usuários online
 
 
 
Fashion Import
 
http://trendytwins.com.br/img/imagens/tit_girls.jpg
Faça parte desse grupo

Plus Size Fashion Weekend  

Categoria(s) ,

por Vivi










Nos dias 23 e 24 de julho aconteceu o Plus Size Fashion Week, no Senac da Lapa, em São Paulo.

Foram 23 modelos, desfilando modelitos exclusivos para gathas que usam tamanhos maiores do que os praticados pelo mainstream fashion.

Uma iniciativa muito inteligente dos organizadores; essa foi a segunda edição do evento, que tem tudo para se tornar parte importante do calendário de moda nacional, já que se volta para a realidade das consumidoras e não para o velho padrão sílfide, que só existe na imaginação de alguns estilistas e em 2% da população mundial.

Cobertura bacana do evento aqui e aqui.

Vivi

imagens: Ego

23 comentários

Achei muito legal essa iniciativa. Isso vai ajudar muito as pessoas que tem problema com o seu peso, principamente a começarem a enxegar que o "problema" na verdade não é um problema e, que elas podem sim se sentirem lindas e poderosas. Eu vi algo desse desfile na TV, gostei muito.
Beijos

Adoro ver coisas assim, mas ainda penso um pouco diferente. Acho que os desfiles deveriam ter modelos de TODOS os tamanhos.

Nós chegamos a esse ponto de extremos em que ou a modelo é magérrima, ou é plus size. Porque não mostrar garotas que vestem M e G, em vez de apenas as PP e GG?

Mas é realmente lindo ver a beleza das modelos plus size. É uma quebra de preconceitos, né? ^^

Estive presente e adorei todo o evento e sua organização foi maravilhoso

Nossa, cada roupa linda! *-*

achei a ideia ótima, é super importante lembrar o mundo, que tbm existem gordinhas e que não há mal nenhum em estar acima do peso, e tbm que podem estar bem fashion! adorei

www.belezadoce.blogspot.com
beijoss

Acho legal a iniciativa de mostrar modelos diferentes das tradicionais na passarela.
Mas dizer que esse desfile retrata a realidade das consumidoras já é forçar a barra.
Os desfiles deveriam mostrar pessoas de todos os tamanhos P, M e G como já foi dito, e do mesmo modo que mostrar modelos magérrimas não é bom, mostrar modelos acima do seu peso saudável também não é.
Não tiro o mérito da conquista de fazer desfiles com modelos mais cheinhas, mas acho que o foco deveria ser nas pessoas comuns.

Valeu, Vivi!
Show de bola o post. Eu sou tamanho Plus size, e acho que a industria da moda, poderia olhar mesmo com um pouco mais de carinho pra nós e pras meninas "normais", né? To contigo, padrão esqueleto só na cabeça dos estilistas e donos de agencia de modelos!E porque não somos padrão então não temos direito de ser bonitas e usar coisas bonitas?
Mil bjs e parabéns pelo post!

Só falta euzinha,... imagina, plus size e cadeirante! ia causar!! haha
Bjkas e valeu pela postagem.

Adoro esse tipo de iniciativa.
Ótimas fotos do desfile e as modelos são muito bonitas!

Beijos

Renata, eu quis dizer que esse tipo de desfile traduz mais a realidade do que os que estamos acostumadas a ver, como as outras meninas também disseram, a vida real vai do PP ao EEG.

Mas pessoalmente penso que os desfiles da SPFW, por exemplo, não são voltados para a realidade, já que a passarela mostra modelos 34... Nem todas as pessoas que estão acima do peso não estão saudáveis. É uma questão bem complexa. Tenho uma amiga que atualmente está obesa e os exames clínicos não apontam problemas de saúde que normalmente são desencadeados pela obesidade em si. Agora, a questão é emocional é outra...

Normalidade é um padrão relativo, não é?

Bjks pra todas :)

Sabe o que que eu acho esquisito? Nunca vi um desfile de mulheres nem gordas, nem muito magras tipo capa da Nova heheh normal size!!!!
bjs Jó

O problema é que botaram umas roupas horrorosas nelas. Parece que gorda não tem o direito de se vestir bem.

Eu acho que o "normal" é a existência de uma diversidade com pessoas de todos os tamanhos, não se limitando só a pessoas muito magras ou só acima do peso. Apesar de desfiles com pessoas acima do peso serem minoria, qualquer desfile só com pessoas de um tipo físico é tão excludente quanto o tão criticado (com razão) desfile só com magérrimas.

Eu sou bem magra por questões genéticas, passo longe de dietas que não sejam de engorda e sonho em engordar uns 5 ou 6 quilos (meu irmão magro por exemplo, comia 1 kg por refeição e nunca engordava, só engordou depois de tomar remédio que altera o metabolismo, eu tenho medo disso). Só não pareço um varapau por ser baixa, não sou tão desproporcional. Então fico meio chateada quando leio as pessoas tacando todas as magras, num mesmo saco e chamando-as de anormais.

