólares + impostos. Vamos colocar uns $29, que sairia em torno de + ou menos (dolar a R$1,80) R$52,00.
Uma loja da MAC para trazer para cá tem que pagar os impostos, taxas etc e claro, TER LUCRO. E essa mesma Base sai aqui por R$ 120,00. Vou fazer os cálculos sem os impostos Brasileiros, pois não sei como são calculados, temos uma diferença de 56,66% do valor original, claro sem impostos.
Vamos a NYX:
Batom: no site da Nonpoirel, Cherry custa em torno de $1,75 - Dolar a R$ 1,80 - R$3,15
Aqui custa R$ 29,90 (se eu não me engano)
A diferença é de 89,46% do valor original convertido em Reais
Tem um comentário, que não lembro quem, dizendo que quem determina o valor do produto para se colocar o valor da taxa é o Brasil. Concordo, mas a diferença nesse é muito Gritante. Não é possível que a alfândega fale que um batom de 1,75 seja de mais de R$15,00. Eu mísera consumidora ja tive um produto da china parado lá de $13,00 eles falaram que era de R$60,0 que eu tinha q pagar esse imposto e eu consegui provar pra eles que não valia aquilo e paguei o imposto em cima do valor que eu comprei e uma empresa que está trazendo lucro para os cofres públicos não consegue? hãhã.. Tá bom.
Porque a MAC não implica com esse tipo de venda? pq os preços praticados são parecidos. Não porque as pessoas estão se aproveitando do Nome da marca, mas sim porque é esse valor que elas tem que repassar.
Agora porque incomodou a NYX Brasil? porque ela sabe que o preço dela é abusivo, que assim vai mostrar para as consumidoras a discrepância entre vender um estojo de 10 sombras por R$90,00 e encontrar sites que vendem + - R$40,00, R$50,00
Eu sou uma consumidora assídua de produtos e AMO comprar pela internet. Mas eu simplesmente faço um cálculo de risco + custo benefício
vejo o valor do original nas lojas brasileiras. vejo fora, como é, se é confiável, vejo o frete. Se a diferença de preço for abaixo de 50% não compro fora. Aqui é mais seguro, parcela, recebo o produto rápido.
Os empresários tem que se tocar que o consumidor brasileiro tá deixando de ser burro, e pesquisando antes de comprar.
A NYX Brasil deu um tiro no pé sim, mas não quando vetou esse tipo de venda,mas quando teve a brilhante idéia: vamos praticar os preços que a gente quiser, eles não conhecem.
Eu tenho só receio que eles consigam alguma retaliação com as compras internacionais na alfândega. Vamos ver nos próximos dias como vai ser as compras da NYX na alfândega

Bjus e as twins sempre arrasando nos posts

Ah, gente, sinceramente...?
Uma coisa é viajar e trazer mil produtos porque lá fora é mais barato e destiná-los a uso pessoal. Outra coisa é encher a mala e obter LUCRO com eles, vendendo, sem pagar 1 CENTAVO de imposto.
Não concordo com os tributos exorbitantes brasileiros, e inclusive sou adepta das compras em sites internacionais, mas é o mesmo que apoiar um camelô que se estabelece em frente a uma loja, em que o dono rala todo mês para pagar uma infinidade de impostos para a Receita, enquanto o outro, na informalidade, não tem despesa nenhuma para manter aquilo ali.
É claro que a loja que vende os cosméticos está perdendo venda com essa história aí do post, mas lembrem-se que ela paga uma imensidão de impostos e, é óbvio, ela tem que ter lucro, afinal, é um trabalho, e não filantropia.
Sou filha de comerciante e minha rotina é escutar esse tipo de reclamação, então sei bem como a coisa funciona "do outro lado". Não é uma questão de "lado forte" e "lado fraco".
Temos que ser a favor é de uma reforma tributária, só que não é nada fácil de conseguir!

Beijos!

Para começo de conversa a NYX Brasil tem pouquíssimas lojas no Brasil e não abrange o mercado virtual. Só por estes dois fatores a empresa deveria analisar como está atuando - ou melhor, não está atuando - no mercado brasileiro. Ao ver que os produtos são vendidos por fora, então, deveriam sentar e pensar como ELES podem conquistar o mercado. E isso envolve, especialmente, os preços absurdos - como vc disse.

Está na cara que o problema está nos homens engravatados das leis brasileiras do que nas comerciantes que fazem um favor de trazer cosméticos de qualidade e com preço justo às brasileiras, já cansadas de pagar caro e não ter tanto benefício quanto o preço sugere. Censura no comércio virtual? Que vergonha, NYX BR...

Eu não compro NYX no Brasil e nem com vendedoras brasileiras porque tenho cartão internacional e peço nos sites americanos, então não tenho problemas. Porém, fico triste por aquelas que não tem cartão, nem loja física da NYX por perto, e agora nem vendedora online.

Ótimo texto e informação, Vivi.

Beijo!

To nude!
Concordo com o que muitas meninas disseram por aqui: a NYX ta certa e ta errada ao mesmo tmepo; ta certa pq ta defendendo o direito do franqueado mas fez feio ao tentar denegrir o proprio produto! Dizer que é de origem duvidosa nao foi legal.
E ta errada ao tentar coibir a venda de uma pessoa enquanto o EBAY ta ai vendendo muito mais do que essa lojinha dessa menina.
Os impostos sao absurdos, nao tenho duvidas; o acesso a marca fica mais facilitado por meio dessas pessoas que viajam e vendem em seus blogs,tb nao tenho duvidas!

Acho que o que mais pegou pra NYX franqueada é que a menina é daqui, diferente por exemplo qdo compramos no morangao ou do tio coreano, onde a franqueada teria muito mais trabalho e burocracia pra driblar esse tipo de situação.

Nos resta esperar cenas dos proximos capitulos.

Lu Ferreira e Camila Virillo,

concordo integralmente com vcs e fico muito feliz que alguém tenha pensando nessas questões "reais" do negócio...

Eu trabalho com contratos e a cláusula mais comum em contratos de licenciamento, transferência de tecnologia, etc, é no sentido de que o licenciado deve garantir e impedir que o produto da marca seja comercializado de formas "indevidas".

Provavelmente essa notificação da NYX do Brasil partiu de uma obrigação contratual para com o exterior.

E não é muito difícil entender a lógica do negócio. Vamos supor que algum desses produtos seja vendido de forma adulterada, e uma pessoa que compre tenha uma reação péssima ao produto ou até mesmo algum tipo de alergia ou problema de saúde... isso pode trazer problemas para a marca "NYX"... Então eu acho que empresa só está cumprindo com o seu dever contratual de fiscalização.

Agora, a questão dos preços discrepantes já é ooooutra história, e isso ninguém questiona... Carga tributária pesada, burocracia, alta margem de lucro... tudo isso influencia... E isso é uma questão que deve sim ser discutida no Brasil, para que o mercado de cosméticos, cada vez mais crescente aqui no país, não fique prejudicado por essa inviabilidade de preços.

Carla

Agora as vendedoras precisar capatar e-mails de suas clientes pra mandar as novidades pq jajá não vai rola deixar produto exposto em blogs e sites.

Sei lá eu entendo a revolta das meninas, porque elas compraram no exterior os produtos e teriam o direito de vender pra quem quisessem, mas também entendo o lado da empresa. A empresa tem que pagar os impostos além de repassar os gastos com instalações, salários, etc, e detém a legitimidade pra representar a marca no Brasil através de contrato e provavelmente de $, enquanto as meninas não têm nenhum custo desse... é injusto sim.

Que estupidez! Bom, vão perder uma renca de clientes.
E o nosso governo que BOSTA hein? Além de nos roubarem de tudo que é jeito, ainda por cima sobretaxam os produtos de maneira escandalosa....miséria, miséria, miséria.....