E pros desfiles e propagandas pode até ser "normal" o tamanho PP, mas na vida nós somos excluídas. Não é fácil pra comprar roupa, por exemplo. Só para blusinhas que é fácil, pra comprar roupa social e jeans é um inferno. Eu quando fui procurar estágio foi um sufoco achar roupa (o 36, que às vezes ainda é grande pra mim, parecia 38, isso quando a numeração não começava no 38). E jeans também, eu e outra amiga com o mesmo problema que eu às vezes só andamos com uns jeans acabados e surrados por dificuldade em encontrar modelos que sirvam e a preços acessíveis (abaixo de 100 reais, que é o que cabe no orçamento).

Desculpe o desabafo, mas é que quase toda vez que eu leio posts sobre modelos tamanho GG eu me sinto uma criatura num tipo físico que não deveria existir e não me sinto bem. Ainda assim adoro o blog de vocês, leitura diária mesmo.

Mudando de assunto, o Asian Beauties foi cancelado?

Oi Vivi!
Achei super legal o post.
Beijos!

Acho super legal que esse evento se popularize cada vez mais, entretanto não dá pra deixar de comentar que infelizmente a maioria das roupas é muito feia...

Acho que a Vivi quis dizer que é mais comum ver mulheres cheinhas como as plus size do que magérrimas que vestem 34. E é verdade. Até as mulheres magras que a gente vê na vida real vestem 38, 40.

Mas concordo que não deveria ser só extremos. Seria muito bom ver meninas P, M e G nos desfiles. Não me identifico nem com um extremo, nem com o outro. Me pareço mais com a moça da quarta foto, de short, blusa listrada e colar comprido de pérolas. As outras são mais cheinhas que ela. Visto 46 e o plus size é acima disso. É mais próximo da minha realidade, mas não me identifico.

Sabe o que eu achei mais "estranho" e intrigante? O look que eu mais gostei foi justamente os shorts com a blusa listrada, totalmente contra as "regras que emagrecem".
mas o look de coletinho e chapéu Panamá tb tá uma graça!

Nem tanto o céu , nem tanto a terra!
É super válido que pessoas que são/estão acima do peso possam VER MODELOS de tipo físico iguais aos delas. PQ referência faz bem.
Triste é ver que a cultura magra demais/alta/etc é passada goela abaixo, como se fosse a realidade de tds. Sou magra e feliz, tenho amigas mais gordinhas felizes, tipo atlética feliz... Vamos respeitar as diferenças.
O que esse desfile e essas roupas pretendem mostrar é que pessoas com esse determinado tipo físico tb podem ser atraentes, informais, elegantes,... tds bem vestidas. Sem parecer um botijão de gás encapado. Conheço uma empresária em Campos que montou uma grife só para atender esse público em especial, cansada de tentar comprar roupas para ela mesma que fossem desse jeito. Resultado: sucesso!
Beleza não está na forma do corpo, vide os conceitos diferentes ao longo dos séculos.
O Belo é aquilo que seduz ( os olhos de quem QUER ver!)

Flávia, acho que você sabe que seu comentário nesse caso é bem polêmico, né?

Só liberei porque ficou explícito de que se trata de uma opinião bem pessoal sua. Sinta-se a vontade para excluí-lo, se assim desejar. Da mesma maneira que não posso controlar sua opinião não controlo as reações à ela.

bjim.

Flávia Maldonato (& companheiras de preconceito), apaguei todos os comentários infelizes a respeito da imagem de outras pessoas.

Vocês podem ter pavor de gordura. Eu tenho pavor é de grosseria.

Ana e Vivi, Obrigada :)
Pelo jeito Trolls e gente mal amada tbm aparece por aqui, é?
Legal vcs terem deletados certos comentários, pessoas de bem com a vida e inteligentes não precisam ler baixaria. Bjkas!

Anônima, seu comentário não foi focado em saúde, foi focado no preconceito de que todo gordo é automaticamente doente, e isso é opinião baseada em preconceito. Segundo: não sei de onde vc tirou a idéia de que o mundo venera os gordos, ou de que esse post é uma apologia à gordura. Terceiro: você é benvinda pra opinar à vontade neste blog, desde que mantenha a cortesia, e a boa educação, pq não sou obrigada a publicar nada aqui, o espaço é meu e da Vivi. Publico qualquer comentário, desde que feito com boas maneiras. Por último, quem me parece querer ser a dona da verdade é vc.

Concordo totalmente que os extremos são perigosos, mas existem maneiras e maneiras de se falar isso.

Eu ia publicar esse seu último comentário sim, até ler o trecho final. Não respondo a ultimatos. Volte a ler o blog, se quiser. E quando quiser dar uma opinião, faça-o com delicadeza.

E tenha a CORAGEM de assinar. Porque fazer acusações e dizer o que quer sem mostrar a cara é fácil demais. Isso pra mim não é opinião, é bravata. E isso não tem espaço aqui.

Vixe, pra variar, o povo exagera nos "sentidos" que tem os posts...
Eu entendo que a intenção é divulgar a idéia básica e não fazer apologia à algo não é meninas?
Acho super válida a idéia de mostrar esses desfiles, e independente se as roupas são boas ou não, o que importa é mostrar que todos somos diferentes e iguais tb, pq não? Todos queremos estar bem, ser feliz e seguir com a vida!
Parabéns meninas! Ótimo post!

Postar um comentário

2010 Trendy Twins - todos os direitos reservados Desenvolvido por Projecto Comunicação