Na verdade, a NYX deveria ter feito um estudo de mercado melhor antes de desembarcar por aqui.
Ela só ficou conhecida graças a essas vendas pela internet.
Se vai pagar mais caro compra MAC se quer pagar mais barato compra Vult...
Com os preços praticados a NYX não vai durar muito por aqui.
Entendo que existe um contrato, mas como já disseram, nenhuma outra empresa se preocupou com isso, pois para o faturamento delas deve ser imperceptivel.

que tal as lojas físicas cobrarem preços menos abusivos? nem com todos os impostos do mundo um batom que lá fora custa 1,5 dólares vira um batom de 30 dinheiros aqui!!!

Meninas

Eu concordo em genero e numero que a NYX BR tem diversas obrigacoes, porem isso p/ mim parece falta de planejamento da empresa. Nenhuma empresa pode repassar seus custos operacionais para o cliente, entao se eles tem gastos para registrar o produto na Anvisa, ok, mas nao podem repassar esse custo para nos. Se eu quiser comprar um batom baratinho agora, que vende aos tubos no Ebay,por exemplo, tambem tenho a opcao de comprar um no Boticario por 9,90 que a qualidade eh superior.
Nao vou me descabelar, mas para tudo existe solucao. E a solucao tem q ser viavel para ambas as partes. Vamos combinar...o que era a NYX dois anos atras se nao fossem os blogs de beleza ?? Nada..assim como temos Amuse, LA Colors e tantas outras tbm com outros precos. Nos temos escolhas e eu nao vou pagar esse preco absurdo em um produto. Entao eu sugiro a eles que pelo menos revisassem os precos pq as consumidoras de produtos deles nao sao burras nem de longe. Quem em sua sã conciencia, vai pagar quase R$100 em um trio de sombras em uma loja fisica, se nunca nem ouviu falar dessa marca? Sério, se não fossem os blogs eu nem saberia de onde veio!! Se decidiram abrir loja com ctz é pq viram potencial em nosso Brasil e tinham muitas encomendas enviadas pra ca, ok, que bom q viram oportunidade, porém essas mesmas pessoas que compraram muuuito, sabem dos preços. Então vamos combinar que o problema é o valor do produto e eu não acho ( MESMO) que um batom deles tá valendo R$30 conto!!

É revoltante tudo isso mesmo. Primeiro eles bloqueiam o site internacional (rídiculo isso!!) e agora vêm com essa. Independente de todas as questões legais e tributárias, eles deveriam rever a forma de agir.
Como já foi falado, estão subestimando suas consumidoras e a marca só ficou conhecida por causa delas (blogs e cia).
E gente, não dêem idéia aqui nos comentários...rsrsrs

RÍDICULO! Como se isso fosse nos fazer comprar da NYX Brasil, existe Ebay pra que afinal?
Lamento...

beijinhos
http://deliriosdeconsumosa.blogspot.com/

Adriana Araujo   says 23 de julho de 2010 18:02

Olá Amigas!

Que babado, hein?

Até este meu comentário li quase todos os outros... Concordo com muitos comentários expostos e especialmente os esclarecimentos e posições colocados por Ardini, Lú Elste e Camila Virillo.

Já experimentei os batons e blush da NYX, mais pelos preços do que pelo produto e não gostei muito... Assim, já não pretendia comprar mais nada dessa marca...

De tudo isso, nos resta um pensamento: reforma tributária já! E em ano eleitoral, conheçam seus candidatos para não colocarmos gente lá que esquecem que "são representantes do povo"...

Beijos.

AFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF

que odio!
:@@@@@@@@@@@@

Gente, no caso da Nyx, carga tributária NÃO É DESCULPA pra esses preços ABUSIVOS!

Vocês peguem como exemplos os produtos da L'Oreal e da Maybeline que apesar de serem caros no Brasil, não se distanciam TANTO do preço original convertido para reais. Um lápis de olhos da L'Oreal que aqui custa 10 reais lá fora custa 1 dólar, os rímeis que custam 7 dólares aqui custa algo entre 30 e 40 reais. Os próprios batons e glosses da Maybeline é possível encontrar nas farmácias por menos de 15 reais (e eles são mais caros que os da NYX nos EUA). Se vocês forem no site da Sasa, verão que os produtos da Nexcare estão com valores bem próximos aos praticados no Brasil.

COMO um batom que custa 2 dólares chega aqui custando 30 reais?? Convertendo os valores, o aumento é de mais de 700%! Pra vocês terem noção, o imposto total sobre vídeo games e jogos chegam no máximo a 275%! A diferença de preço do nitendo Wii do Brasil pros EUA é de menos de 500%! E olha que impostos sobre games são maiores que os de cosméticos.

Vocês querem que eu acredite mesmo que esses mais de 700% de preço é só por causa de impostos? Isso é um ASSALTO!

Ok, Ok...agora concordo com algumas meninas que "entenderam" a atitude da NYx...mas eu tenho uma dúvida: Porque não houve essa proibição antes? Eu,por exemplo, tenho produtos de 1 ano atrás (ooops a validade!!! - vou olhar)...sabe, esperar a coisa ficar do tamanho que ficou, parece que incomodou só agora,sabe? Porque sempre existiram as normas da Anvisa...vcs estão me entendendo? Abraços a todas!
Carol Leão

E tem mais, não sei se sou só eu, mas nos últimos dias estou tendo uma dificuldade enorme de entrar no site da Mac...No site do Canadá entro fácil, mas no .com tá difícil....Será que a Mac tb vái aderir a essa moda da Nyx????

Ah... o pior é que eles não possuem uma rede de lojas para atender o publico... nunca comprei nada da marca, mas agora, se quisesse, onde iria comprar? Pelo que vi no site teria que viajar... pq eles não oferecem nenhuma opção de loja virtual... grande burrice, pq agora que não dá pra comprar mesmo :p

Olha, eu tbm nao achei tão absurda a posição da Nyx Brasil. Como algumas meninas mencionaram, a empresa paga todas as taxas e impostos para funcionar legal aqui no país e tem todo o direito de reclamar por isso.
O valor dos produtos que eles praticam aqui já é uma outra historia. Tbm acho os preços abusivos, mas paga quem quer pagar!
Então, como já falaram tbm, vamos nos estressar menos! Ainda temos a opção dos gringos!
Agora, esse outro caso de uma outra empresa querer processar um blog pq fez comparação do produto com outro mais em conta, acho ridiculo! Todos tem o direito de expor suas opinioes. Tbm leva em conta o q os blogs dizem quem quer... simples assim!

Ao invés de se preocuparem e deixarem os produtos da marca mais acessíveis pra todo mundo, ficam gongando as meninas que trazem isso de fora de uma forma honesta. Quero saber a mágica de transformar um batom de 2 dólares nos EUA em 30 reais pra fazer o mesmo milagre com meus dinheiros HAHAHA

E sim, corcordo que eles tem taxas para pagar e tudo mais, mas como funcionava antes deles virem pra cá? Isso é uma coisa de 2 anos, e no fundo, td mundo conheceu os produtos deles por causa de meninas que importavam ou pelas lojinhas gringas.

OK... A Nyx Brasil paga impostos, passou por toda uma burocracia para estar aqui e tem o direito de fazer o que fez.
Isso ninguém discute.
No entanto, o postura deles foi pouco inteligente. Fato. Com um pouquinho de perspicácia eles poderiam ter transformado este momento em marketing positivo com as consumidoras brasileiras.
Ao contrário, eles preferiram o caminho da hostilidade e isso é tiro no pé em qualquer lugar do mundo.
Todas as marcas que nós temos aqui praticam preços sensivelmente mais salgados do que na gringa (vida MAC), mas isso nunca impediu quem quer comprar o produto. Eu mesma compro quando gosto da marca, mesmo sabendo do quão mais caros são os preços.
Já com a Nyx, confesso que agora fiquei meio com birrinha da postura hostil e não pretendo mais nem passar perto dos endereços brasileiros.
Tendo vindo a público esse babado, a consumidora tende a se sentir hostilizada tanto quanto a lojinha blogueira.
Prova de que a postura 'de direito' nem sempre é inteligente ou mais efetiva.

Na pior das hipóteses o que podemos fazer é mandar e-mails pra NYX-mãe (vamos chamar assim =P ) reclamando da prática da NYX Brasil.
Duvido muito que eles não escutem milhares de consumidoras.

NYX me contrata pra ser a gerente de Marketing de vcs, porque quem ta no comando agora vacilou legal!

Não compro NYX no Brasil. Comprei duas vezes e depois que descobri o cherry culture nunca mais nem passei no stand, uma por conta dos preços e outra por conta da falta de produtos, que é constante.

Sabe o que todo mundo deveria fazer? Quem acha abusivo, não compre. Quem acha justo, compre. Simples.

o pior é que eles queimam o filme com quem os divulgam. Afinal foi a internet, as blogueiras e essas lojinhas quem impulsionaram as compras de cosméticos importados. E isso deveria ser corrigido não dessa maneira mas com a reforma do modelo de vendas da empresa para e-commerces que exportam. Como é o caso da Coastal Scents e Sigma que só saem ganhando. Eu espero no minimo um boicote.

Isso é uma total falta de respeito com os consumidores. É o cúmulo obrigar aos consumidores a comprarem nesses stands onde o preço é abusivo, e em algumas vezes não tem o produto que vc quer.

Eu por exemplo sou do RJ e aqui não existe nenhum representante da marca, fui no site para me informar e enviei um e-mail. Eles me responderam que a marca está em expansão e que eu poderia comprar pelo site (brasileiro) era só eu mandar os produtos que eu queria através de e-mail, foi o que eu fiz, mas ao ver o preço quase tive um infarte... R$ 29,00 num batom?! Sendo que nos blogs, lojinhas e tal sai em média uns R$ 15,00... olha a diferença.

Eu sinceramente não compro aki no Brasil nem se tiver uma loja na esquina da minha casa... continuo comprando pelo ebay, CC, nonpareil, e qq outro site que venda NYX e se souber de alguma menina que precise de algum produto eu vou fazer negócio sim, pq eu não estarei roubando, a NYX é que tá roubando com os preços abusivos que pratica aqui no Brasil!

Bem, ficam minhas perguntas: a Nyx, nos Eua, disponibiliza a venda dos seus produtos através de diversas distribuidoras independentes. Isso é, qualquer pessoa pode revender Nyx, não precisam ser lojinhas como a Cherry Culture ou a Non-Pareil. Pessoas físicas também podem revender Nyx, como eu já cansei de ver anúncios das meninas gringas nos fóruns de maquiagem.

Os preços praticados variam, obviamente. Não muito, mas variam. Como também varia o custo de instalação de cada vendedor - se loja física, se loja virtual, se pessoa física. Como também devem variar os preços para quem compra em grande quantidade.

E daí quem regula a compra? O mercado, oras. Se uma empresa pratica preços altos demais, perde venda para as concorrentes. Nada mais justo, nada mais capitalista.

Agora, se lá nos EUA pode, por que não aqui? Obviamente é porque os preços praticados nos quiosques "oficiais" são abusivos. E nem vamos comentar que a nossa políticas de impostos e diversos encargos acabam inflacionando o preço. Lógico que sim. Mas também, a própria escolha de posicionamento da marca no Brasil, pela parceira brasileira, é responsável pelo aumento do preço. Pois eles pegam uma marca que não é considerada high end nem de primeira linha, que é boa, mas cujos preços são quase os mesmos de maquiagens vendidas em drogarias (e a própria Nyx lá nos EUA é vendida em drogarias também) - bom, eles pegam uma marca com esse perfil mais popular lá nos EUA e aqui tentam fazer com que ela seja direcionada para o público classe B, no mínimo.

Como de idiotas nós não temos nada, é óbvio que preferimos pagar 8 dólares na mesma paleta que aqui é vendida a mais de 90 reais. É óbvio que vamos preferir comprar das meninas que trazem de fora, se não temos cartão internacional, a pagar mais de 90 reais nos quiosques.

A atitude da Nyx é arbitrária e eu custo a crer que possa ser sustentada legalmente, se houver uma ação contra a empresa. O problema é: quem vai impetrar tal ação? A corda, efetivamente, arrebenta para o lado mais fraco. Imagine se a MAC resolve fazer a mesma coisa e proibir as nossas queridas "muambeiras" de nos vender a marca?

Obviamente, tal ação da Nyx Brasil só aconteceu porque devem estar ocorrendo, sim, significativas perdas financeiras para os licenciados aqui do Brasil. Resta perguntar, entretanto, qual a perda de imagem que tal atitude acarretará para a marca - vale a pena fazer isso e perder uma imagem consolidade com milhões de clientes?

Porque vamos lembrar: o Brasil é o terceiro maior mercado de cosméticos no mundo. E está quase atingindo o segundo posto. Sendo eu de uma empresa de maquiagem e produtos de beleza, eu lutaria é para fortalecer a minha imagem e a distribuição dos meus produtos - inclusive através das vendedoras "informais".

Vale mais a pena que a Nyx Matriz reveja suas negociações com a parceira do Brasil e avalie qual perda vai impactar mais em seus negócios. Porque, eles podem não se lembrar, mas perda de imagem demora anos para ser revertida (quando possível) e gera imensas perdas financeiras. E a própria reversão da imagem demanda investimentos e tempo.

Concordo em número, genero e grauu!!! Acho esse lobby das industrias feitas pra gente não ter concorrencia em nada terrível, e também queria saber, o interesse disso é pra quem? Empresários ou consumidores, que são o alimento das indústrias? Deveria ser sempre em favor dos consumidores, já que sem consumidores pra que industria?! Veronica Santos

Concordo plenamente. Aliás, seria ótimo se as blogueiras se unissem e se empenhassem em tipos de posts como este, pois o mercado de cosméticos no Brasil tem muitos problemas e as situações de desrespeito ao consumidor são diárias e absurdas. Gostaria muito que a blogosfera de beleza brasileira se fortalecesse no sentido de pressionar o mercado para soluções, ao invés do que tem acontecido, que é que muitas meninas de blog fazem parcerias com sites que tem preços absurdos só pra lucrar um pouquinho, ou então não falam mal ou criticam marcas e empresas quando tem que criticar porque "não é legal" ou até porque não querem parar de ganhar seus produtos de graça. Claro que não são todas que fazem isso, mas não deixo de notar que a blogosfera brasileira está entupida pela busca de lucros mesquinhos e auto-promoção, no lugar do compromisso com a leitora e consumidora.

Nossa! e eu que ontem postei sobre a nyx no meu blog, falei mó bem da empresa... agora fico sabendo disso!

É POR ISSO QUE NAO COMPRO NO BRASIL...
Apesar dos produtos serem de otima qualidade EU NAO PAGO aqui no Brasil cara, é muita cara de pau cobrar 60,00 num blush que eu compro com frete pelo e-bay e pago no maximo 20,00.

Puta Falta de Sacanagem...

e botei mta fé no seu texto amyga!

MUUUUUITO ABSURDO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Nem tô com paciência para comentar, honestamente... muita gente já disse aqui em cima o que eu acho...

mas só uma coisa: NYX nunca mais, nem na Cherry Culture, que é baratinha... empresas que assumem posições como essa não merecem meu $$$, e tomara que muitas façam a mesma coisa...

bjsss

Oi Vivi, adorei o post, muito bem colocado. Fui redirecionado aqui através do post da Eliana do Galochas Roxas que fez um post semelhante sobre a Eyeko, que também está vindo para o Brasil. Concordo plenamente quando você diz que é preciso sentar com o governo para conversar sobre reforma tributária. Mas acrescento mais um ponto: acho que não somente as empresas deve buscar e cobrar isso. Nós consumidores também temos que ir lá, bater o pé, dizer que isso não tá certo. Sje a para o setor de perfumaria e higiene, seja para o setor alimentício, seja para o setor de imóveis, automóveis... Hoje é indubitável o papel que os blogs tem no mercado, fizeram isso com o setor de cosméticos, que aumentou consideravelmente, estão fazendo isso com a moda, cobrando uma postura mais ética com modelagens proporcionais as brasileiras, mignons ou extra maravilhosas, porque não podemos atrávés dos blogs cobrar uma política de tributos mais decente, mais razoável conosco, consumidores. Vejo tantas blogueiras cobrando comentários em seus posts, mas poucas (como você) tem o foco na realidade e utilizam seu espaço para abrir discussões, como essa de reforma tributária?? Acredito que estamos num momento ímpar de modificar nosso país para melhor, não porque simplesmente é época de eleição, mas porque a população de uma forma geral está começando a tomar consciência de seus deveres e DIREITOS que foram por tanto tempo esquecidos. E acho que os blogs podem ajudar ainda mais abrindo a cabeça das pessoas, levando-lhes informação. Seria uma revolução intelectual no país. Seria fantástico!!! Era isso, me empolguei um pouquinho, mas sou super a favor de um movimento organizado e apartidário para mudarmos a política tributária, porque entra governo, sai governo, todos focam nisso em suas campanha, mas poucos (muitooooss poucos) fazem algo pra melhorar e se nós, como população, como nação e não como massa, podemos sim modificar esse panorama. Beijos.

Poxa amiga que golpe baixo esse, eu também vendo NYX e isso me deixou depre, não estava fazendo rios de dinheiro, até porque o frete come a maior parte do que poderiamos ter de lucro, mas enfim... era algo que me ajudou a sair da depressão, pois ficava sempre procurando swatch para mostrar, tirando foto, etcs.
Sabe o que é isso? TIRANIA e o meu desejo é que a NYX Brasil se dane! Eu vendia batom a R$12 e eles acham que vai dar certo vender 3x mais caro? Se eles autorizassem revendedoras como AVON/Natura, todo mundo sairia ganhando.
Não me identifico pois tenho medo de mais bafo.

Tem uma coisa né. Essas grandes marcas se concentram em ter 30 lojas em SP e mais umas 2 pro Brasil todo. aqui em curitiba por exemplo, não tem loja da NYX, tem uma loja da mac, em que os preços são ABSURDOS, produtos que vc paga 20 dólares na internet, lá vc paga R$150,00. só gente rica mesmo vai comprar. eles faturam SIM com vendas pela internet, em blogs,e tudo mais.afinal, essas meninas compram lá fora pra vender aqui, que diferença faz? vai tar dando dinheiro pra marca de qualquer jeito e ainda facilitando a venda e a divulgação. ou querem que eu saia de curitiba e vá pra sao paulo comprar uma sombrinha? Eu conheci a nyx por uma menina que compra pela internet e revende aqui, se não fosse isso eles teriam uma cliente a menos.duas no caso,pois ela tbm não compraria se ninguém aqui comprasse dela.

Eu adoro os batons NYX. Super em conta e tão bom quanto da MAC por exemplo. Compro com esse vendedor, que sempre tem novidades de maquiagem a meia calças . O link dele é esse. E ainda pode retirar em mãos no Rio =D http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-155836393-batom-nyx-varias-cores-pronta-entrega-_JM
bjinhos meninas

Nunca ouvi falar da Nyx a não ser em Blog e lojas virtuais.
Se depender de loja física e dos preços abusivos daqui do Brasil nunca mais comprarei nada da Nyx, assim como não compro Natura, Contém 1G, e outras marcas com maquiagens ruins e absurdamente caras!
A Nyx é uma marca muito boa, mas jogar preços abusivos em cima das consumidoras é achar que somos trouxas.
Prefiro usar produtos baratos como Yes, Vult e avon, mesmo sabendo que a qualidade não é igual a da Mac, do que pagar um absurdo como o que vão cobrar!

Nyx ACORDA!

Postar um comentário

2010 Trendy Twins - todos os direitos reservados Desenvolvido por Projecto Comunicação